Joanita Molina
Por Joanita MolinaLeia em 3 min.19/06/2017 

Noite de Halloween favorece proteção e limpeza espiritual

Ritual de Samahin é ideal para trabalhar desapego e combater negatividade

O ritual de Samhain, comemorado no dia 31 de outubro – e hoje conhecido popularmente como “Halloween” – traz uma energia muito forte, que deve ser aproveitada para o caminho de evolução, ascensão e autoconhecimento.

Curiosidade

Samhaim significa “sem luz”, pois na tradição celta marca a morte do Deus que se sacrifica para se tornar a semente do renascer. O ritual ensina o poder da escuridão, levando ao redespertar para a luz. Os celtas acreditavam que a noite deste dia era mágica, pois o véu que separa o mundo material do mundo espiritual encontrava-se mais fino e os mundos se fundiam conforme a luz do Sol abaixava e o crepúsculo chegava. Por esse motivo, acreditava-se que era uma boa época para contatos com outras realidades e dimensões.

A noite do dia 31 de outubro traz uma potência muito grande para trabalhar com nossa sombra e também com os desapegos que são necessários para cada um. É, ainda, um momento de honrar todos os nossos ancestrais e as lições recebidas deles, assim como agradecer pelos aprendizados e se despedir de todas as coisas velhas, deixar ir tudo que não serve mais em sua vida.

No entanto, deve-se ter cuidado para trabalhar com as energias desse dia, pois ele já foi muito utilizado negativamente por vários povos, que utilizavam a noite para realizar sacrifícios e, por isso, o ritual ainda é bastante mal compreendido por algumas pessoas.

Ritual de Samhain: dia de deixar ir o que não serve mais

Aproveite este momento do ano para realizar uma limpeza energética profunda em você e no ambiente, deixando ir tudo que não serve mais para os propósitos positivos de sua vida. Uma dica é fazer uma grande faxina na casa, retirando objetos que estejam quebrados, inutilizados e organizando todo o tipo de bagunça.

Uma dica é fazer uma grande faxina na casa, retirando objetos que estejam quebrados, inutilizados e organizando todo o tipo de bagunça.

Também é aconselhável tomar banhos energéticos de sal grosso e ervas como arruda, alecrim e artemisia, para limpar e levar embora qualquer negatividade.

O Samhaim também trabalha com a energia da proteção, sendo o momento ideal para fechar seu campo pessoal para todo o negativo. Nesse ritual, são realizadas ferramentas de proteção pessoal e para os lares, além de grandes limpezas energéticas que combatem negatividades. Uma ferramenta de proteção tradicional deste dia é confeccionar um “Jack O Lantern”, que é a abóbora iluminada por uma vela no seu interior, símbolo típico do Dia das Bruxas. Deve-se colocar esta lanterna na porta de entrada da casa, logo ao anoitecer, com a vela branca acesa dentro da abóbora decorada, para afastar as energias ruins e trazer proteção para o local.

Vale lembrar que esse é um ritual extremamente forte e de grande seriedade e ordem cerimonial. Por isso, é importante que o Rito de Samhaim seja guiado por um sacerdote ou sacerdotisa iniciado de alto grau. O sacerdote é um líder espiritual, aquele que tem a devida formação e conhecimentos para realizar a ritualística de forma que a mesma seja totalmente firmada no positivo e trabalhada de forma correta, completa e integrada, sem deixar margem para negatividade.

Sendo feito de forma integrada, esse ritual mágico traz um grande benefício para o indivíduo, promovendo uma profunda limpeza em seu sistema de corpos, deixando ir o que está bloqueando o fluxo das energias positivas. A pessoa recebe uma grande carga e potencia energéticas que podem ser direcionadas para sua evolução e desenvolvimento. E, além disso, são firmadas as proteções para o campo pessoal e para o ambiente, que irão durar todo esse ciclo que esta se iniciando até o próximo Samhaim.

Este é o rito mais importante da Roda da Vida celta, composta de 8 rituais que celebram a se conectam com energias específicas. São eles:

  1. Samhain (noite das bruxas)
  2. Litha (solstício de verão)
  3. Imbolc (noite do fogo)
  4. Mabon (equinócio de outono)
  5. Beltane (ritual do amor)
  6. Yule (solstício de inverno)
  7. Lammas (ritual da colheita e prosperidade)
  8. Ostara (equinócio de primavera)

O ritual de Samhain é o primeiro e último ritual da Roda, ou seja, ele abre e fecha o ciclo de celebrações do povo celta e por isso é considerado o “Ano Novo” dos bruxos, é a noite de maior celebração no calendário celta.

Participar de um rito de Samhaim abre as portas para um despertar espiritual e mágico. É um momento realmente muito especial!

Joanita Molina

Joanita Molina

Mestra ascensa, líder espiritual e sacerdotisa de magia ascensional. Realiza os 8 rituais de luz do ano e 9 festivais de luz de gaya.