Aromaterapia para amenizar a compulsão alimentar

Descubra quais óleos essenciais ajudam a diminuir vontade de comer

Aromaterapia para amenizar a compulsão alimentar

Compulsão alimentar é um distúrbio que se caracteriza pela necessidade incontrolável de comer, mesmo não estando com fome. Quem sofre com isso costuma comer em demasia em um curto intervalo de tempo, perdendo o controle em relação ao que ingere.

Uma das queixas mais recorrentes que chega ao meu consultório, proveniente de pacientes compulsivos, é: “como porque isso me traz conforto, me alivia, faz com que eu me sinta bem!”. Essas pessoas normalmente vivem problemas no trabalho e nos relacionamentos e usam a comida como distração para essas dificuldades, o que começa a se tornar um vício ao longo do tempo.

Geralmente, quem tem compulsão alimentar faz da comida um gatilho. Ou seja, usa o alimento para fugir dos seus problemas, buscando conforto e alívio no que ingere, como se assim pudesse amenizar algum estado de tensão, como o estresse ou a baixa autoestima. A sensação de culpa costuma vir imediatamente após, o que gera um novo impulso para comer, na tentativa de amenizar este sentimento – já que, na compulsão, o consumo desenfreado de alimentos é a única maneira da pessoa se sentir bem.

Aromaterapia como complemento e apoio à compulsão alimentar

Muitas vezes é difícil encarar o problema de frente por conta própria. Por isso, sempre é importante procurar um tratamento médico ou psicológico para ajudar a lidar com essas questões. E a Aromaterapia pode atuar em conjunto a esses tratamentos, ajudando a pessoa no controle das suas emoções, trazendo mais equilíbrio e também entendimento dos seus problemas. O objetivo deste tratamento complementar e integrativo é fazer com que a pessoa entenda melhor o que acontece com ela e por que precisa do excesso de comida.

Para usar os óleos indicados abaixo, pingue de 1 a 2 gotas no difusor pessoal e use diariamente, de 2 a 3 horas. Se não tiver um difusor pessoal, pode pingar 1 gota do óleo em um lenço de pano ou papel e manter próximo de você, também de 2 a 3 horas. Depois, faça uma autoanálise, observe suas mudanças e seu estado emocional.

Veja abaixo quais óleos essenciais podem ajudar nos casos de compulsão alimentar:

Óleo essencial de Lavanda:

A palavra “lavanda” vem do latim “lavare”, ou seja, lava, limpa e desintoxica. Como todo processo terapêutico necessita de uma limpeza e desintoxicação, este óleo é sempre utilizado no início do tratamento, para que ajude a equilibrar, acalmar e desinflamar nossas emoções.

Óleo essencial de Ylang Ylang:

Ajuda na autoconfiança, autoimagem e autoestima. Também equilibra as emoções, ajuda no controle da ansiedade e do estresse, trabalhando culpa, mágoas e ressentimentos.

Óleo essencial de Petitgrain:

Muito útil no controle do estresse, acalma os pensamentos, ajuda quando temos um problema, traz a energia do coração para a situação. Alivia a dor emocional causada por decepções, traz autoconfiança e brilho pessoal.

Óleo essencial de Palmarosa:

Ajuda na saciedade e a acelerar o metabolismo, criando a consciência que você não precisa comer demasiadamente. Ajuda no controle da ansiedade e desperta a sensibilidade para entender melhor nossas emoções.

Óleo essencial de Patchouli:

Ajuda a quebrar padrões de pensamento, comportamento e ciclos viciosos. Faz a gente se sentir pronto para enfrentar novos caminhos e desafios. O Patchouli tira a vontade de comer, quando vem a compulsão. Uma dica para apoiar este benefício é ocupar nosso tempo com algum tipo de trabalho manual, que estimula nossa criatividade e também ajuda na ansiedade.

Óleo essencial de Alecrim:

Limpa pensamentos e emoções, ajuda a ser mais ousado(a), faz a gente sair da nossa zona de conforto, aceitando as mudanças necessária na vida. Mas vale lembrar que o Alecrim é contraindicado para grávidas, epiléticos e hipertensos.

Óleo essencial de Cacau Absoluto:

O cacau age diretamente no cérebro, diminuindo os níveis do hormônio grelina, que estimula o apetite. Este óleo ajuda a saciar aquele desejo louco por chocolate, por exemplo, pois oferece o mesmo efeito de prazer quando a gente come um doce.

Reforço que alguns óleos essenciais têm contraindicações e não podem ser usados sem acompanhamento de um aromaterapeuta. Em caso de dúvidas, marque uma consulta para tirar suas dúvidas e trabalhar no foco do seu problema.

Solange Lima

Solange Lima

Terapeuta holística e numeróloga. Utiliza técnicas como Florais, Aromaterapia, Cromoterapia, Shiatsu, Reflexologia e Reiki. Realiza atendimentos em São Paulo.