Yoga para homens: benefícios e dicas para praticar

A prática passou a ser considerada suave e feminina, mas precisamos desmistificar isso! O Yoga é para todos

Yoga para homens: benefícios e dicas para praticar

O Yoga foi codificado por um homem, Patanjali, em um país onde as mulheres não tem muita voz ativa, a Índia. Entretanto, passou a ser considerada uma prática suave e feminina. Vamos começar a desmistificar isso. O Yoga é para homens também, é para todos.

Sim, as mulheres realmente têm um corpo mais flexível, principalmente o quadril, pois a natureza precisa que este se abra para a gestação e o parto. Os homens têm mais força, mas não significa que não sejam ou não possam ter uma flexibilidade igual à das meninas.

Portanto, as diferenças fisiológicas não influenciam na prática. No Yoga não existe diferença entre a prática para homens e mulheres, com duas exceções: uma é o período menstrual, para o qual existe uma prática específica, e a outra é na gravidez, em que o Yoga tem o objetivo de dar conforto para as mudanças corporais e preparar o corpo para o parto e o pós-parto.

Como trabalho com Yoga em estúdios, academias e online, posso dizer que a maior frequência nas salas é feminina, mas, aos poucos, homens que frequentam as práticas tornam-se mais assíduos e interessados na filosofia do Yoga.

A seguir, vamos falar um pouco mais sobre Yoga para homens, benefícios e também dicas para aqueles que querem começar ou que desejar intensificar a prática.

Benefícios do Yoga para homens

Complemento a outras atividades físicas

Yoga é um ótimo complemento para outras atividades físicas, porque desenvolve a concentração e a escuta do próprio corpo. Para os corredores, lutadores e surfistas isso é de extrema importância.

Outra vantagem é o desenvolvimento dos músculos abdominais, da musculatura profunda da coluna lombar e paravertebral. O que ajuda a prevenir lesões e o aparecimento de hérnias de disco. Para os surfistas, previne as hérnias de disco lombares e as cervicais, porque desenvolve a mobilidade da cintura pélvica.

Yoga reduz o nível de estresse

Depois de um dia de trabalho, o Yoga ajuda a recuperar-se do cansaço físico e mental, já que a prática é feita em um ambiente calmo, silencioso e acolhedor.

Os asanas e pranayamas trabalham o alinhamento do corpo físico e energético. As posturas psicofísicas (asanas) distensionam a musculatura, enquanto os exercícios respiratórios (pranayamas), aumentam a capacidade pulmonar. A união dos dois traz o foco para momento presente e relaxa a mente, aliviando o estresse.

Reequilibra a força

Todo iniciante vai deparar com os famosos Guerreiros I, II e III (nome popular para as posturas chamadas de Virabhadrasana), que nos ensina que a força utilizada, assim como nas artes marciais, no Yoga e na vida é a força interior, através da busca pelo equilíbrio.

O Yoga trabalha os músculos de uma forma completa, através da contração dinâmica, isometria, dos músculos na entrada e saída dos asanas, e da contração isotônica na permanência nas posturas físicas.

Além do mais, propicia situações que estão fora do cotidiano, como ficar de cabeça para baixo nas invertidas ou o equilíbrio, geralmente precário, de asanas como bakasana ou ardha chandrasana.

Não é força, é o alinhamento e o encaixe correto que proporcionam o alcance dos asanas mais complexos.

Você não precisa ser flexível

Os asanas abrem o seu corpo, mudam a sua postura física e mental. Faz parte da prática o incremento da amplitude articular e o alongamento muscular.

Então, não se intimide, comece com o que o seu corpo é capaz, observe o que pode ser aperfeiçoado, transformando-o e descubra-se de uma forma leve nas práticas. As mudanças são incríveis.

Dicas de Yoga para homens

Tenho certeza que, após saber de tantas vantagens, agora você vai iniciar a sua prática. Aqui vão algumas dicas:

  1. Evite falar durante as práticas.
  2. Yoga é uma prática individual, concentre-se em você.
  3. Nunca compare as suas posturas com as dos outros praticantes.
  4. Aproveite o momento para conhecer melhor seu corpo e o que ele é capaz de fazer.
  5. Escute com atenção os comandos do instrutor.
  6. Quando o professor descrever os ajustes necessários, escute, observe seu corpo e tente atender aos comandos. Caso não consiga, lembre-se que Yoga é um processo de autoconhecimento e abertura da mente e do corpo. Se tiver dúvida, pergunte.
  7. Faça Yoga com instrutores certificados.
  8. Existem várias linhas de Yoga, é normal que queira experimentar algumas até encontrar aquela que mais te fala ao coração.
  9. Caso tenha algum problema físico ou psicológico, fale ao seu instrutor.

Boas práticas.

Namastê

Olá, essa matéria foi útil para você?
Rosine Mello

Rosine Mello

Formada em Educação Física, é praticante de Hatha Yoga desde 1998. Atua como professora desde 2005, certificada pelo Simplesmente Yoga. Saiba mais