Pesquisar
Loading...

Como a liberação emocional pode ajudar com desafios na alimentação

Sente dificuldade para comer bem? Entenda como a liberação emocional na alimentação pode te ajudar a viver melhor

Atualizado em

Você já aprendeu nesse artigo aqui o que é a Liberação Emocional, mas como ela pode te ajudar com seus desafios na alimentação?

Para te explicar, eu sugiro que primeiro então você se concentre por um segundo e se lembre da sua última refeição, a mais recente.

Talvez tenha sido um café, talvez tenha sido um almoço completo, ou um pequeno lanche. Independente de qual tenha sido a última vez que você se alimentou, se lembre por alguns segundos desse momento.

O que você sentiu? Satisfação? Alegria? Medo? Culpa? Ansiedade? Sentiu um alívio de matar a fome? Sentiu prazer?

Percebeu quantas emoções podem caber em apenas um pedaço de comida?

Entenda melhor

Para exemplificar ainda melhor, eu quero que você agora pense na sua comida favorita. Que sensação te dá, apenas de imaginar a sua comida favorita na sua frente? De imaginar o cheiro e o sabor desse prato? 

Pois é, nossa alimentação está repleta de emoções, de memórias, lembranças e sentimentos, sejam eles agradáveis ou desagradáveis.

Emoções fazem parte e são, na verdade, grande parcela da nossa experiência humana. No entanto, elas se tornam um problema quando são cristalizadas, congeladas, fixadas em algum episódio da nossa vida.

A alimentação (ou até mesmo a falta dela, em momentos prolongados de jejum ou fome) pode ter criado episódios que cristalizaram algumas emoções dentro de você. 

Isso acontece quando alguma situação já passou, mas as emoções relacionadas a ela não, chamamos isso de cristalização das emoções.

E então o que acontece?

  1. A emoção cristalizada te “paralisa” emocionalmente naquela reação.
  2. Ao repetir o ato de se alimentar ou da falta do alimento, você pode estar, sem perceber, completamente fora do momento presente.
  3. Assim, revive as mesmas emoções cristalizadas de novo e novo, num looping de repetição.

A emoção cristalizada pode nos travar, nos prender em um padrão, pode nos fazer repetir ciclos sem perceber, quase que num “transe” inconsciente.

Repetimos sem saber que estamos e muito menos porque estamos repetindo. 

Faz parte também dos nossos mecanismos de proteção (que fogem do novo e adoram o que já familiar, mesmo que seja algo desagradável ou “ruim”. Nesse momento, a Liberação Emocional pode ser uma grande ajuda. 

Quando descobrimos qual é a emoção que está cristalizada naquele problema, e fazemos o protocolo de Liberação, um alívio imediato se apresenta e a emoção se “descongela”, abrindo espaço para o novo, para um novo movimento, e um fluxo de soluções para o que até então era um desafio ou problema. 

Gabi Squizato

Gabi Squizato

Sou terapeuta, mentora e professora de desenvolvimento pessoal, te entregando recursos para você viver melhor.

Saiba mais sobre mim