Pesquisar
Loading...

Previsões do Tarot para junho de 2022

Perseverança e paciência serão necessárias para as áreas do amor, trabalho, saúde e espiritualidade em junho

Depois de A Torre, vem a bonança? Na ordem dos arcanos do Tarot, talvez, porque temos a Estrela, arcano XVII que se segue à Torre. Na vida, nem sempre os bons tempos chegam imediatamente após a tempestade, representada pela Torre, carta do mês de maio. As previsões do Tarot para junho de 2022 trazem O Eremita – com uma energia bem diferente da jovem estelar.

Neste mês, a lentidão e a análise aprofundada do ancião aparecem na carta de número IX do Tarot, iluminando o próprio caminho em busca de consciência. 

O velho Eremita (saiba mais aqui), apoiado em seu cajado, segue sua jornada passo a passo, sem pressa, vendo cada detalhe de sua trilha conforme o caminhar, já que sua lanterna pequenina não ilumina tão longe assim. 

Assim seremos nós neste mês de junho, segundo o Tarot e seu velho sábio, aprendendo a cada passo, através da experiência, como será o próximo momento. Com muita paciência e persistência, vamos superando as perdas e dificuldades da Torre. Vamos lentamente identificando os aprendizados para limpar o terreno para um novo plantio.

A seguir, veremos as previsões do Tarot para junho de 2022 nas áreas de trabalho, dinheiro, saúde e espiritualidade. Mas se você tiver alguma questão pontual, o Tarot Direto (experimente aqui) ajuda a encontrar o melhor caminho, de forma objetiva, para a sua pergunta.

Previsões do Tarot para junho: Eremita e o tempo como grande aliado

O Eremita nos ensina que o tempo pode ser nosso grande aliado se soubermos esperar o momento certo para tudo. 

Para quem esperava um grande salto depois da Torre, em maio, agora, a gente tem de arrumar a casa com calma. Isto simboliza que ainda teremos tanto na economia como na política passos lentos na direção de melhorias e na tentativa de arrumar o que foi desgastado anteriormente. 

Estamos no meio de um processo de busca de saídas. Vemos como há uma tentativa de amenizar a questão dos combustíveis e da inflação. Na verdade, muita coisa ainda precisa ser feita para sairmos da crise econômica. 

Aos poucos, a indústria cultural, por exemplo, está retomando seu público e, ao mesmo tempo, vemos o crescimento de novos casos de Covid-19.  O seguro morreu de velho, já dizia o ditado. Teremos que exercitar a prudência do Eremita. 

Além disso, a carta de junho nos mostra um personagem sujeito às intempéries do tempo e associada ao inverno. Temos, então, a possibilidade do surgimento de ainda mais dificuldades relacionadas ao clima. Veja aqui dicas para lidar com a onda de frio e proteger o corpo e a energia.

No próximo mês, certamente teremos mais novidades, descobertas e clareza sobre o que fazer. O Eremita pode favorecer as descobertas da ciência, a visão de pessoas mais experientes, fortalecendo a opinião de especialistas, que (se ouvidos) podem ajudar a encontrar novas ideias para a melhoria em diversos setores.

Os conselhos do Eremita para obter o melhor do seu mês

  • Se paciência é fundamental em tempos de Eremita, saiba que você terá de pensar duas vezes antes de tomar atitudes precipitadas ou baseadas em poucas informações embasadas. Mantenha a calma e aguarde o tempo das coisas.
  • Se você for uma pessoa muito ansiosa, a primeira dica é investir em técnicas que trabalhem o estado de presença e autoconsciência, como essa meditação para ansiedade aqui. Para quem tem dificuldade em meditar, recomendo manter o estado de atenção completa em cada ação e atitude do seu dia a dia. Em qualquer simples tarefa, esteja sempre presente no que faz. Tente silenciar os pensamentos. 
  • O Eremita fala de um mergulho em si. Que tal investir em autoconhecimento? Voltar-se para as questões internas que geram incômodo buscando suas causas pode ajudar. 

Previsões do Tarot para o Amor em junho

Em primeiro lugar, convido vocês a experimentarem aqui o Tarot do Amor, que traz conselhos individuais para o momento de vida de cada pessoa.

