Pesquisar
Loading...

Como superar um trauma amoroso

Entender como superar um trauma amoroso pode ser difícil, mas é possível se libertar e construir novas histórias por meio de passos simples

Você já passou por algum término de relação que deixou marcas profundas? E sente que essas feridas nunca irão cicatrizar? Calma, você não está sozinho! Por mais que seja uma grande batalha, é possível seguir em frente e vencer os traumas. Mas como superar um trauma amoroso?

Então, muitas pessoas passam por separações, divórcios e namoros que não dão certo e experimentam algumas sensações como: 

  • Culpa pelo término;
  • Falta de valorização por não conseguir manter o relacionamento;
  • Sentimento de rejeição; 
  • Medo de ficar sozinho e não conseguir se entregar novamente;
  • Não sabe viver por si mesmo;
  • Não conseguir esquecer o ex. 

Como superar um trauma amoroso

É importante entender que se você encerrou um relacionamento e identificou estar vivendo alguma das situações citadas acima, possivelmente está energicamente aprisionado.

Na prática, esses traumas e sentimentos como mágoa e ressentimento criam conexões e podem esgotar sua energia mesmo que você não perceba.

A seguir, veja três passos para se libertar, se perdoar e, portanto, seguir em frente para construir novas histórias:  

Identifique o que está sentindo 

O primeiro ponto para superar um trauma após o término do relacionamento é focar inteiramente em você. E esse movimento não tem a ver com questões existenciais, mas sim, identificar o que você está sentindo independentemente do outro. Assim, é possível listar e entender melhor esses sentimentos – e o que pode estar por trás deles.  

Aí entra sua história de vida, aspectos da infância, do relacionamentos com pais e amigos e as experiências que já encarou. Não que seu passado justifique o que você está vivendo agora.

No entanto, esse olhar consciente para sua própria trajetória ajuda a se livrar de uma vez por todas de repetições de comportamento que não são saudáveis. 

Você precisa se reconhecer nessa jornada. Sabia que 95% do que você sente está armazenado, escondido e trancado no seu subconsciente? Compromissos, votos, sonhos, idealizações, ou seja, tudo está conectado com esses registros.

E é justamente aí, portanto, que começam os conflitos. A mente não consegue saber o que é ou não verdadeiro, daí vem a autossabotagem e a dificuldade de encerrar e aceitar o término. 

Recupere a sua energia 

Outro passo essencial é a troca energética que você e o ex criaram juntos. Esses fluídos ficam como elos e são alimentados por memórias, sentimentos e emoções.  

Você é até capaz de perceber quando a outra pessoa está passando por desafios, ou seja, é a famosa “ligação”.

Por isso, há a necessidade de levar a sério esse rito de devolver o que não é seu e recuperar o que é seu nessa relação. Tente não alimentar esses pensamentos focados na outra pessoa, por mais difícil que seja. É uma prática essencial para se fortalecer novamente.

Cuide de si e perdoe-se 

Pode parecer desafiador olhar para você e se perdoar quando está magoada. Mas uma dica é fazer esse exercício que explico logo abaixo. Pode ter certeza que, independentemente de sua história, você se sentirá melhor. Então, permita-se participar desse processo! Vamos lá: 

  1. Encontre uma posição confortável, feche seus olhos e relaxe. Aos poucos, volte no tempo em quando você era criança.  
  2. Observe como você era, o que fazia e como reagia. Assim, veja a leveza e beleza com tudo que você era capaz de pensar e criar.  
  3. Esteja disposta a abraçar sua criança e diga o quanto ela é amada. Portanto, permita-se receber esse amor. Peça perdão e a perdoe. Fale para ela viver e buscar a alegria.  
  4. Reconcilie-se com você, guarde essa imagem e a ame mais do que tudo. Amplie essa conscientização para além desse tempo, desse espaço, dessa dimensão e dessa realidade. 
  5. Agora, volte para o presente com mais fortalecimento, preenchimento e, por fim, coloque alvo naquilo que você quer criar daqui para frente. Você pode se amar mais? É capaz de abrir mão do passado para construir um presente mais leve e um futuro que realmente deseja.
C a l R ů t y

C a l R ů t y

C a l R ů t y é Facilitadora de Access Consciousness, o que inclui Barra de Access, Facelift, Fundamento e mais de 80 processos corporais. Dedicada disseminar saúde e bem-estar, fundou em 2009 o Espaço Harmozen.

Saiba mais sobre mim