Equipe Personare
  • Por Equipe Personare
  • Leia em 2 min.
  • 01/11/2016
  • Atualizado em 27/07/2020 às 14:43

O que é a orientação no Tarot?

Método orientativo analisa o momento de quem joga e mostra as melhores decisões a tomar | Glossário Personare

O que é a orientação no Tarot?

 

As abordagens mais procuradas no Tarot têm como base a previsão, mas nem sempre os oráculos são consultados para saber o futuro. Muitas vezes, o consulente, ou seja, quem consulta esse oráculo, busca apenas um encaminhamento. Esse método sugere ação, é um aconselhamento sobre como tomar melhores atitudes acerca de uma pessoa específica ou uma circunstância.

Dependendo do contexto em que a pessoa se encontra, a orientação pode acabar valendo mais do que uma previsão, e para tal será necessária apenas uma carta. É importante que o consulente formule a sua pergunta com clareza e objetividade e diga-a em voz alta antes de tirar a carta, para que haja coerência entre a sua solicitação e a resposta do oráculo.

Tiragem pode ser feita com Arcanos Maiores ou Menores

Nas tiragens voltadas para a orientação em que os Arcanos Maiores sejam usados, o que deve pautar a interpretação são as imagens apresentadas pelas cartas.

Exemplo: a carta d’A Morte no enfoque orientativo, por mostrar uma figura destituída de vida (ou seja, pertence ao plano imaterial e está fora do controle humano ou ultrapassa a compreensão comum acerca do que é terreno) segurando uma arma cortante e sugerindo que a usará, aconselha que o mais indicado a fazer é “cortar” alguma situação, romper com algo ou alguém, por mais emocionalmente doloroso que possa ser. É uma atitude difícil, mas benéfica, que precede uma melhora.

Quando os Arcanos Menores  são usados, deve-se ter como base seus atributos clássicos.

Exemplo: o Pajem ou a Princesa de Ouros é um arcano que indica pouca experiência, mas curiosidade para mergulhar em um mundo de possibilidades materiais à frente. A orientação é a de tirar as ideias do papel, estudar e colocar em prática maneiras criativas de empreender ou investir.

Para que serve o Tarot?

Tendo em mente a ideia de que o Tarot é um arcabouço de símbolos, é fácil perceber que ele funciona, basicamente, como a representação de situações ou pessoas. No enfoque da previsão, ele serve para prever o futuro, analisar acontecimentos passados e avaliar o que está em jogo no presente, mas sempre dependendo do contexto em que for utilizado. Já o enfoque da orientação analisa as cartas associando-as a estágios em que nós nos encontramos em certo momento e como podemos resolver problemas, tomar atitudes certas e aproveitar o que é importante.

Ler o Tarot é projetar o que queremos saber a respeito de um momento, situação ou pessoa, representando o objeto e definindo seu rumo ou a atitude mais prudente em relação a ele. Conheça aqui os jogos de Tarot disponíveis no Personare.

Nossos especialistas

Leo Chioda é escritor, tarólogo e especialista do Canal Tarot do Personare. Dedica-se a palestras sobre este oráculo, a pesquisas históricas sobre as cartas e à prática da leitura de imagens. Atualmente, ministra o Curso Online de Introdução ao Tarot. Para saber mais informações, clique aqui.

Alexey Dodsworth é astrólogo há quase 30 anos, membro da MENSA, autor das análises de Astrologia, Tarot e Runas do Personare e cursa doutorado em Filosofia e Ética em Veneza.

Giane Portal estuda Astrologia e Tarot desde 1994, nos quais tornou-se especialista.

Zoe de Camaris é formada em Letras pela PUC-Paraná e pós-graduada pela UFOP-MG. Após começar a estudar Tarot como autodidata, em 1984, fez diversos cursos no Rio de Janeiro e em Curitiba.

Olá, essa matéria foi útil para você?
Equipe Personare

Equipe Personare

Nós, da equipe Personare, também estamos em um processo constante de conhecimento sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre as relações humanas. Saiba mais