Virginia Nowicki
Por Virginia NowickiLeia em 3 min.20/05/2019 

Mindful eating: comer consciente é possível

Exercitar a atenção plena durante a alimentação pode mudar a sua relação com a comida

Como é a sua relação com a comida? Os alimentos são fonte de energia e prazer ou você se preocupa demais em contar calorias e convive com sentimento de culpa diariamente? Durante muito tempo, minha alimentação foi guiada por dietas restritivas na busca pelo peso ideal. Resultado? Saía da mesa insatisfeita e ia dormir com fome. Comer consciente era algo que não fazia parte do meu cotidiano.

Minha rotina  alimentar era baseada em contar calorias e tinha o hábito de me pesar assim que saia da cama. Minha vida parecia girar em torno da busca pela magreza. Dessa forma, não poderia ser diferente: a comida passou a ser um problema, uma inimiga!

Restrição alimentar, baixa imunidade e ganho de peso

Essa restrição rígida na alimentação, que parece ser inofensiva em um primeiro momento, afetou a qualidade do meu sono, meu equilíbrio hormonal, aumentou a ansiedade e fez a minha imunidade despencar.

E, da mesma  forma como acontece com 90% das pessoas que se submetem às dietas muito restritivas, assim que ela acabava, adivinhem? Eu engordava tudo de novo. Tenho certeza que muitos leitores vão se identificar com esse “efeito sanfona”.

A questão é que esse ciclo gera frustração, afeta a autoestima e pode desencadear distúrbios como uma compulsão alimentar.

Depois de muito sofrimento, entendi que dietas são pouco eficazes e que não existe uma “fórmula mágica”. Então, descobri no mindful eating algo libertador: não se trata somente daquilo que comemos, mas principalmente a forma como comemos.

Em certo momento, entendemos que é preciso escutar o nosso corpo e ter mais gentileza. Mudar a forma de me relacionar com a comida trouxe maior saciedade e tranquilidade. Assim, fiz as pazes com meu corpo.

Mindful eating: uma abordagem consciente para cuidar do seu corpo

O mindful eating, ou o “comer consciente” é ter atenção plena ao realizar uma refeição. Mas, o que significa isso? É integrar a mente, o corpo e as emoções.

Essa abordagem tem sido adotada por muitos nutricionistas e health coaches quando o assunto é emagrecimento e busca por um estilo de vida mais saudável.

As  práticas de mindful eating nos tira do piloto automático, nos coloca no momento presente e nos permite fazer escolhas melhores, seja durante um almoço, no mercado e até no happy hour com os amigos.

Além de trazer consciência sobre gatilhos que podem estar sabotando sua saúde e seu bem-estar, o mindful eating nos ensina a escutar nosso corpo e, a partir daí, podemos nos guiar pelos nossos sinais internos.

Saiba como começar a praticar o mindful eating no dia a dia

Respire

Não coma quando estiver nervoso ou estressado. Faça algumas respirações. O fluxo do ar entrando e saindo do seu corpo, observe os movimentos do seu abdômen durante a respiração. Procure se acalmar para iniciar as refeições

Evite distrações

Desligue o celular e a televisão. Esteja presente no momento da refeição.

Sem pressa

Você sabia que a digestão começa quando a comida ainda está na boca? A saliva é responsável por ajudar a quebrar as moléculas dos alimentos, além de favorecer uma boa digestão e garantir a melhor absorção dos nutrientes. Por isso, mastigue bem e coma devagar.

Perceba os sabores

Comer consciente é ter uma experiência multissensorial. Perceba a textura dos alimentos, o ambiente, a decoração do seu prato o aroma de cada garfada. Coloque sua atenção até para os movimentos de sua língua. Conecte-se com seus sentidos e desfrute esse momento, sem a mínima pressa e com muito prazer. Esse entendimento faz toda a diferença.

Honre seu corpo e volte a comer com todo prazer que você merece!

Virginia Nowicki

Virginia Nowicki

Encantada pelo poder dos alimentos, Virginia Nowicki é graduada na Health Coach pelo Institute for Integrative Nutrition, em Nova York. Compartilha seus conhecimentos em seu blog (virginianow.com.br) e em seu canal no YouTube.