Carolina Senna
Por Carolina SennaLeia em 3 min.18/08/2018 

Meditação de limpeza energética

Áudio para limpeza dos corpos físico, emocional, mental e espiritual

Você tem sentido seu cotidiano como um verdadeiro peso? Se você já acorda com cansaço, sente falta de disposição ao longo do dia e vive com a sensação de carregar uma mala pesada de coisas pra resolver e administrar, pode estar vivendo uma fase de desequilíbrio energético. E, se não é apenas uma fase, mas uma constante na sua vida, não se assuste, isso virou algo normal no nosso país. Atualmente, o Brasil é o segundo país mais estressado do mundo, ficando atrás apenas do Japão, segundo dados da ISMA-BR (representante nacional da International Stress Management Association).

Nossa vida atual é um convite ao desequilíbrio

Reflita comigo sobre o estilo de vida da nossa sociedade atual:

  • Passamos longas horas em ambientes fechados e, muitas vezes, sem luz natural;
  • Nos centros urbanos, passamos grande parte do nosso tempo presos no trânsito;
  • O trabalho em geral,  se traduz em longas horas com o corpo parado à frente do computador;
  • Passamos pouquíssimo tempo perto da família ou das pessoas queridas.
  • Somos bombardeados com um excesso de informação, com a mídia e as redes sociais ocupando nossa mente praticamente 17 a 18 horas por dia.

Reveja os tópicos acima e perceba como as atividades que destaquei nos levam aos sentimentos de aprisionamento, trava/bloqueio, medo e solidão. Isso tudo tem nos levado a um contexto de crise pessoal. Com isso, o estresse passou a ser o “modus operandi” da nossa vida, nos acostumamos a viver com ele e passamos a nos surpreender e preocupar com desequilíbrios mais graves como os distúrbios de ansiedade, síndrome do pânico e depressão. Chegamos ao ponto da Organização Mundial de Saúde já considerar a depressão uma epidemia global.

Rotina de faxina interior

O que precisamos é incluir uma rotina de faxina interior em nossas vidas. Pense: se eu te contar a história de uma pessoa normal, que trabalha numa grande cidade, frequenta os mesmos lugares que você, é interessante, tem bom papo mas… que toma banho só uma vez por mês. Qual seria sua reação? Penso que seria de nojo, repulsa ou, no mínimo, surpresa por conhecer alguém assim. Como não manter uma rotina diária de limpeza?

Mas nem sempre foi assim. Na Europa, nos séculos XVI e XVII, os médicos acreditavam que as doenças entram pelos poros que ficavam mais expostos e abertos quando a pessoa tomava banho, ou seja, era algo ruim para a saúde. E a prática só se popularizou na década de 30.

Da mesma forma, estamos entrando num estágio da história da humanidade no qual precisamos adotar rotinas diárias, ou pelo menos semanais, de limpeza interior. Um momento de faxina do peso dos desafios, dos pensamentos recorrentes, dos sentimentos que nos aprisionam e da dispersão e cansaço mental que o excesso de informação nos traz.

Comece sua limpeza energética

Para essa limpeza periódica, tenho o hábito de realizar uma meditação diária e conduzo um grupo semanal de meditação na equipe Personare. Nessa prática reúno exercícios de respiração do yoga (pranayamas), visualização ativa, algumas técnicas do Reiki e momentos de silêncio.  O objetivo é que a meditação guiada não seja apenas um momento de aquietar a mente (mesmo que isso por si só já seja excepcional), mas também um momento de reequilíbrio físico, emocional, mental e espiritual.

No meu caso, é a forma como volto para o meu centro interior de equilíbrio e plenitude. Que vai gradativamente se deteriorando ao longo do dia até a próxima meditação. Parece muito para você? Pense no que acontece com seus dentes ao longo de 24 horas e como eles ficariam se você ficasse dois ou três dias sem limpá-los. Dá na mesma.

Dicas para você:

  • Reserve um tempo de 30 minutos para a atividade (não se assuste com o tempo, como terá nosso áudio como guia, provavelmente não sentirá tédio ou ansiedade durante a prática);
  • Vá para um local silencioso;
  • Procure evitar interrupções ou barulhos agudos, de preferência use um fone de ouvido;
  • Sente confortavelmente para evitar dores e desconfortos durante a prática.

Não acredite em mim

Convido você a não acreditar em nada do que lhe disse anteriormente e chegar às suas próprias conclusões. Experimente a meditação e veja os efeitos em você. Faça uma vez e perceba como o seu estado geral altera. Se perceber mudanças sutis em você, experimente novamente no dia seguinte. Se não conseguir, faça no outro dia. Tente praticar pelo menos duas a três vezes por semana e depois perceba como você está mudando, como sua mente está se comportando e como seus sentimentos estão se manifestando.

Nos grupos que conduzo, já tive caso de pessoas que com esta prática conseguiram abrir mão de remédios para dormir, outras que conseguiram passar por problemas graves de saúde sem fazer uso de calmantes e tantas outras que aprofundaram em seu próprio autoconhecimento e autoconsciência no dia a dia.

Não deixe de me escrever contando sua experiência. Os contatos estão no meu perfil.

Carolina Senna

Carolina Senna

Sócia-fundadora do Personare e diretora da empresa há 14 anos. Nesta trajetória, passou a entender a fundo as causas e consequências dos grandes males da "vida moderna", como estresse e depressão.