Logo Personare vertical
Pesquisar
Loading...

Dicas para lidar com as alergias na Primavera

Veja os cuidados que podem ser tomados segundo a Teoria dos Cinco Elementos para aproveitar da melhor forma a estação do renascimento

Dicas para lidar com as alergias na Primavera

Com o início da Primavera, inicia-se também o despertar e o crescimento da energia Yang que se manifesta no universo. Vemos que os dias se tornam mais longos, mais quentes e, em alguns lugares, mais úmidos. As sementes germinam, as flores desabrocham e florescem, e os animais acasalam, dando mais cor ao despertar da vida.

Segundo a Teoria dos Cinco Elementos, da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), Madeira, Fogo, Terra, Metal e Água estão relacionados a uma estação do ano e cada elemento também representa uma parte do corpo, em função de suas características, e está ligado a um sentimento.

A Primavera está relacionada:

  • com o elemento Madeira
  • o órgão relacionado é o Fígado, com a Vesícula Biliar
  • a abertura é pelos olhos  e  controla os tendões
  • a emoção mais expressiva nesta estação é a raiva e espera-se um aumento da irritabilidade, das frustrações, das insatisfações e dos nossos descontroles
  • o fator climático característico é o vento
  • a direção é leste
  • a cor é o verde
  • é quando tudo nasce

Por que as alergias aumentam na Primavera

Na Medicina Oriental, consideramos os sintomas de rinite alérgica sazonal como sendo causados principalmente por influência do Vento patogênico.

O vento é qualificado por sintomas que ocorrem rapidamente e mudam também rapidamente, afetando principalmente a parte superior do corpo, e ocorrem ao nível da pele e das membranas mucosas.

A partir dessa perspectiva, quem tem deficiências subjacentes, muitas vezes, ao nível do baço, rim ou pulmão, estão e são mais suscetíveis à penetração ou invasão do vento e, logo, a condições como essas alergias na primavera.

Uma alergia não é mais do que uma reação do organismo a uma substância que lhe é estranha ou à qual se tem uma hipersensibilidade excessiva. Então, quando o corpo entra em contato com o alergênico, desenvolve um conjunto de ações para expulsar essa matéria estranha.

Com isso, o aumento da energia Yang pode revelar-se patológico em pessoas que têm uma propensão a um quadro energético de excesso de Yang e/ou deficiência de Yin.

Nesta estação do ano, é igualmente preocupante um organismo que apresenta um desequilíbrio relacionado com o Fígado/Vesícula Biliar.

Como prevenir alergias na Primavera

Uma vez que a Medicina Tradicional Chinesa tem uma ação fortemente preventiva, torna-se imperativo equilibrar o organismo, enfatizando o tratamento ou prevenção de um desequilíbrio energético do Fígado/Vesícula Biliar.

  • O pulmão é o órgão determinante neste campo das alergias, por ser ele que estabelece a comunicação direta entre o organismo e o mundo exterior. Esta ligação acontece não só através da respiração, com a entrada e saída de ar, mas também através da pele.
  • Para pôr fim às alergias, a MTC utiliza tratamentos que se complementam mutuamente, sendo a fitoterapia, a dietética chinesa e a acupuntura as técnicas mais comuns e com maior percentagem de sucesso.
  • Para a prevenção das alergias na primavera, é possível com (mas não só) acupuntura e Fitoterapia aliviar os sintomas.
  • Além disso, é possível reduzir os problemas com a alimentação. Oriente-se a redução de doces, laticínios, iogurtes e alimentos frios, pois promovem a formação de muco nos pulmões.
  • Sopas, verduras e grãos cozidos são os mais indicados nesse processo de reequilíbrio na Primavera.

Outros cuidados nesta estação

A Primavera é o momento do nascimento do Yang dentro do Yin e é simbolizada pelo elemento Madeira, o único elemento com vida entre os cinco elementos da filosofia chinesa (água, madeira, fogo, terra e metal).

Segundo a medicina tradicional chinesa, em torno do elemento Madeira estabelece-se um sistema de relações que conecta partes do organismo humano ao que existe à sua volta. Por isso, algumas dicas de cuidados são valiosas:

  • Devemos reduzir o consumo de alimentos de sabor ácido, as frutas ácidas, alho-poró, vinagre, picles e vinho. As gorduras e frituras devem ser evitadas, já que o fígado está sensível
  • Devemos nos aproveitar dos alimentos frescos ou pouco cozidos e de cor verde
  • Evitar esforço físico excessivo, porém abusar da caminhada segura (se possível em parques ou locais com vegetação)
  • Fazer um tratamento de acupuntura a cada entrada de estação e fazer exercícios específicos para essa época
  • Massagear ou fazer acupressão nos pés e joelhos (parte interna)
  • Meditar, refletir, evitar discussões e sorrir ou gargalhar será especialmente bom nesta época do ano, para proteger o fígado
  • Os chás indicados são os calmantes – hortelã, dente de leão, melissa, boldo, alcachofra e passiflora -porque depuram o fígado
  • O uso de terapias integrativas, como Florais de Bach, Acupuntura, Reiki e Pranic Healing são ótimos instrumentos para redução de crises alérgicas, e promoção da qualidade de vida
Olá, essa matéria foi útil para você?
Eric Flor

Eric Flor

Eric Flor Francisco é terapeuta integrativo do RJ formado em fisioterapia, acupunturista e mestre em Reiki. Atendendo em seu espaço na Tijuca com Auriculoterapia, Ventosaterapia, Moxaterapia, Orgoniteterapia, Cristalterapia e PranicHealing para promoção de equilíbrio, vida saudável e bem-estar. Saiba mais