Vanessa Tuleski
  • Por Vanessa Tuleski
  • Leia em 3 min.
  • 09/10/2018
  • Atualizado em 23/10/2018 às 18:07

Lua Nova em Libra traz forte temática ligada a relacionamentos

Lunação de 09/10 a 07/11 de 2018 indica momento de repensar e revitalizar relações

O dia 09 de outubro de 2018, às 00h46 do horário do Brasil, é o início da Lua Nova em Libra. Essa lunação vai atuar até 07/11, abrangendo o segundo turno das eleições no Brasil.

Lua Nova em Libra traz forte temática ligada a relacionamentos

A Lua Nova gera um Mapa Astral com inclinações gerais que duram cerca de 30 dias, período denominado de lunação. Conhecê-las ajuda a compreender as temáticas que irão predominar durante o espaço de um mês, para si mesmo e para pessoas próximas, levando a aproveitar melhor este período. Essas são tendências coletivas, que podem ser sentidas tanto por você como por pessoas próximas. Para entender também as suas tendências particulares, após a leitura consulte seus trânsitos lunares personalizados, no Horóscopo Personare.

Foco do mês: relações

Libra é o signo da beleza, estética, harmonia, justiça, mas principalmente das relações, que são o destaque deste mês, mas não sem tensões e/ou reformulações.

O primeiro sinal disso é que a Lua e o Sol quadram Plutão, aspecto que pode fazer emergir os problemas e/ou pontos fracos dos relacionamentos, bem como a necessidade de reformulação.

Este Plutão está muito reforçado, colocado exatamente sobre o Descendente, ponto que rege os relacionamentos. Há potencial, assim, para finalizações, transformações, mas também para conflitos. 

Problemas de ego podem se interpor nas relações, gerando fortes disputas. Como estamos em época de eleição, é preciso tomar cuidado para não se desentender, seja pessoalmente ou nas redes sociais, por motivo de preferência política. Plutão na Casa 7, do outro, também pode sinalizar que a pessoa parceira pode estar passando por uma crise e/ou envolvida em um processo de transformação.

Relacionamentos levam a reflexões

Um outro fator ligado a relacionamentos, Vênus, ocupa o sigo de Escorpião, onde denota intensidade para as relações, ao estilo “ame ou deixe”. Também está retrógrado, o que reitera ser este um momento de repensar relações, se estamos satisfeitos, se o outro está, o que estamos dando, recebendo, enfim, como vai indo o equilíbrio. Porém, é preciso alertar para o excesso disso, que é o desejo inconsciente de ter perfeição nos relacionamentos ou de esperar isto do outro.

Vênus também quadra Marte, podendo indicar conflitos entre desejos e vontades, entre o anseio por uma união profunda (Vênus em Escorpião), mas também por liberdade (Marte em Aquário). Nas relações afetivas recentes, pode indicar que uma das pessoas anseia por compromisso e a outra por sexo, ou, mesma, que ambas se sentem divididas entre estas duas necessidades.

Os dois planetas fazem aspecto com Urano, o que novamente coloca impacto nas relações e pode trazer novos rumos para elas, sejam de parceria, sociedade, amizade ou outras. Também é preciso atentar para o individualismo e/ou egoísmo podendo prejudicar os relacionamentos, mas o outro pólo, o de encobrir insatisfações e agir para agradar, também pode fazer emergir conflitos internos. Será preciso, assim, encontrar um meio termo, a famosa “balança” que tem a ver com uma lunação em Libra. Vênus/Marte também pode indicar chance de se ser grosseiro ou agressivo nos contatos, sendo que o correto seria atuar de forma firme, delimitando o que se quer e negociando, mas não agressiva.

A importância do diálogo

A Lua nova ocorrendo na Casa 3, do diálogo, fala da importância das conversas, e, por estar em Libra, de tentar se colocar no lugar do outro e se preocupar com maneira de pontuar algo, sendo um signo que lida com a diplomacia e seus desafios. Mal usada, a combinação Sol/Lua/Plutão envolvendo a Casa 3 pode ser agressiva verbalmente ou então impositiva, que é quando se tenta forçar o outro a ver algo da forma como enxergamos.

Se forem bem usados, Sol e Lua na Casa 3 ajudam a tentar entender outros pontos de vista e procurar novos ângulos. Também fala de um mês bom para aprender, conversar, trocar, diversificar. Além disso, uma lunação libriana também diz respeito a muita ponderação, às vezes indecisão, e temas ligados à justiça e ao que é melhor de ser feito. Tudo isto vai desafiar bastante o nosso plano mental (regido pela Casa 3), mas também pode ser um mês de aprendizado e novas conclusões.

