Pesquisar
Loading...

Japamala: o que é e como meditar com o colar

Repetição de mantras com Japamala aumenta o foco, reduz a ansiedade e te conecta

A repetição de mantras é uma técnica muito poderosa, que nos ajuda a elevar a consciência espiritual e acalmar a mente. Para ajudar nesse processo, o Japamala, um cordão que geralmente é composto por 108 contas, é comumente usado por praticantes de Yoga, budismo e hinduísmo para facilitar a concentração e a repetição de um mantra.

Neste artigo, entenderemos o que é o Japamala, por que ele normalmente tem 108 contas e como usar o colar para meditar.

Japamala: o que é

A palavra Japamala está em sânscrito, uma língua clássica indiana utilizada para transmitir conhecimento espiritual. Sendo que Japa significa “sussurrar repetidamente”, e Mala significa “guirlanda”.

Japamala

Este cordão pode ser feito de vários materiais naturais. O mais utilizado pelos hindus é a semente de rudraksha, considerada sagrada na Índia e também chamada de “lágrima de Shiva”.

Mas ela também pode ser feita de madeira, material muito utilizado pelos budistas, assim como de osso, cristais, entre outros.

O que todo Japamala tem em comum são as 108 contas. Mas por quê?

O respeitado professor espiritual Swāmi Dayānanda Saraswatī explica que o sânscrito tem 54 letras no total, elas emitem 54 sons ascendendo e 54 sons descendendo.

Com isso, no total temos 108 nomes sagrados ou nomes de Ishvara. Segundo o sistema filosófico do Vedanta, Ishvara é o criador do universo e responsável pelo seu funcionamento.

Meditação com Japamala

O cordão de 108 contas vai ajudar você a repetir 108 vezes um mantra. Usando o Japamala, você consegue focar na entonação e no significado do mantra em si, ao invés de se preocupar com a contagem.

Durante a repetição do mantra, podem aparecer vários tipos de pensamentos. O que fazer?

Deixe os pensamentos acontecer num segundo plano, como o fluxo constante de um rio, e mantenha o mantra no primeiro plano como foco da sua prática.

Lembre que não é indicado interagir ou controlar os pensamentos, é bem melhor treinar o desapego deles.

Assim como a prática de mantras, a meditação com Japamala pode ser usada como ferramenta poderosa para acalmar, centrar, curar e ajudar na evolução espiritual e do autoconhecimento.

Como usar o Japamala

No vídeo a seguir, explico os detalhes e as regras para usar o Japamala. Mas basicamente as orientações são as seguintes:

  • japamala dedo médioSegure o cordão com o dedo médio e, com ajuda do polegar, faça o movimento de passar as contas a cada repetição do mantra
  • Não use o dedo indicador, ele não deve tocar o cordão ou mala
  • Não utilize a conta central ou cabeça do Guru, nem passe por cima dela contando
  • Evite que o cordão toque o chão
  • Sincronize a repetição do mantra com o passar das contas
  • Repita o mantra mentalmente ou sussurrando em voz alta
  • Se quiser uma sugestão de mantra, veja o video
  • Guarde o seu Japamala no seu altar ou em um lugar especial, como uma caixinha de madeira.

Como energizar seu Japamala

Você mesmo pode construir a seu próprio Japamala. Mas caso não consiga, você pode comprá-la em lojas especializadas – na internet há muitas delas!

Assim que a receber, faça uma energização do Japamala que agora é sua e preferencialmente deve ser usada apenas por você.

  1. Sente-se em um local limpo e calmo, de preferência no seu cantinho de meditação com seus cristais, vela e incensos
  2. Respire fundo 3 vezes, se concentre e peça sabedoria e intervenção superior durante todo o processo
  3. Se você já tiver algum mantra que goste, repita-o enquanto estiver energizando o Japamala
  4. Use um incenso para transmutar a energia do cordão, passando-o em volta do seu Japamala enquanto escuta ou canta o seu mantra favorito
  5. Ao finalizar, deixe o Japamala com muito carinho no seu cantinho especial
  6. Lembre que seu Japamala vai ficando com a energia espiritual de cada meditação. Por isso, quanto mais usar, mais poderoso ele fica.

Namaskar e boa meditação!

Gunatiita

Gunatiita

Gunatiita

Fundadora da escola UNA MEDITAÇÃO, professora de Yoga do Museu do Amanhã do RJ, idealizadora do maior evento de meditação o Rio Desperta.

Saiba mais sobre mim