Brincadeiras de criança para relaxar

Pode ser uma boa maneira de introduzir a meditação de uma forma lúdica para a criança já ir aprendendo a se autorregular

Brincadeiras de criança para relaxar

Você sabia que as brincadeiras de criança não servem apenas para entretenimento? Ao brincar, as crianças elaboram o seu viver. Além dos movimentos envolvidos, elas podem interagir com os amigos e, juntos, aprenderem a relaxar.

É uma boa maneira de introduzir a meditação de uma forma lúdica na vida de uma criança, permitindo que comece a aprender a distinguir sentimentos, crenças e pensamentos, contribuindo para que faça escolhas melhores e mais conscientes ao longo da vida.

Brincadeiras conforme o perfil

Temos de observar o temperamento da criança. Algumas são mais introspectivas e talvez se acalmem mais cantando, tocando um instrumento ou até montando um quebra-cabeça.

Já uma criança extrovertida, que não tende a parar muito quieta, provavelmente precisa gastar um pouco do excesso de energia para, depois, se acalmar. Vale investir, por exemplo, em jogar bola ou tocar um instrumento como bateria.

Tem outras crianças que relaxam pintando ou desenhando.

E a água também é muito relaxante. Seja na piscina ou na banheira, passar um tempo na água brincando é calmante. Se você tem banheira deixe alguns brinquedos à disposição para a hora do banho. Pode tornar esse momento atrativo para as crianças mais resistentes e muito relaxante.

A seguir, veremos outros exemplos de brincadeiras de criança simples que você pode incluir na rotina dos pequenos. No final, sugiro vocês criarem juntos o “Canto da calma” ou a “Caixa de relaxar”.

Exemplos de brincadeiras para relaxar

Existem muitas brincadeiras que podem trazer um relaxamento para as crianças, como, por exemplo:

Encher balão

Peça que a criança encha um balão (bexiga) e que, apenas assoprando, não o deixe cair no chão. Mesmo com todo o movimento envolvido, as risadas e o assoprar aliviam. Pois, soprar coloca para fora o que está preso.

Estátua

Sugere-se para a criança andar variando os movimentos entre lentos e rápidos. Pode colocar uma música e alguém para a mesma em determinado momento dizendo estátua: A cada música muda-se o movimento.

Num momento pode-se sugerir que a criança se imagine sendo um astronauta andando na lua bem devagar e com passos largos. Depois sugerir andar como um gato, engatinhando, e etc. Enquanto está no momento estátua demore um pouco para liberar os movimentos.

Ajuda a criança a ter paciência e se ela desmanchar a estátua não criticar, mas rirem juntos e dar continuidade a brincadeira.

O andar lento ajuda a criança a desacelerar, o esticar as pernas e os braços ajuda distencionar o corpo, pode pedir para a criança também fazer caretas, além de engraçado também pode aliviar a tensão no rosto.

Despertador de pedras

Diga para a criança fazer de conta que é uma pedra. Para isso, ela deve tensionar todo o corpo e, depois, ela vai se soltar na medida que a brincadeira se desenrola. Ajuda a criança a lidar com as tensões que o corpo tem em momentos de estresse. Quando tendemos a tensionar o corpo.

A brincadeira pode ficar mais divertida se tiver várias crianças. Uma delas é o despertador de pedras. Todas ficam numa posição confortável, mas tensionando bastante o corpo, quase prendendo a respiração, até que o “despertador de pedras” toque em cada uma.

Então, a criança (pedra) despertada relaxa o corpo, soltando bem devagar a respiração e aí vai se transformando no que quiser.

Pode sair andando como um gato, cachorro, carro ou como quiser. Aos poucos, todos vão sendo despertos e estarão circulando numa nova forma de viver, mais solta e sem tensões.

A brincadeira pode ter variações. A imaginação das crianças é incrível. A ideia é mostrar para elas como podem distensionar o corpo.

O que acontece em momentos, por exemplo, quando vai ao dentista e só no ouvir o barulho dos aparelhos, a criança tende a se segurar na cadeira e tensionar o corpo. Assim, é só lembrar para ela do despertador de pedras.

Ela só não poderá sair andando, mas poderá colocar um sorriso no rosto e distencionar o corpo.

Boneca e carrinho

Nada melhor que o tradicional brincar de boneca e de carrinho – independentemente de gênero – para proporcionar um momento de relaxamento.

Quando as crianças interagem com os personagens, elas elaboram o que vivem no cotidiano. Seja a vida familiar ou até o momento da pandemia.

Nessa sentido, experimente pedir a criança que pegue uma bolinha – ou qualquer objeto acessível – e o chame de Covid. Assim ela vai lidando com a situação atual.

De maneira lúdica ela vai interagindo com essa personagem e a sua mente pode elaborar com menos tensão os acontecimentos que afetam sua vida durante a pandemia.

Crie o “Canto da calma”

Você pode criar, junto com o seu filho, sobrinho ou qualquer criança com quem conviva, o “Canto da calma” e/ou a “Caixa de relaxar”.

Nesse local, coloque alguns objetos, como os sugeridos a seguir, e deixe que ela escolha com o que brincar:

  • Bolinha de massagear ou apertar
  • Balões (bexigas) de encher
  • Caderno ou folhas para escrever ou desenhar
  • Desenhos ou mandalas prontos para pintar
  • Um brinquedo que traga calma para a criança, pode ser um bicho de pelúcia
  • Um potinho da calma, algo montado pela própria criança com água e glitter num vidro de plástico bem vedado
  • Bolinha de sabão (com o cuidado para deixar o pote bem fechado).

Esses objetos podem ficar dentro de uma caixa chamada, por exemplo, de “Caixa de relaxar” ou “Caixa da Calma” e ser colocada num canto especial chamado de “Canto da Calma”.

Criando esse espaço de calma e relaxamento, a criança tem um ambiente preparado para acolhê-la nos momentos que precisa se sentir melhor e reorganizar suas emoções.

Então, quem sabe não está na hora de introduzir a meditação de forma lúdica para a criança já ir aprendendo a se autorregular? Deixe um tapetinho nesse recanto especial. Mostre como a criança pode meditar de forma simples e lúdica. Por exemplo:

Sentem de forma confortável e façam uma respiração calma: Peça para a criança inspirar (ar entra pelo nariz) e enche a barriga (como se fosse um balão) e expirar (ar sai pela boca) como se esvaziasse o balão. Repita algumas vezes.

Outra forma é imaginar que está cheirando uma flor (ar entre pelo nariz) e assopra uma vela suavemente (ar sai pela boca). Repita algumas vezes.

São duas formas simples de meditar e relaxar com a criança. Tanto ela quanto o adulto podem se divertir e relaxar com essa ação. São pequenos momentos de conexão e pela simplicidade a criança aprende e pode fazer sozinha quando quiser. Como uma brincadeira que traz paz e acalanto para seu coração.

Olá, essa matéria foi útil para você?
Andrea Leandro

Andrea Leandro

Profissional certificada pelo Selo Casa Saudável, administradora e consultora em Harmonização de Espaços. Utiliza em seu trabalho técnicas como Geobiologia, Feng Shui, Reiki, Lótus Sagrada e Florais. Saiba mais