Beth Vidal
Por Beth VidalLeia em 5 min.14/12/2017 

3 tipos de bagunça que podem gerar brigas familiares

Sugestões ajudam a organizar casa e diminuir conflitos entre moradores

Sugestões ajudam a organizar casa e diminuir conflitos entre moradores

Alguns conflitos que costumam acontecer entre pessoas que moram juntas podem ter ligação com a bagunça em casa. A falta de organização atrapalha a interação familiar, tende a causar problemas financeiros e pode até provocar acidentes. Abaixo, você confere três tipos de problemas que a desorganização pode causar entre os familiares e aprende soluções simples e inteligentes para deixar sua casa – e suas relações familiares – em ordem.

1 – Roupas espalhadas pela casa prejudicam interação com família

O que você costuma fazer: ao retirar as roupas do secador, muitas vezes colocamos as peças em cima do sofá ou sobre uma cadeira e costumamos esquecê-las ali. Com o tempo, o móvel fica com uma pilha enorme de roupas e você não sabe mais onde está a camisa da escola do seu filho ou aquele vestido ou terno que precisa usar em uma reunião importante.

 

 

Os problemas que podem surgir: neste caso, a falta de organização pode ocasionar brigas entre as pessoas da casa. Já imaginou estar com pressa e tentar, sem sucesso, encontrar alguma roupa que você ou alguém da família precisa? A tendência é que ocorram discussões, nas quais um acusa o outro de ter perdido determinada peça. Outro problema é que a falta de lugar para sentar impeça a interação familiar durante o jantar ou no sofá da sala, por exemplo. A tendência, quando estes itens estão ocupados por pilhas de roupas, é que cada um opte por fazer a refeição ou assistir TV em outro lugar.

 

A solução: para evitar que esse problema aconteça, separe as roupas das pessoas da casa em pilhas distintas, assim que tirá-las do secador. Nesse momento, também separe quais precisam ser passadas e as que podem ser guardadas imediatamente. Estabeleça quem será o responsável por guardar as pilhas de roupa ou passá-las e dê um tempo limite para que essa tarefa seja executada. Você se livrará da bagunça e terá espaço para curtir bons momentos com a família no sofá da sala.

 

2 – Correspondência desorganizada pode impedir gastos com lazer

O que você costuma fazer: em geral, quando pegamos a correspondência na caixa de correio não fazemos uma triagem imediata do que deve ser guardado. Muitas vezes colocamos tudo em cima de um móvel de uso comum por toda a família, como mesa, mesinha de centro e até alguma bancada. Esse hábito, quando repetido muitas vezes, origina rapidamente uma bagunça nestes locais, por conta do acumulo de papéis. Além disso, a falta de organização com a correspondência faz com que percamos a noção de onde estão as contas para pagar ou qual carta deverá ser respondida – ou paga – com urgência.

 

 

Os problemas que podem surgir: a desordem com a correspondência pode causar problemas financeiros na família. Afinal, a bagunça cria espaço para que contas sejam perdidas ou pagas com atraso. Se isso é algo que acontece com frequência, você pode, em longo prazo, estar gastando desnecessariamente seu dinheiro com juros e multas, ao invés de poder fazer um programa de fim de semana ou até uma viagem com quem ama. Além deste tipo de estresse, é possível que o simples fato de procurar, sem sucesso, uma correspondência pode gerar uma discussão entre os moradores da casa, por nunca saberem onde está a própria conta ou carta.

 

A solução: um simples porta-guardanapo pode ajudar você a dar um fim na papelada acumulada. Ao retirar o que existe na sua caixa de correio, separe em pilhas as correspondências de cada pessoa da família e descarte o que não é necessário. Depois, coloque cada correspondência em um porta-guardanapo ou um porta-cartas logo na entrada da casa. Esses objetos podem ser etiquetados com o nome das pessoas da família. Assim, cada um saberá exatamente qual é a sua correspondência. Outra possibilidade é que você use pastas, também assinaladas com o nome de cada um, para guardar contas e cartas. Com essas sugestões, a correspondência será facilmente visualizada e separada por cada membro da família. Por último, se você tem facilidade com o mundo digital, adote a opção de receber as faturas por e-mail. Você perceberá que o acúmulo de papéis diminuirá bastante.

 

3 – Brinquedos largados pela casa podem causar acidentes

O que você costuma fazer: quando se trata de brincar, as crianças acabam espalhando muitos brinquedos pelo chão. Se os responsáveis não ficarem atentos a isso, a tendência é que a cada nova atividade entre os pequenos ou festividades, como natal e aniversário, surjam mais brinquedos, que ficarão acumulados e espalhados pelos cômodos da casa, sem serem guardados.

 

 

Os problemas que podem surgir: brinquedos bagunçados pela casa podem causar acidentes, como arranhões, escorregões e até culminar em queda nas crianças e nos adultos. As peças pequenas também podem ser perdidas com facilidade na bagunça e estragar a brincadeira de quebra-cabeça, por exemplo. Outro problema, neste sentido, é: quanto mais peças de um brinquedo a criança perder, maior será a chance dela pedir por um novo jogo. Isso pode, em longo prazo, aumentar o custo familiar com este tipo de demanda por compra.

 

A solução: as caixas organizadoras transparentes de diversos tamanhos são ótimas para armazenar todos os tipos de brinquedos, desde os que são bem pequenos até os maiores. Você pode ter uma caixa na sala, para o recolhimento mais rápido de todos os brinquedos e depois selecioná-los nas outras que ficarão no quarto dos pequenos. Exemplo: uma caixa pode reunir apenas os brinquedos maiores, como bonecas, bichos de pelúcia e carros; enquanto outra guardará as peças menores, como jogos de montar e miniaturas diversas. Coloque etiquetas escritas nas caixas para identificar quais brinquedos serão guardados nelas. Para as crianças que ainda não sabem ler, coloque etiquetas coloridas. Essa opção ajuda muito na visualização. Convide os pequenos para fazer essa seleção, entre na brincadeira com eles e livre-se da bagunça! Essa tarefa passará a ser fácil, gerando mais interação e bem-estar para todos da família.

 

Atendimento com a autora

A personal organizer e autora do artigo, Beth Vidal, oferece consultorias no Rio de Janeiro para organizar os ambientes da sua casa. Ela possui pacotes de preço acessíveis e idealiza soluções criativas para objetos, móveis, pertences, etc. A especialista acredita que a organização do lar é o primeiro passo para colocar a vida, como um todo, em ordem. A primeira visita aos espaços é gratuita.

Para mais informações ou marcações de consulta, mande um email para bethvidal.organizer@gmail.com / Telefone (Whatsapp): (21) 96774-6425

+ sobre organização da casa

5 objetos que organizam sua casa e você nem
imagina

 

Guarda-roupa bagunçado pode afetar vida
financeira

 

3 dicas para organizar a casa

 

Você pode estar perdendo dinheiro por causa
da bagunça em casa

 

Beth Vidal

Beth Vidal

É personal organizer e oferece consultorias no Rio de Janeiro para organizar a vida e os lares das pessoas, com técnicas inteligentes e soluções criativas. Sua primeira visita aos espaços é gratuita.