Logo Personare vertical
Pesquisar
Loading...

Nem todo excesso de preocupação é zelo, mas como entender suas diferenças?

O excesso de preocupação pode causar necessidade de controle e elos negativos, entenda como cuidar desse sentimento

Nem todo excesso de preocupação é zelo, mas como entender suas diferenças?

Nem toda preocupação é zelo. A preocupação significa que algo ou alguém tem grande valor para nós, mas o excesso de preocupação, não é saudável e evidencia muitas questões a serem resolvidas. O excesso de preocupação pode não ser sentimento de superproteção, talvez não seja por zelo e, sim, por controle. Isso mesmo, controle.

Até certo ponto, preocupar-se funciona tal como um motivador e nos impulsiona a fazer algo bem ou o bem-querer do outro, mas o excesso de preocupação é algo que não nos permite pensar corretamente. Levando a escolhas erradas, nos deixando até imóveis com sérias consequências.

Além de nos deixar inertes e atrapalhar a rotina que muitas das vezes estão programadas esse excesso podem causar problemas físicos fora os transtornos mentais. Isto porque essa preocupação excessiva está relacionada ao controle. E mais, criam elos negativos que à luz da psicoterapia prânica é algo muito ruim pra todos os envolvidos.

Caso algum imprevisto ocorra no meio de um processo planejado, o excesso de preocupação não permite que isso seja resolvido porque a preocupação com o futuro não te deixa agir naquele exato momento, o presente.Pois é, tudo está relacionado ao futuro e não ao presente. É paralisante. É sempre um grande medo do que ainda sequer aconteceu, ou que talvez nem venha acontecer.

Não há nada mais angustiante do que o medo de algum problema que nem ainda existe a não ser na nossa cabeça, não é? Uma forte preocupação de como vai ser, seja o que for. Todo esse excesso mostra um medo do que está por vir, podendo levar à dores de cabeça, úlceras, insônia e problemas na pele. E mentalmente à paranoia, fobia, ansiedade, depressão e ao transtorno bipolar.

E isso evidencia outro problema, o controle sobre as coisas, ou melhor a necessidade de exercer o controle absoluto, sobre tudo ou todos. Eis aí o perigo que comentei acima, a formação de elos negativos, em especial com pessoas, mesmo que não seja por mal ainda sim é negativo à luz da psicoterapia prânica.

Em suma, o excesso de preocupação está relacionado com o medo de perder o controle.

Você é uma pessoa controladora?

Vale a pena uma autorreflexão para ver se você apenas naturalmente se preocupa ou se tem o excesso de preocupação.

Aspectos comportamentais que mostram isso é a necessidade que se tem de manejar, planejar, dar palpites ou até escolhendo pelos outros. Porque em seu pensamento, a sua visão é mais prática e eficiente portanto as suas escolhas são as melhores.

Mais alguns sintomas, veja abaixo.

  • Ansiedade: sentir apreensão para gerir dominar uma situação,
  • Achar que está sempre certo: não se permite enxergar as vivências e pontos de vistas alheios,
  • Decidir pelas outras pessoas: por exemplo, querer ajudar mesmo quando o outro não pede ajuda,
  • Inflexibilidade: ter como prioridade apenas as suas necessidades,
  • Não compartilhar tarefas: centraliza em si porque acredita apenas sua visão ser a correta.

Elos negativos causados pelo excesso de preocupação

O excesso de preocupação esconde faltas na pessoa que está sob esse excesso de preocupação e que desencadeia a necessidade de controle.

Em suma, todo excesso esconde uma falta, esse excesso de zelo/controle na Medicina Tradicional Chinesa vai estar ligado a um órgão do nosso corpo, o baço. E através de algumas práticas físicas e energéticas dentro da Medicina Tradicional Chinesa podemos gerar o equilíbrio dessa desarmonia.

Os elos ou cordões energéticos são conexões mentais que fazemos podem ser criados por pensamentos repetitivos, sobre determinada situação, assunto ou pessoa. Impedindo de seguirmos em frente, nos prendem e pesam. Também atrapalham os centros de energia a trabalharem em harmonia, normalmente reduzindo suas funções, potencializando algumas sujidades e algumas energias mal qualificadas a serem expurgados do nosso corpo.

Uma simples briga com alguém pode ocasionar a formação dos elos negativos. Ficar pensando na situação, remoendo sentimentos de insatisfação e raiva fortalece o elo. E não necessariamente uma briga, mas pensar em excesso em alguém com forte preocupação. Tudo isso piora alguns sentimentos negativos ou desarmônicos, podendo até gerar doenças físicas.

Terapia para cuidar do excesso de preocupação

Cada um desses elos quando ativados e em pleno funcionamento se tornam barreiras físicas, energéticas e emocionais que podem desenvolverem doenças.

Na psicoterapia prânica (entenda o que é pranic healing aqui), por meio de instrumentos específicos, é possível reduzir e até extinguir esses elos. Os elos negativos ao serem cortados promovem equilíbrio e harmonização na vida da pessoa.

A psicoterapia prânica permite que você deixe cair todo peso do excesso de preocupação e responsabilidade com suas atividades e responsabilidades, extinguindo os elos negativos, trazendo maior qualidade de vida.

Olá, essa matéria foi útil para você?
Eric Flor

Eric Flor

Eric Flor Francisco é terapeuta integrativo do RJ formado em fisioterapia, acupunturista e mestre em Reiki. Atendendo em seu espaço na Tijuca com Auriculoterapia, Ventosaterapia, Moxaterapia, Orgoniteterapia, Cristalterapia e PranicHealing para promoção de equilíbrio, vida saudável e bem-estar. Saiba mais