Equipe Personare
Por Equipe PersonareLeia em 4 min.19/05/2020 

Como meditar: Prática traz benefícios ao corpo e à mente

Meditação aumenta a capacidade de concentração, diminui o estresse e aumenta autoestima

Quando falamos em meditação, é comum ouvir perguntas do tipo: “existe maneira certa de como meditar“? “Meus pensamentos não param e minha mente tagarela não me dá trégua. Isso quer dizer que eu jamais vou conseguir meditar?”, “como consigo ficar em silêncio?”.

Meditar é silenciar

Não importa se você vai sentar, deitar, caminhar, dançar ou respirar. Não importa quais técnicas vão lhe auxiliar a chegar ao silêncio. O que importa realmente é a sua determinação em chegar lá.

Meditar é também um exercício de entrega e desapego da mente identificada com o ego negativo. É saber se livrar da ilusão causada pelas memórias de experiências passadas e já cristalizadas.

Você deve se desapegar até da ideia de conseguir. Meditar é uma verdadeira prova de amor próprio.

O que significa meditação?

Meditar é silenciar. É apenas ser, escutar sua sabedoria inata e seu mestre interior.

Na Meditação entramos em contato com um estado alterado de consciência. Nesse estado inicial, chamado Alfa, a mente e o corpo ficam em um repouso silencioso e absoluto.

Não reconhecemos o que pode estar acontecendo a nossa volta, mesmo com os olhos abertos. Nada se julga ou codifica.

Sentimos que somos seres individualizados, mas que somos também todo o universo. Com a prática da Meditação ampliamos esta percepção da consciência como um todo, e constatamos a verdade das nossas experiências.

Qual técnica de meditação utilizar?

Cada pessoa se identifica com a sua técnica própria, que pode ser aprendida em curso, leitura, Yoga, exercícios de respiração ou experimentos individuais.

Afinal, meditar é simples: a pessoa senta e não faz mais nada, nem ao menos pensa. Parece fácil, não é?

Inicialmente pode ser mais difícil, mas com o tempo e a persistência sempre é possível chegar onde a pessoa deseja. Mergulhe no silêncio OM do planeta e traga a paz interior – que é você – para suas mentalizações.

Seu silêncio está escondido entre os pensamentos e as palavras de sua mente humana. Ele já está aí, dentro de você. Então, tome a decisão de incorporá-lo à sua consciência em seu dia a dia.

O silêncio é a nossa verdadeira natureza, por esta razão nos faz tão bem. Escute-o!

Mas para mudar hábitos é preciso vontade. E a vontade é o fruto de uma experiência vivida. Vivenciar uma experiência é estar aberto ao simples e natural que a vida dispõe a cada instante para nós.

Ser simples significa ser natural e leve com a vida, e meditar é o que há de mais simples em nossa rotina, acredite. É simples por nos dar simplicidade para ver e viver a vida. É natural por ser um estado intrínseco da naturalidade de nosso ser.

Qual o melhor lugar para meditar?

É importante ter “o seu lugar” especial para silenciar sua mente e escutar suas respostas. Ele realmente pode lhe ajudar muito e deve ser exatamente onde você achar mais adequado.

O que importa é a sua determinação em fazer dele “o lugar”. Sentado ali, no chão, no banquinho, na almofada, na cama, numa poltrona ou cadeira ou com os pés apoiados, está valendo.

Evite realizar a meditação deitado

Devo ressaltar que quando estamos deitados nossa mente naturalmente entende que devemos adormecer.

Por isso, deitar na cama pode não ser muito produtivo para quem quer viver a experiência de um estado de consciência alterado/meditativo.

Como meditar?

Experimente.Tire quinze minutos do seu dia preferindo o horário da manhã e ou da noite, pare, relaxe, respire profundo e se observe internamente.

Perceba seus sentimentos, emoções, pensamentos, desejos e percepções. Perceba seu fluxo mental, seu fluxo de consciência.

Perceba-se no mundo, em sua realidade e veja tudo isto como um grande fluxo do rio existencial do qual você faz parte, mas que preserva sua individualidade de observador consciente.

Elementos que facilitam a prática da meditação

  • Use um tapete ou apoio confortável para meditar.
  • Procure praticar em um local livre de movimentos de pessoas ou barulhos, um local que não tenha móveis que atrapalhe sua permanência.
  • Evite deixar incensos, chamas ou qualquer outro elemento que possa causar algum tipo de acidente ou tirar sua concentração.
  • Pratique por alguns minutos uma técnica de respiração (pranayama).
  • A Meditação não pode ser finalizada abruptamente. Desligue o celular e qualquer outro objeto que possa perturbar sua concentração enquanto medita.
  • Use um diário com notas sobre sua prática diária, incluindo suas experiências, insights e pensamentos decorrentes de sua Meditação.
  • Quando possível, siga orientações diretas de um mestre ou guru.
  • Ao final de todas as práticas, permaneça por alguns minutos sentado em silêncio e de olhos fechados.
  • Depois, entoe um mantra específico que possa ajudar em sua absorção da prática.

Benefícios da Meditação

Alguns dos benefícios da Meditação são o aumento da capacidade de concentração, a diminuição do estresse, o equilíbrio do complexo mente/corpo e o aumento da autoestima.

Outras vantagens são a melhora do sistema imunológico e da memória, além do fortalecimento das conexões entre os neurônios.

Exercício simples de como meditar

A especialista Andrea Leandro mostra nesse vídeo algumas dicas para você começar hoje mesmo. Aproveite!

Recomece todos os dias como se fosse o primeiro. Pois ele será diferente sempre. Boa prática!

Equipe Personare

Equipe Personare

Nós, da equipe Personare, também estamos em um processo constante de conhecimento sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre as relações humanas.