Orgânicos são consumidos por 15% dos brasileiros

Entrevista com Diretor Executivo do Organis sobre primeira pesquisa nacional com consumidores de orgânicos

De acordo com a pesquisa realizada pelo Conselho Brasileiro de Produção Orgânica e Sustentável (Organis), quando se fala em alimentos orgânicos, verduras, legumes e frutas são os preferidos pelos brasileiros. O levantamento, apresentado durante a Feira Natural Tech 2017, revela que 15% da população urbana consumiu algum produto orgânico nos últimos dois meses.

15% da população urbana consumiu algum produto orgânico nos últimos dois meses.

A maior barreira para a adesão ainda é o preço, a falta de clareza sobre os benefícios desses alimentos e a aplicação da certificação. Conversamos com o Diretor Executivo do Organis, Ming Liu para entender o crescimento desse mercado no país.

Personare – Qual é principal benefício de se consumir produtos orgânicos?

Ming Liu – Sem sobra de dúvidas, a saúde. Existe, inclusive, uma regulamentação, estabelecida em 2011 pelo Ministério da Agricultura, que certifica esse produto. Essa rastreabilidade do produto orgânico traz uma garantia para o consumidor de que aquele produto tem o seu valor. Em termos gerais, podemos dizer que o maior benefício do produto orgânico é a ausência de agrotóxicos.

Qual é a importância da certificação?

Ming Liu – : Em todos os mercados, quando se cria uma regulamentação, um selo, isso se transforma em uma garantia para o consumidor. É claro que isso tem que ser informado. Não adianta criar o selo e dizer “agora o selo está instituído e o mercado vai comprar”. Se o consumidor não entender a função desse selo, ele não tem essa percepção.

Já no que diz respeito ao setor que atua na produção (indústria, processamento, produtor), isso é um sinal de que o mercado tem uma regra e que é possível investir de forma segura.

é possível investir de forma segura.

Principalmente, para o setor secundário, o de indústrias. Nos Estados Unidos, por exemplo, foi assim que aconteceu. Grandes empresas, nos mais variados ramos, surgiram no mercado a partir do momento em que se criou uma regra. A partir do momento em que existe uma força corporativa para dar um equilíbrio às ações e para estabelecer responsabilidades junto ao consumidor, isso evita que ocorra uma disputa desleal com empresas pequenas.

Então, o selo é importante para esclarecer e dar ao consumidor a garantia de que aquele produto é regular, original e certificado (lembrando que ele tem que ser orientado para fazer essa avaliação) e, para o setor de processos, é a garantia de que há regras. Sempre que há regulamentação, há alta nos investimentos.

o selo é importante para esclarecer e dar ao consumidor a garantia de que aquele produto é regular, original e certificado

Como está a taxa de crescimento do mercado?

Ming Liu –  Nós temos monitorado o crescimento do mercado de forma não oficial. Até porque não existe estatística proveniente do ministério da Agricultura.

Nós temos atuado junto a ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados), a APAS (Associação Paulista de Supermercados) e aos associados do nosso segmento e constatamos que, no ano passado, Quando essa pesquisa apontou apenas 15%, me dei conta do quanto a gente desconhece a realidade.

Quando essa pesquisa apontou apenas 15%, me dei conta do quanto a gente desconhece a realidade.

Normalmente, lidamos apenas com os números do nosso dia a dia, com os consumidores que estão perto de nós. Então, quando você sai disso e vai para faixas de renda diferentes, supermercados, cidades como Recife, Santa Catarina e Florianópolis, que têm uma realidade totalmente distinta, você começa a ter um número real. Não é que seja um número baixo. Era um número desconhecido.

Equipe Personare

Equipe Personare

Nós, da equipe Personare, também estamos em um processo constante de conhecimento sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre as relações humanas.