Ascendente em Câncer: apegados e sensíveis

Além da grande ênfase nas relações em geral, os vínculos mais próximos, a casa e a família também ganham relevância, com o signo de Câncer no Ascendente. Há tendência a se procurar por segurança e a se defender aquilo que se considera importante.

Este Ascendente traz à tona assuntos envolvendo casa, família ou, ainda, sentimentos. Nossa atitude (Ascendente) tende a estar mais sensível, empática, protetora (Câncer). Mas lembre-se que este mapa de lunação é intenso, então há outros lados menos suaves. Além disso, mal utilizado, o signo de Câncer faz com que as pessoas fiquem cegas emocionalmente e reativas.

A Lua, regente de Câncer, está na Casa 3, ligada a tentar entender, refletir e até precisar conversar com outras pessoas sobre o que nos aflige, mas também sobre o que nos nutre e o que é importante para nós. A comunicação, assim, é um dos grandes focos. A relação com irmãos, parentes e vizinhos, também remete a esta Casa e pode haver fatos positivos, como aproximações e trocas, mas também diferenças a resolver.

Convívio com estímulo

Na Casa 4, da família e do convívio mais próximo, os planetas Mercúrio e Vênus indicam um potencial para diálogo, trocas, lazer e bons momentos. Mas, como tudo nesta lunação, talvez também entrem em pauta a necessidade de algumas mudanças, já que Mercúrio e Vênus se opõem a Urano, aspecto que também podem significar questionamentos, como, por exemplo, os que os filhos adolescentes fazem aos pais. De todo modo, com Mercúrio e Vênus nesta Casa, há uma tendência que a vida íntima e/ou familiar seja animada, com a busca por lazer, entretenimento, eventos e passeios, ou receber pessoas em casa. Ficar em casa pode ser prazeroso, mas bem cercado de estímulos.

Mudanças de rumos

Urano na Casa 10 impõe mudanças para autoridades ou vinda de autoridades, gestões e governos. No contexto eleitoral, promete um mês agitado e, da mesma forma que com Urano no Fundo-do-Céu do mapa de lunação anterior, surpresas e mudanças, que naquela lunação se refletiram claramente nos resultados do primeiro turno. Então pode-se pensar em um mês de demissões, contratações e de novos rumos de vida sendo tomados ou de mudanças em alguns caminhos. Urano também abre espaço para modernizações no âmbito do trabalho e chegada de novos dirigentes. Em contexto eleitoral, tende a privilegiar candidatos que se alinhem, de alguma forma, com o novo (Urano).

Bastante trabalho, mas chance de produtividade e eficiência

Saturno na Casa 6, da rotina, saúde e trabalho, tende a muitas tarefas responsabilidades no dia a dia, e requer organização. Contudo, se soubermos como traçar rapidamente prioridades, como pede o contato favorável deste planeta com o dinâmico Urano, podemos conseguir dar conta do recado e alcançarmos eficiência. De quebra, este posicionamento favorece boas ações para a saúde, como voltar a praticar uma atividade física e/ou melhorar a alimentação.

Desafios nas relações, mas amor profundo e expandido

Apesar dos desafios nas relações, que nos levarão a repensar muita coisa já alguns dias antes da lunação, Júpiter se encontra na Casa 5, expandindo o amor, seja ele romântico, pelos filhos ou por algo que se curta. Favorece esportes, hobbies e um lazer mais animado. Pode indicar um momento mais confiante e expansivo para os filhos.

Nos relacionamentos afetivo, Júpiter em Escorpião pode trazer sentimentos profundas e muita atração e, junto com Marte na Casa 7 pode indicar iniciativas junto com o parceiro, para sair, inovar, romper a rotina. Mas é bom lembrar que Marte também pode ser brigão e individualista, conforme alertado em tópicos anteriores.

Fé na crise

Netuno ocupa a Casa 8, ligada a crises. Este posicionamento indica que crises podem ser suavizadas com fé, esperança, meditação, espiritualidade, suavidade e empatia, que são fatores de Netuno. Há um belo aspecto deste planeta com Vênus, trazendo inspiração para os relacionamentos.

Também favorece trabalhos de cura, ligados a Casa 8, mais suaves e/ou não verbais, como arteterapia, musicoterapia e terapias silenciosas, lembrando que o outro, em uma lunação de Libra, na forma de um terapeuta ou aliado, pode nos ajudar muito e nós a ele, por isto é tempo de se abrir para os relacionamentos, mesmo com todos os desafios naturais e aqueles trazidos por esta lunação.

Olá, essa matéria foi útil para você?
Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski mora no RJ e dá consultas astrológica-terapêuticas pessoalmente ou à distância, focando no que o céu tem a dizer, mas também no que o livre arbítrio pode fazer. Saiba mais