Pesquisar
Loading...

Previsões das Runas para 2022

Isa, Wunjo e Nauthis são as as representantes das Runas para 2022; veja o que significa

Previsões das Runas para 2022

A sorte foi lançada sob os auspícios das Nornas, as deusas do Destino e são elas que apontam as Previsões das Runas para 2022. As runas que representam 2022 são Isa (o gelo que ameaça e preserva), Wunjo (a reunião, a alegria, a vitória e a celebração) e Nauthis (a precariedade, a falta, a necessidade).

Em 2022, continuamos no caminho de um novo mundo, chegando mais perto, mas ainda sem atingir esse destino. Enfrentaremos mais uma etapa desse processo, desse movimento rumo a uma novíssima realidade, possivelmente, melhor do que antes e do que agora.

A narrativa formada no lançamento das runas ainda mostra um panorama precário e perigoso, mas com esperança.

Se você quer ler sobre sua carreira, finanças e bens materiais, as Runas podem ajudar a compreender passado, presente e futuro de sua pergunta sobre esses temas. Jogue Runas aqui.

As previsões das Runas para 2022 neste artigo foram feitas para o coletivo. Para ver as previsões para 2022 para sua vida, veja nossa página especial.

Runa Isa: 2022 começa repetindo cenário de 2021

Isa, a runa dos perigos do gelo, se repete neste ano. Em 2021, ela foi a última runa, e, em 2022, é a primeira, indicando uma continuidade de eventos do ano que passou.

Isa é o gelo que cobre um rio ou lago. Ao olharmos, temos a sensação de que podemos passar por cima da água congelada para chegar ao outro lado, porém, se o gelo estiver fino demais, ele pode quebrar, nos fazendo cair nas águas geladas, sendo fatal.

De certa forma, ela pode nos induzir a uma sensação de falsa segurança. O gelo torna os terrenos inóspitos para as pessoas, apresentando-se como um grande desafio.

Com essa runa temos um ano de provas, sem garantias iniciais da tão desejada harmonia e volta ao normal.

O ambiente inseguro de 2020 e 2021, ainda se mantém, pelo menos nos primeiros 4 meses iniciais do ano. Especialmente, nesse momento, todo cuidado é pouco.

Se juntarmos o final de 2021 com o começo de 2022, período que se encontra representado pela runa Isa, teremos o Réveillon e o Carnaval.

Apesar do avanço da vacinação e da redução dos óbitos e casos graves da Covid, ainda há riscos que precisam ser evitados. Esse período exige responsabilidade e cautela.

Essas são previsões coletivas. Veja aqui as previsões para o seu signo em 2022 e saiba como será a sua saúde, oportunidades e desafios.

Runa Wunjo: desejo de celebração e prazer em 2022

Wunjo é a festa, a celebração, a alegria e a vitória. A presença desta runa é um índice de que as pessoas estarão com mais vontade do que nunca de viver a vida e todos os prazeres que ela pode oferecer.

Na posição central, temos duas leituras que se complementam. Uma é alguma notícia muito boa que será celebrada por todos. Algum evento feliz para a sociedade.

Provavelmente, conseguiremos ter grandes avanços no controle da pandemia, entre maio e agosto, e outros eventos positivos de relevância coletiva podem acontecer.

Outra possibilidade são mobilizações de grandes grupos em prol de alguma causa importante.

A runa Wunjo representa grupos em celebração, pessoas unidas por um propósito comum que leva à alegria e felicidade. Também poderíamos ver nela, a realização de festivais.

É um excelente momento para praticar a solidariedade. De estender a mão a quem precisa e levar a essas pessoas, não só a ajuda necessária, mas um sorriso e afeto.

Lembrando, ainda, que 2022 é ano de eleições. Para a Numerologia, o Ano Universal 6 pode se apresentar com tendência mais belicosa, agressiva e extremista. Veja as previsões da Numerologia para 2022 aqui!

Runa Nauthis: alerta para crise econômica e pobreza

Nauthis, a runa da necessidade contrasta com Wunjo, indicando um cenário de precariedade, de falta, de esvaziamento e de busca de ajuda. A décima runa representa escassez, portanto poderemos ver uma grande parte da nossa sociedade vivendo em condições precárias.

Ela pode prever uma crise econômica, a falta De recursos, o aumento da pobreza e da fome, enquanto uma minoria desfruta de seus privilégios. É um alerta de perigo!

Podemos ver desenhada uma crise ambiental, por falta de algo. Aceleração de
desmatamento, ou falta de recursos importantes por negligência no passado.

Pode haver seca.

Diante deste cenário de empobrecimento e crise, é preciso agir com extrema cautela nos investimentos e nos negócios. Não é tempo de conservadorismo. É preciso uma análise da crise para que se descubra onde estão as oportunidades, pois toda crise traz perdas, mas também oportunidades. 

Pandemia em 2022

Em relação à pandemia, provavelmente, ainda será um ano com restrições. A tendência é o seu afrouxamento até o final do ano, mas ainda há necessidade de cuidados. Estamos na reta final de vencer este desafio global, mas ainda não chegamos Ao seu fim.

As previsões do Tarot para 2022 (veja aqui!) também indicam que embora não seja um ano catastrófico, ainda assim, 2022 ainda será um ano de transição.

A presença de Wunjo, a realizadora dos desejos, indica uma oportunidade para fazermos nossos pedidos, colocar nosso amor e desejo naquilo que queremos.

O grande segredo é pedir a longo prazo. Não façam pedidos imediatos, peçam durante todo este ano para o ano que vem, e as realizações serão seguras e duradouras.

Quanto mais tempo concentrarmos nossas energias e sentimentos no que queremos, mais potente e garantida será a nossa realização.

Isa, Wunjo e Nauthis: 2022 será um ano de transformação

A vitória e a felicidade, em meio ao perigo e a precariedade. Há esperança.

Isa, Wunjo e Nauthis. O que chama a atenção nesta sequência é a presença de duas runas que representam as Deusas do Destino, as Nornas. Isa é Verdandi, o presente, e Nauthiz, o futuro.

Assim como 2021 representou o conflito que modela a realidade, iniciando a criação de um novo mundo (Sowelu, Thurisaz e Isa), 2022 se apresenta com símbolos que apontam para frente, para esse novo mundo, sendo mais uma etapa neste período de transformação da nossa realidade. Nos confrontaremos como o que deve ser deixado para trás.

Não podemos deixar tudo nas mãos dos deuses. Devemos assumir nossa parte nesse processo, agindo com maturidade, responsabilidade, cidadania, consciência e sabedoria.

Precisamos fazer o que estiver ao nosso alcance para que todas as pequenas ações individuais se fortaleçam no todo.

Olá, essa matéria foi útil para você?
Alexsander Lepletier

Alexsander Lepletier

Alexsander Lepletier é formado em jornalismo e ativista de direitos humanos. Iniciou sua carreira de cartomante e tarólogo, em Portugal. Em Portugal, realiza anualmente o Encontro Internacional de Cartomancia. Atualmente, reside na cidade do Rio de Janeiro onde dá cursos e consultas online. Saiba mais