Pesquisar
Loading...

Semana com Vênus e Mercúrio retrógrado: veja as previsões de 17 a 23 de janeiro

Veja as tendências e oportunidades para esta semana!

Semana com Vênus e Mercúrio retrógrado: veja as previsões de 17 a 23 de janeiro

Chegaram as previsões astrológicas da semana de 17 a 23 de janeiro de 2022. Por um lado, não temos mais a quadratura Marte/Netuno, que simbolizou o espalhamento da variante ômicron e influenza, as fortes chuvas em Minas Gerais e menos energia no plano físico.

Por outro, segue a fase de grandes questionamentos internos, marcados por Vênus retrógrado, Mercúrio retrógrado e em quadratura com Urano, e Sol conjunto a Plutão.

Para usar bem essas influências, que ficam marcadas no mapa da Lua cheia desta segunda-feira (17/01), com a Lua no sensível signo de Câncer. Pode ser importante saber separar o joio do trigo e perceber onde se deseja mudar – internamente ou em termos de atitudes – e onde não se quer mudar e se deseja bancar o que já se tem, sem mudanças.

A oposição no eixo Capricórnio e Câncer fala, no seu melhor, de saber ter resiliência e paciência com situações que precisam disso, mas, como foi dito acima, partir para mudanças onde se acha que são necessárias e se deseja fazer algo a respeito.

Estas mudanças vão ficar mais maduras a partir da próxima Lua Nova, em 01/02, no revolucionário signo de Aquário.

E por falar em mudanças, esse é um bom momento para você ler previsões astrológicas para 2022 e as previsões para os signos em 2022, para poder planejar o que você quer para o ano.

Questionamentos e crises amplificados pela Lua cheia

Até quarta-feira (19/01), Mercúrio quadra Urano. O aspecto, que traz mais imprevistos no dia a dia, também produz questionamentos e uma certa agitação no plano mental. Tem atuado junto com a conjunção do Sol com Plutão, que começou em meados da semana passada e também está presente até esta quarta.

Sol/Plutão torna as questões incômodas mais agudas. Fica difícil ignorar o que não está bem na vida, seja no âmbito financeiro, emocional, familiar ou afetivo. É um aspecto de crise, de menor ou maior intensidade dependendo da situação ou da pessoa.

No coletivo, Sol/Plutão vem marcando um momento bastante complicado no que se refere à variante ômicron, que aumentou o número de pessoas faltando no trabalho, com serviços essenciais sendo prejudicados, grandes filas para testes e em postos médicos. O aspecto também foi ampliado na semana passada pela proximidade com a Lua cheia, que acontece nesta segunda-feira (17/01).

Veja aqui o calendário lunar 2022 completo!

O que ocorre na Lua cheia tende a ter uma duração de cerca de duas semanas, até a próxima Lua nova, de modo que não devemos esperar um contexto fácil nas próximas duas semanas. Entender isto certamente pode ajudar a lidar melhor.

Esta Lua cheia ocorre no eixo Capricórnio/Câncer, mobilizando mais o plano emocional, com mais sensibilidade. Todavia, se isto for usado a favor, pode trazer à consciência a necessidade de mudanças, sejam internas ou então em termos de ações. Saber lidar com os sentimentos é algo importante quando a Lua passa pelo signo de Câncer.

Mercúrio retrógrado a todo vapor

Mercúrio retrógrado começou na sexta-feira passada (14/01), mas possivelmente nesta semana é que vai se tornar mais perceptível, com atrapalhos no dia a dia, comunicações mais confusas e truncadas e mais remarcações e cancelamentos em compromissos.

O fenômeno aumenta a indecisão no plano mental, de modo que, se puder aguardar Mercúrio ficar direto, a partir de 04/02, será melhor para tomar decisões.

Durante a retrogradação, é preciso ter paciência com falhas em sistemas, Internet, não sendo o melhor momento para compras. Ademais, assuntos e questões do passado podem retornar. Favorável para revisões.

Vênus retrógrado/Urano estimula as relações

Vênus inicia um trígono com Urano nesta semana, que vai durar um tempo excepcionalmente longo para os padrões deste planeta, até 10/02. O motivo da duração excepcional é que Vênus tem estado em movimento retrógrado desde 19/12, retomando o movimento direto em 29/01, o que faz com que os aspectos que o planeta realiza, que normalmente duram pouco menos de uma semana, sejam esticados.

A retrogradação de um planeta tradicionalmente produz empecilhos nos assuntos regidos por ele e, no caso de Vênus, lazer, prazer, finanças e vida social, tendo havido cancelamentos em massa relacionados às festividades coletivas do Réveillon em várias cidades do mundo.

Tudo isso afeta diretamente o comércio e, claro, a interação entre as pessoas. Além disso, no Brasil, várias pessoas voltaram contaminadas com a variante ômicron depois das comemorações da passagem do ano. Viagens de férias em resorts e outros lugares acabaram sendo canceladas em razão de membros da família doentes.

Do ponto de vista individual, Vênus retrógrado traz questionamentos em valores, prazer e amor, se somando a outros aspectos já descritos produzem o mesmo efeito. Por isso estamos em um janeiro questionador e de certa crise.

Neste cenário, o lado positivo de Vênus em trígono com Urano é o de um estímulo e renovação a partir de contatos e interações. Conversar, trocar e interagir vai ajudar a renovar ânimos e produzir novas percepções, sendo uma força adicional em uma fase que não vem sendo fácil. Além disso, ainda que não de forma intensa, pode ajudar a movimentar um pouco comércio e os negócios.

Urano direto: mais mudanças

Urano retoma o movimento direto nesta terça-feira (18/01): vamos sentir mais facilidade em colocar em prática mudanças, com destaque para a próxima Lua nova em Aquário, signo que Urano rege.

Quando Vênus retomar o movimento direto, a partir de 29/01, também vai ser interessante para mudanças no visual já ansiadas, como aquele corte de cabelo ou mudança a cor. Na verdade, o ideal seria esperar o dia 04/02, quando Mercúrio também vai ficar direto.

Quer entender mais sobre Astrologia, autoconhecimento e autodesenvolvimento? Veja o meu canal no YouTube!

Olá, essa matéria foi útil para você?
Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski dá consultas astrológica-terapêuticas pessoalmente e online. É autora do ebook “Signos astrológicos – as doze etapas para a auto-realização”. Trabalha com o Iluminare, terapia que acessa o inconsciente e que tem seus fundamentos no Xamanismo. É idealizadora do curso Alimentação no Mapa Astral no Personare. Saiba mais