Pesquisar
Loading...

Como saber se é fome ou ansiedade? Saiba como decifrar

Aprenda a como escutar seu corpo e perceber sinais e, então, lidar melhor com possíveis crises que você possa vir a passar

Na rotina do dia a dia é comum ligar o ‘piloto automático’ e não parar para perceber algumas reações do corpo. Por isso, fica difícil responder a clássica pergunta: é fome ou ansiedade? No entanto, quando as coisas não vão bem, o corpo oferece muitos sinais, que muitas vezes passam despercebidos.  

Já parou para tentar ouvir as mensagens do seu? Pode ser muito benéfico atender as reais necessidades dele para sua saúde física e mental. Afinal, a ansiedade pode vir mascarada de dor, tensão, cansaço… E fome, também. Aliás, você sabe identificar sinais de fome no seu corpo?

Está com fome? Observe os sinais: 

  • Estômago dando sinais sonoros; 
  • Azia, enjoo; 
  • Dor de cabeça; 
  • Fraqueza; 
  • Cansaço; 
  • Falta de concentração; 
  • Irritação; 
  • Mau-humor; 
  • Pensamentos repetitivos sobre comida; 

E aí, identificou alguns sinais na sua rotina do dia a dia? Claro que eles dependem da intensidade da fome. Mas e quando se está ansioso? Dá só uma olhada! 

Veja as sensações de ansiedade no corpo 

  • Incômodo na região da barriga, pode parecer uma azia ou enjoo; 
  • Dor de cabeça; 
  • Corpo acelerado e oscilando no cansaço e exaustão; 
  • Diminui a concentração e o foco para executar as tarefas; 
  • Irritação, impaciência e mau-humor; 
  • Pensamentos repetitivos; 
  • Vontade de comer para se distrair; 

A lista pode continuar e variar entre as pessoas. No entanto, viu como é fácil confundir a ansiedade com a sensação de fome? Principalmente se a rotina não permitir que você pare e avalie o que está sentindo de fato.  

Qual seu ritual contra ansiedade? 

Comer, por exemplo, pode ser uma forma alíviar os sintomas de uma pessoa ansiosa. Mas é preciso cuidar para não ser a única válvula de escape. Por isso é importante você notar se você já tem um condicionamento instalado — quase um ritual — e está apegado a ele. Aqui você pode ler mais sobre como lidar melhor com a ansiedade.

Que atire a primeira pedra quem nunca se jogou em uma barra de chocolate para aliviar uma crise ansiosa. No entanto, é muito mais eficaz ir direto a causa desse estresse.

Ao perceber os sinais e reconhecer o que eles estão dizendo, é possível uma escolha mais consciente. Reconhecer e nomear o que sente faz você criar um espaço para enfrentar essa situação. 

Quando se está ciente das inúmeras mensagens do corpo, dos pensamentos e das emoções, é possível clarear as possibilidades e isso permite fazer uma escolha atenta e não impulsiva.  

Saiba como combater a ansiedade  

As práticas de Mindfulness auxiliam a desenvolver essa atenção gentil, que é capaz de acolher e clarear os diversos pensamentos. Essa escuta, aliás, é uma forma de autocuidado. 

O primeiro passo é promover pequenas pausas durante sua rotina. Dessa forma você consegue se ouvir e dar atenção as mensagens do seu corpo.  

Vamos praticar? Veja mais aqui sobre como escutar seu corpo.  

Luiza Camargo Mendes

Luiza Camargo Mendes

Psicóloga, instrutora de Mindfulness e Mindful Eating, praticante de meditação e yoga, que encontrou no Mindful Eating um grande significado para sua atuação.

Saiba mais sobre mim