Para os que estão em um relacionamento, vale dizer que não é um momento muito caloroso. Aqui, temos duas possibilidades: 

  • O seu relacionamento pode ter chegado a um ponto de maturidade interessante, em que os dois se conhecem muito bem e alcançaram um ponto de equilíbrio na relação. 
  • Ou vocês estão num momento cada um na sua (que pode ser super saudável), mas que, em exagero, pode gerar uma esfriada na relação. Verifique em que ponto está e faça os ajustes.

Para os que estão solteiros, o Eremita não é muito animador, porque trata do tema da busca solitária como ninguém. Mas reserve este momento para mergulhar em si e nas suas necessidades emocionais mais prioritárias, a se conhecer profundamente. Será maravilhoso para atrair o seu grande amor. 

Para quem não tem interesse num relacionamento, é um momento de busca interior, de entendimentos profundos e de autoconhecimento. É uma boa hora para questionar o que a solitude significa para você. 

Se você quiser ajuda com questões de amor, veja aqui as consultas do Personare para trabalhar bloqueios na sua vida amorosa, superar desafios afetivos e encontrar equilíbrio nas suas emoções. 

Previsões para o Trabalho

Para quem procura um emprego, o Eremita pede mais paciência, pois é uma carta que simboliza justamente a busca. Porém, não desanime. O Eremita não para de caminhar, devagarinho ele mostra com sua lanterna o caminho a ser percorrido.

Para quem está empregado, você pode sentir os processos um pouco mais lentos ou interrompidos por questões alheias à sua vontade. As coisas podem estar devagar, porém não estão totalmente estagnadas – acredite no movimento que está acontecendo. 

Busque aprender com a experiência e, inclusive, você pode ensinar aos demais como fazer. 

Para todos, pode ser um bom período para contar com a ajuda de algum mestre que mostra a direção certa, onde ir, o que fazer, com quem falar. Fique atento aos mais velhos.

O Tarot e sua saúde em junho

Neste mês, chegamos ao inverno, por isso aumentam as possibilidades de doenças associadas ao frio e à mudança de temperatura. Vale ficar mais atento às viroses e doenças respiratórias e, claro, previna-se, pois a pandemia não acabou. Veja aqui 5 segredos para cuidar da imunidade diariamente.

Além disso, é claro que devemos citar as doenças que surgem com a idade do Eremita, problemas associados aos músculos e ossos podem ser uma questão para algumas pessoas. Observe tudo que surge com o desgaste do tempo. 

Outras pessoas podem ter questões mais associadas ao estado psicológico em aspecto negativo do Eremita, a solidão, melancolia ou certa tristeza, excesso de perfeccionismo, cansaço mental. Observe-se e busque ajuda profissional sempre que necessário. 

O Eremita e a Espiritualidade

O Eremita sem dúvida nos mostra a figura de um buscador. O que ele procura? Parece se afastar de tudo e de todos indo ao encontro do silêncio profundo que revela seu próprio Eu. O nosso ancião andou por muitas trilhas desconhecidas buscando a si mesmo. 

Embora sempre seja interessante a presença de um/uma mestre ou guru quando estamos no caminho espiritual, ele ou ela nunca percorrerá o caminho por nós. Somos nós, solitariamente, que percorreremos as estradas cheias de vales e montanhas do nosso autoconhecimento.

Sendo assim, aproveite o mês de junho para se reconectar com seu próprio caminho e mestria. Só você sabe os desejos de seu Eu interior. Negá-los costuma custar muito caro.

Eu gosto muito de um exercício ensinado por Louise L. Hay. Veja como fazer:

  1. Faça uma lista começando sempre com a frase “Eu deveria…”, escrevendo tudo aquilo que nós achamos que deveríamos fazer em nossa vida. 
  2. Depois disso, pergunte a cada item da lista: por quê? Geralmente, as respostas aos porquês são surpreendentes, pois os comandos vêm mais de fora do que de dentro. Da família, da sociedade, do chefe, e não da própria pessoa. 

Vale experimentar e descobrir porque você está escolhendo certos caminhos e quem é que manda nas direções de sua jornada. 

Bela Medeiros

Bela Medeiros

Taróloga, astróloga, reikiana, terapeuta de Cura Interior (Alinhamento Energético) e de outras técnicas holísticas. Realiza o trabalho de facilitadora de Ho'oponopono para grupos há seis anos. Acredita que, com esta e outras técnicas, é possível melhorar a vida em todos os aspectos e, assim, deixar um mundo melhor para as futuras gerações.

Saiba mais sobre mim