Logo Personare vertical
Pesquisar
Loading...
Meditação para jovens e adolescentes: como fazer e benefícios

Meditação para jovens e adolescentes: como fazer e benefícios

Prática de Mindfulness pode ajudá-los a criarem mais conexões, a reconhecerem os seus potenciais e regularem suas emoções

Os adolescentes são uma grande potência humana, criativa e emocional. Porém, como ainda estão em formação física e psíquica, ainda precisam de ajuda para enfrentar com tranquilidade esse processo. A boa notícia é que a meditação para jovens, especialmente a Mindfulness, pode ajudá-los na autorregulação e no reconhecimento das suas emoções.

Estar mindful é estar consciente do próprio corpo, da mente, das emoções, das sensações e dos pensamentos com abertura e curiosidade no momento presente. Portanto, é um estado disponível a todos.

Mindfulness não significa meditação, mas a meditação, assim como as práticas de movimentos conscientes, são vias utilizadas para acessarmos este estado.

Neste artigo, entenderemos que a Neurociência explica a importância e os benefícios do Mindfulness e da meditação mindfulness para jovens e adolescentes, além de um passo a passo de como fazer a prática nesta fase da vida e de sugestões de meditações guiadas.

Neurociência, Mindfulness e meditação para jovens

Mindfulness também é considerada uma prática científica de regulação da atenção, inspirada na meditação. É um estado treinável, como uma musculação para o cérebro, a partir das intervenções baseadas em Mindfulness, cultivadas a partir de um conjunto de práticas meditativas.

Sempre que tenho a oportunidade de falar sobre as práticas de Mindfulness para os adolescentes, gosto de clarificar a mente dos leitores sobre o cérebro do adolescente:

  • O cérebro do adolescente começou a ser estudado pela Neurociência apenas na década de 1990. Antes disso, tínhamos apenas um apanhado sobre a parte hormonal do adolescente, de que os hormônios causavam alguns comportamentos.
  • A partir da década de 1990, já com os estudos de ressonância magnética, passamos a entender que as alterações comportamentais vinham da remodelação do cérebro do adolescente. Nesse sentido, a Neurociência define a adolescência como o período entre os 10 e os 25 anos, em virtude das alterações percebidas na ressonância magnética.
  • A Neurociência vem mostrar que o processo de maturação cerebral se completa somente perto dos 25 anos, quando há finalização do neocórtex com a conexão do sistema límbico. Ele sofre remodelação e as conexões neuronais sofrem reorganização.
  • Enquanto a amígdala (parte do sistema límbico) é responsável pela gravação das emoções, o neocórtex é considerado o nosso freio, é ele que nos dá a capacidade de autocontrole e de resolver soluções mais complexas. Por isso, essa fase é de grande intensidade emocional para os adolescentes, que ainda precisam da orientação para parte das suas decisões.

Gosto muito da metáfora de Dan Siegel, que diz que o cérebro do adolescente é uma Ferrari sem freio: uma grande potência humana, criativa e emocional. Porém, ainda precisam dos pais e educadores como bons copilotos nesse processo para uma vivência com mais plenitude com essa idade.

A boa notícia é que a prática de Mindfulness pode ajudar os adolescentes a criarem mais conexões entre o córtex pré-frontal e a amígdala, o que os ajuda a reconhecerem os seus potenciais e regularem suas emoções.

Por que começar a meditar quando jovem

O nosso cérebro vai sendo modificado ao longo de toda vida, porém, na adolescência ele é extremamente neuroplástico, ou seja, a capacidade de aprendizado é potencializada.

Pais e educadores precisam abrir caminhos neste processo. É uma fase de experimentação da vida. Fase de potência vital e o início da descoberta pela vocação.

E o que isso tem a ver com as práticas de meditação e Mindfulness na adolescência?

Nos protocolos de Mindfulness para lidar com estresse na adolescência, trabalhamos também estratégias para o desenvolvimento da neuroplasticidade positiva, que é o processo em que conexões neurais mudam em resposta à experiência, particularmente no que se refere a experiências prazerosas e positivas.

Então, além de desenvolverem a capacidade de se autorregularem emocionalmente, a meditação pelo jovem ajuda nesse novo “desenho” de um cérebro mais positivo. Não que as situações ruins não aconteçam, mas as memórias de aprendizados de bem-estar os ajudam a lidarem melhor com o estresse.

Benefícios da meditação para jovens

Entre os muitos benefícios da meditação estão:

  • Desenvolvimento do foco
  • Autorregulação emocional
  • Diminuição da ansiedade
  • Manejo do estresse
  • Ajuda a lidar melhor com impulsos reativos
  • Ganho de confiança no corpo e consciência corporal
  • Aprimora a capacidade compassiva do adolescente

Como iniciar a prática com adolescentes

Como disse no início do texto, gosto muito de trabalhar com os adolescentes abrindo caminhos. É de grande importância que os educadores e pais estimulem seus filhos a buscarem caminhos para o cultivo do bem-estar, tais como: exercício físico, prática de yoga, meditação, terapia (se necessário)…

O autocuidado e a saúde emocional precisam estar na agenda do adolescente.

Claro que os pais, para oferecerem isso para os filhos, precisam buscar primeiro para si mesmos. O adolescente se conecta conosco quando somos não-julgadores, amorosos e autênticos com as nossas falas e com o que ensinamos.

Meditação para jovens: como fazer

Procure seguir esse passo a passo super simples:

  1. Sente-se em uma posição relaxada e confortável

  2. Escolha algo para focar sua atenção; pode ser a sua respiração, todo o seu corpo (o apoio do corpo com a cadeira) ou os sons ao seu redor.
  3. Digamos que você decida se concentrar na respiração. Respire normalmente enquanto simplesmente nota a sua respiração. Se você quiser, pode fechar os olhos. Conforme você inspira e expira, apenas percebendo cada respiração. Notando de forma intencional, sem esforço
  4. Perceba quando sua mente dispersar a prestar atenção à sua respiração. Talvez você comece a pensar no que tem para o almoço, no campeonato de futebol ou aquele TikTok engraçado que alguém te enviou. É a sua mente vagando e se distraindo. É natural, as mentes fazem isso o tempo todo!
  5. Sempre que notar que sua atenção se desviou, note gentilmente novamente a respiração. É assim que você treina sua atenção
  6. Continue respirando e notando a sua respiração. Volte aprestar atenção da inspiração e expiração toda vez que sua mente divagar. Tente fazer isso por 3 a 5 minutos.

Se for um grande desafio isso e se o jovem queria aprofundar é recomendado procurar um instrutor especializado em adolescentes capacitados.

Meditação guiada para jovens

Vou deixar aqui para vocês outros áudios com sugestão de práticas para jovens.

Prática dois pés e uma respiração

Sugerimos para o adolescente fazer entre uma tarefa e outra:

Prática de atenção plena ao corpo

Meditação bem curtinha e ideal para jovens mais ansiosos, que tem como desafio o foco principal na respiração:

Olá, essa matéria foi útil para você?
Fernanda Miguez

Fernanda Miguez

Instrutora Sênior em Mindfulness pela Mindfulness Trainning International (MTI) e Mindfulness-Based Stress Reduction for Teens (MBSR-T), professora em Cultivating Emotional Balance. Idealizadora do projeto Potência Teen, voltado à saúde emocional de adolescentes e jovens adultos. Saiba mais