Solidão na multidão: como evitar

Saiba como reduzir a dificuldade em estabelecer vínculos afetivos

Saiba como reduzir a dificuldade em estabelecer vínculos afetivos

Confesso que no último Natal me surpreendi com a quantidade de cartões virtuais e, principalmente, impessoais, que recebi. Textos copiados e repassados para várias pessoas ao mesmo tempo. Mensagens tipo mutirão. Na ânsia de falar com um milhão, acaba-se não falando com ninguém.

Reflexo de um mundo cada vez mais corrido, assoberbado de tarefas? Falta de tempo, dizem. Será? Ou será a incapacidade ou a falta de preocupação em criar e -mais ainda- manter relações próximas e profundas?

Percebo que cada vez mais há pessoas que se deixam engolir pelo turbilhão da vida. Mas também convivo com várias outras que, como eu, valorizam muito uma cartinha, um e-mail carinhoso, um telefonema amigo. Um contato que se mostre especial, cuidadoso, pessoal.

Vários clientes meus queixam-se de um sentimento de solidão profundo mesmo tendo um caderno de telefones recheado de contatos. Como uma paciente que, de maneira tradicional, enviou cartões de Natal pelos Correios e, praticamente, não recebeu resposta. “Por que eu ainda me surpreendo com a falta de atenção e insensibilidade dos outros quando sei que, infelizmente, é assim que a maioria das pessoas age hoje em dia?”, ela me disse.

Mas é possível não se deixar consumir pela falta de tempo e investir em laços afetivos mais fortes. Como já dizia Vinicius de Moraes, “a vida é a arte do encontro embora haja tanto desencontro pela vida”. Para não nos sentirmos tão isolados, precisamos de trocas fraternais, de envolvimentos mais atenciosos. Os florais podem ajudar a aumentar nossa capacidade de fortalecer vínculos e a abrandar a sensação de “solidão na multidão”.Confira a seguir:

  1. Mallow (Califórnia)- quando alguém tem dificuldade em compartilhar seu coração com os outros, criando distanciamento. Traz abertura social e a construção de relacionamentos calorosos e acolhedores, permitindo a troca amorosa com os outros.
  2. Yellow Star Tulip (Califórnia) – a compreensão e a empatia são a maneira positiva de combater o egoísmo ou a postura de quem pouco se interessa pelos outros. A essência faz brotar a percepção de que é preciso olhar em volta, tornando a pessoa mais receptiva aos sentimentos alheios e atenta e interessada no outro.
  3. Sweet Pea (Califórnia)- indicada para pessoas com dificuldade de integração. Perder o medo do compromisso social ou afetivo e aprender a se estabilizar, criando raizes e vínculos é a mensagem desta flor.
  4. Wedding Bush (Austrália)- para quem enfrenta obstáculos para comprometer-se. Esta essência atua beneficamente quando é preciso fortalecer os vínculos, especialmente nos relacionamentos afetivos.

Nota importante sobre a escolha dos florais:

A automedicação de florais parece bem fácil. A pessoa procura por palavras-chave e escolhe as essências. Você não precisa se identificar com 100% das características de uma essência para tomá-la. Eles não apresentam contra-indicação, mas para fazer a escolha correta é preciso conhecer os sistemas florais e, ao mesmo tempo, ter capacidade de perceber claramente as questões pessoais ou das pessoas próximas, o que nem sempre é simples. Por isso, um profissional capacitado é sempre a melhor opção.

Carolina Arêas

Carolina Arêas

Iniciou sua formação como terapeuta floral através do Healing Herbs, da Inglaterra, estudando as essências de Bach. Também trabalha com Reiki nível II e massoterapia ayurvédica, e é co-criadora do projeto "Word Rocks".