Mindful Eating: meditação para comer com consciência

Com quatro passos, você pode seguir o Diário de Alimentação para harmonização de desequilíbrios comportamentais sobre o ator de comer

Mindful Eating é a aplicação dos preceitos da filosofia da Atenção Plena diretamente na Alimentação. É uma ligação do Mindfulness ao momento da refeição e nas atitudes que temos perante nossa alimentação. Costumo dizer aos meus alunos e pacientes que gosto de “abrasileirar” o nome da técnica Mindful Eating chamando-a de Comer Consciente.

Diversas pessoas estão utilizando esta “Consciência na Comida” em diferentes contextos, seja no Emagrecimento, no controle da Compulsão Alimentar, na redução da Ansiedade e até mesmo na redução de comportamentos de evitação de alguns alimentos. Considero absolutamente natural, vide a eficácia e a praticidade da técnica, mas, acredito que podemos fomentar os benefícios do Mindful Eating em uma perspectiva ainda mais prática. É um patamar da Alimentação Comportamental onde devemos focar o mindset, ou seja, mudar nossos hábitos alimentares, não apenas via estratégias nutricionais, mas, também por estratégias de neurociências e de engenharia comportamental.

Os quatros passos da Diário da Alimentação Consciente

Ao longo da minha experiência clínica percebo que os praticantes de Comer Consciente necessitam de uma “bússola” que o oriente de maneira a favorecer o desenvolvimento e o engajamento com a prática. Baseado nesse contexto, desenvolvi o “Diário da Alimentação Consciente” que pode ser muito útil para aplicarmos o Mindfulness na Alimentação, sendo dividido em:

  1. Data/hora da refeição e o que havia no prato? Determinante para que você saiba em que momento do dia a refeição foi feita e os insumos que faziam parte do prato.
  2. Qual o foco (exercício perceptivo)?: Aqui depende do seu estágio de evolução e o que você está focando no momento de tratamento. O exercício pode ser relacionado a somente estar mais consciente através da respiração diminuindo a Ansiedade, realizar uma ativação sensorial, perceber elementos da mastigação ou sentir mais a deglutição (ato de engolir).
  3. Onde e com quem realizou a refeição?: Aqui você captará mais informações do ambiente o qual esta refeição foi feita sobre quem lhe fez companhia.
  4. O que você fez antes, durante e depois da refeição?: É importante termos essas informações, pois elas ajudarão você a situar-se no espaço e no tempo de variáveis que possam interferir na qualidade da prática do Mindful Eating no cotidiano.

É relevante que você compreenda que, para desenvolvemos uma Alimentação Comportamental, outros aspectos serão necessários para despertarmos na vida, que vão além do equilíbrio do momento da refeição em si. Entretanto, o Comer Consciente por meio destes quatro passos já consiste em uma grande evolução que apresenta significativas possibilidades de ajudar na harmonização de desequilíbrios comportamentais que possamos apresentar perante à alimentação!

MEDITE: Que tal desfrutar agora de um “meditar e comer ao mesmo tempo”? Com seus fones de ouvido, através do MESE (Mindful Eating Sound Experience) sistema que criei com áudios de Mindful Eating, você poderá vivenciar a Experiência da Mastigação. Essa meditação pode ser feita com qualquer tipo de alimento.

Boa Prática! 😉

Marcelo Anselmo

Marcelo Anselmo

Fisioterapeuta e Professor de Educação Física; Mestre em Educação; MBA em Marketing; Especialista em Gerontologia; Certificado em Gerenciamento de Estresse; Especialista em Mindfulness e Mindful Eating. Contato: marcelo@plenitudebemestar.com.br