Rodrigo Siqueira
  • Por Rodrigo Siqueira
  • Leia em 17 min.
  • 28/05/2015
  • Atualizado em 19/09/2018 às 19:10

Qual é o seu nível de Atenção Plena?

Compreenda as cinco dimensões de Mindfulness e reflita como está em cada uma delas

Compreenda as cinco dimensões de Mindfulness e reflita como está em cada uma delas

Qual é o seu nível de Atenção Plena?

Buscar compreender o que é e qual é o nosso nível atual de Mindfulness, palavra usualmente traduzida para o português como “Atenção Plena”, pode ser um passo decisivo para uma vida mais equilibrada. A comunidade científica médica e psicológica já atesta que Mindfulness possui diversos efeitos salutares, tais como bem-estar, inteligência emocional, autocompaixão e criatividade.

Em Mindfulness, atenção se amplia e julgamento dá lugar à aceitação

Mindfulness não significa apenas prestar atenção ao que acontece no presente, ou mesmo estar presente no presente. É uma forma incompleta e simplista de se compreendê-la. Em verdade, se trata de um conjunto de aptidões que podem ser desenvolvidas e é mais multifacetada do que inicialmente possa parecer. Por exemplo, estar atento às experiências do presente é parte do processo, mas observar com uma atitude de aceitação e não julgamento é fundamental.

estar atento às experiências do presente é parte do processo, mas observar com uma atitude de aceitação e não julgamento é fundamental.

O não julgamento não significa deixarmos de ter um juízo de valor sobre fatos e experiências, mas, sim, nos abstermos de julgarmos de forma automática e usualmente condicionada.

Dr. Siegel, um dos cientistas mais reconhecidos na área, esclarece: “Na prática de Mindfulness, o foco da atenção do indivíduo é ampliado para admitir o que quer que se apresente na experiência, enquanto que no mesmo tempo, adota-se uma postura de gentil curiosidade, o que permite à pessoa investigar o que aparecer sem cair em julgamentos ou reatividade automáticos.”.

Será que conseguimos observar a experiência presente sem julgarmos imediatamente? É possível criar um espaço de consciência livre de condicionamentos entre o observar, o julgar e o agir? Sim, e é um desafio. Mas o resultado capacitará o indivíduo para reagir às situações da vida de modo mais deliberado, ou seja, contribui para diminuir atitudes irrefletidas e muitas vezes automáticas.

Teste ajuda a descobrir em que nível de atenção plena estamos

Acadêmicos tendem a concordar que Mindfulness é composta de 5 dimensões e pode ser desenvolvida. São elas: observar, descrever, agir com consciência, não reatividade e aceitar sem julgar. A seguir, vamos compreender cada dimensão e refletir como estamos em cada uma delas:

1 – Observar diz respeito à nossa capacidade de perceber, notar o que se apresenta na experiência presente, tanto interna (pensamentos, sentimentos e sensações) quanto externa (sons, imagens, aromas etc.).

Pergunte-se:

  1. Eu presto atenção em sensações, como o vento em meus cabelos ou o sol no meu rosto?
  2. Eu presto atenção aos sons, como os do relógio, dos pássaros ou dos carros?

2 – Descrever ilustra nossa capacidade colocar em palavras nossa experiência presente.

Pergunte-se:

  1. Sou bom para encontrar palavras que descrevam meus sentimentos?
  2. Mesmo quando me sinto muito aborrecido, consigo me expressar em palavras?

3 – Agir com consciência é estar atento à ação em andamento no momento presente. O oposto de estar no piloto automático.

Pergunte-se:

  1. Eu acho difícil permanecer focado no que está acontecendo no momento presente?
  2. Parece que funciono no piloto automático, sem consciência do que estou fazendo?

4 – Não julgamento da experiência interna significa adotar uma postura menos automática e avaliativa em relação aos nossos pensamentos e emoções.

Pergunte-se:

  1. Digo a mim mesmo que não deveria me sentir da forma como estou me sentindo?
  2. Digo a mim mesmo que não deveria pensar da forma como estou pensando?

5 – Não reatividade à experiência interior é a habilidade de permitir que pensamentos, sentimentos e sensações venham e vão, sem nos apegarmos nem nos deixarmos levar por eles.

Pergunte-se:

  1. Quando tenho pensamentos ruins, paro e tomo consciência deles sem ser levado por eles?
  2. Eu observo meus sentimentos sem me perder neles?

Respostas positivas nas perguntas relacionadas às dimensões “Observar”, “Descrever” e “Não Reatividade” indicam maior nível de Mindfulness. Respostas positivas nas perguntas relacionadas às dimensões de “Agir com consciência” e “Não julgamento” indicam menor nível.

Como você foi?

Não se preocupe. Estamos todos caminhando para um estado mais consciente e aberto à experiência presente, com menos reatividade e julgamentos automáticos. No próximo texto, vamos indicar caminhos para o desenvolvimento deste estado tão benéfico e necessário para nossa vida, seja profissional ou pessoal.

Para continuar refletindo sobre o tema

Você se acha o dono da verdade?

Você abre mão de seus pontos de vista?

Aceitação ajuda a viver melhor o presente

As palavras têm poder

Olá, essa matéria foi útil para você?
Rodrigo Siqueira

Rodrigo Siqueira

Coach com metodologia baseada em Mindfulness e Psicologia Positiva. Head de Educação e Treinamento da SatiEducation.com e professor na área de Liderança e Desenvolvimento Pessoal e Profissional. Saiba mais