Marcia Fervienza
Por Marcia FervienzaLeia em 3 min.21/02/2019 

Entrevista com Susan Miller: existe livre-arbítrio na Astrologia?

Uma das mais conhecidas astrólogas do mundo explica se os planetas podem impactar ou não em nossas decisões

A Astrologia é uma ferramenta de autoconhecimento que cria correlações entre a movimentação dos planetas no céu o comportamento humano. Portanto, se conhecermos o céu do momento do nascimento de uma pessoa, empresa, relacionamento ou evento, podemos estimar suas características pessoais, bem como as tendências gerais para o desenrolar de sua vida.

Diante disso, surge uma dúvida comum entre muitas pessoas: existe livre-arbítrio – poder que cada indivíduo tem de escolher suas ações – na Astrologia? 

Para esclarecer como nosso poder de decisão funciona diante das tendências astrológicas, conversei com a renomada astróloga Susan Miller, que usou situações simples do cotidiano para exemplificar.

Márcia Fervienza: Como você explica o nosso livre arbítrio dentro do contexto da Astrologia?

Susan Miller: Eu adoro essa pergunta porque existe muita informação errada. Em primeiro lugar, toda religião está baseada na mesma premissa de que você precisa assumir responsabilidade pelas suas escolhas. E na Astrologia você não pode “culpar” um planeta, exemplo: “Por que você decidiu roubar o seu vizinho?”, “Saturno estava sobre o meu Sol”. Não!

Não dá para culpar um planeta. Você precisa dizer: “O que eu fiz foi errado porque eu roubei o meu vizinho”. Os planetas não te obrigam a nada. (Para exemplificar, Susan Miller colocou a seguinte situação, baseado no meu signo solar Aquário):

Suan Miller explica como funciona o livre-arbítrio na Astrologia
A astrólogas Susan Miller e Marcia Fervienza / Foto: Arquivo pessoal

Digamos que você acabou de ter um bebê e que você se muda para uma nova cidade porque precisa de uma casa maior. E eu te falo sobre uma nova oportunidade de trabalho.

Você, então, me diz: “Eu não consigo fazer nada além do que eu estou fazendo agora! Estou desempacotando caixas, cuidando do bebê, meu marido tem um novo trabalho, eu não quero um novo emprego agora!”. Você não precisa sair em busca disso só porque há uma tendência favorável a um novo emprego.

MF: Podemos dizer, então, que a Astrologia ajuda a entender as possibilidades existentes, mas que precisamos usar a razão e ética para tomar a melhor decisão?

SM: Exato! Veja a Beyoncé, por exemplo. Ela nasceu com uma voz maravilhosa, mas se ela não tivesse tomado aulas de canto e aprendido como desenvolver seu talento, ela não teria tantos álbuns.

Às vezes eu falo pra alguém: “Uau! Você tem muito talento pra escrever!”. A pessoa responde: “Sério? Eu sempre quis ser escritora!”. Então por que não está escrevendo? Quando leio um mapa, quero crer que estou dizendo tudo que eu vejo para cada pessoa, sem julgamentos e com muita neutralidade.

Consulte os seus trânsitos astrológicos atuais no Horóscopo personalizado Personare. A partir da sua data e local de nascimento, você confere a análise da posição dos planetas com as tendências do dia e dos próximos meses.

Confira no vídeo a entrevista completa:

Foto: Unsplash

 

 

Marcia Fervienza

Marcia Fervienza

Astróloga há mais de 15 anos e psicóloga, atua como colaboradora em Astrologia para diversas revistas e possui trabalhos publicados em vários países. Oferece atendimentos astrológicos presenciais e virtuais.