Cheesecake vegana leva geléia de lavanda e expressa feminino

Aroma marcante e sensação de confiança em uma sobremesa leve

Cheesecake vegana leva geléia de lavanda e expressa feminino

Lindo é o ciclo de fortalecimento do poder feminino que temos visto nos últimos anos. Ainda que, na prática, as mudanças sejam lentas e muito graduais, já é possível olhar para o passado e reconhecer o quanto caminhamos para frente. E sim, esse movimento de olhar, reconhecer e agradecer é importante. Foi pensando nisso, em toda nossa trajetória de luta, que comecei a imaginar flores que significam o feminino. Veio à mente a flor de clitória.

O nome, como não poderia ser mais sugestivo, é relacionado ao clitóris, que representa o prazer da mulher. Seu formato é mesmo parecido e, apesar de acreditar ser esse nome mais apropriado, a flor também é conhecida no Brasil como “feijão borboleta”. De coloração azul, é uma “flor corante” e libera essa tonalidade em contato com água quente.

As rosas também são comestíveis e possuem sabor inacreditável nas receitas, nem muito doce, nem muito picante – também relacionadas às mulheres. Porém, foi na lavanda que encontrei a expressão que esperava da feminilidade, com todo seu aroma e sua confiança.

Lavanda na culinária

É, certamente, uma das poucas flores que conseguimos imaginar o seu perfume. Presente em óleos essenciais, extratos e cosméticos no mundo todo, é base também para receitas. Com um lindo tom de lilás e aroma inconfundível, tem um efeito relaxante e calmante – excelente para tratar a ansiedade. Além de poderes aromáticos, o seu suave perfume pode dar um toque especial aos pratos de sabor doce e possui enorme quantidade de vitaminas.

Sendo assim, essa foi a flor escolhida para uma cheesecake vegana com geleia de lavanda.

Cheesecake vegana e girlie de lavanda

Base da torta (massa)

  • 200 g de amêndoas;
  • 200 g de tâmaras.

Bata no processador, forre o fundo de uma forma de 24 cm com fundo removível.

Recheio da torta (cheesecake)

  • 300 g de castanhas ou amêndoas;
  • 270 g de tofu (se não for vegano, pode usar ricota que é mais em conta);
  • 1/2 xícara de açúcar demerara ou mascavo ou xilitol;
  • 800 ml de água filtrada;
  • Três colheres (chá) de agar agar,
  • 100 ml suco de beterraba (concentrado é melhor);
  • Suco de dois limões.

Preparo do recheio

Coloque as castanhas de molho por cerca de quatro horas para hidratar. Jogue a água fora. Numa panela comum, aqueça 800 ml de água com as castanhas (já hidratadas) e o agar agar. Quando ferver, espere mais dois minutos e desligue o fogão. Espere tudo esfriar. Coloque no liquidificador e bata tudo junto com o restante dos ingredientes do recheio.

Cobertura da cheesecake: Geleia de amoras e flores de lavanda

  • 500 g de amoras;
  • 180 g de melado (ou mel se não for vegano) ou óleo de coco sem sabor,
  • Duas colheres (sopa) de lavanda seca de sachê ou in natura;
  • Raspas e suco de 1/2 limão.

Preparo da cobertura

Em uma frigideira grande, coloque as amoras e o limão. Deixe reduzir e acrescente as flores de lavanda de sachê ou in natura. Coloque por cima da cheesecake e seja muito feliz.

Rachel Lopes

Rachel Lopes

Rachel Lopes é chef de cozinha e possui descendência céltica portuguesa. Atua como terapeuta em Homeopatia, Cura Céltica, Sistemas Florais, Reiki, Frequências e Sistema Arcturiano de Cura Multidimensional, no Rio de Janeiro e em consultas online. Agendamentos por e-mail. Saiba mais: www.cozinhadojardim.com