A sombra como aliada no sucesso profissional

Reconhecer aspectos da personalidade pode transformar sua relação com o trabalho

A sombra, nosso aspecto da personalidade muitas vezes oculto de nós mesmos, guarda na gaveta trancada imensas habilidades, talentos e dons. A formação da sombra começa em casa, continua na escola e mais tarde no trabalho.

Nós levamos nossos ideais, nossa ingenuidade para o local de trabalho como uma roupa nova. Imaginamos que a empresa vai ser como uma família para nós, os colegas serão amigos e o chefe um pai que toma conta dos nossos interesses.

Ter um trabalho nos define como pessoa, como cidadãos e como alguém que está no mundo. Podemos usar o autoconhecimento para reconhecer nossas partes sombrias e então encontrar o sucesso no trabalho, como uma manifestação sagrada, um reflexo da alma.

Para tanto precisamos aprender a observar a nós mesmos, não confundir competência com amor, não colocar todas as recompensas afetivas em promoções, crachás ou salas de reuniões.

A necessidade profunda da sombra é sempre se manifestar para integrar a personalidade de forma a ampliar nossos recursos de atuação na vida.

No trabalho a sombra nos resgata a criatividade indomável, o bom uso do poder e a coragem para inovar.

De todas as características, o poder talvez seja o mais difícil de se aceitar e manifestar de forma luminosa, porém esse pode ser o primeiro passo para o sucesso.

As quatro formas de uso luminoso do poder:

  • Poder da recompensa: capacidade de dispor de resultados recompensadores, seja no recebimento de elogios positivos, ou promoções; seja na eliminação dos resultados negativos.
  • Poder Legítimo: são os valores, crenças de que todos nascemos com o direito legítimo de governar ou influenciar os outros baseados em nossos princípios filosóficos.
  • Poder de Referência: é o poder de influenciar o outro pelo seu carisma ou características admiráveis que servem de referência.
  • Poder da Especialização: pessoas que são vistas como especialistas numa determinada área podem influenciar as outras fornecendo-lhe conhecimento ou utilizando a própria experiência como referência.

Da mesma forma que ansiamos por um parceiro amado ou uma vida familiar que nos alimente, também desejamos um trabalho com alma, que possa nos nutrir e apoiar.

Mas o trabalho que contém uma grande promessa, também contém o potencial para nos trair se formos tomados pelo lado sombrio do poder, da ganância e da arrogância.

Se nós, enquanto indivíduos, pudermos encarar nossos medos e resistências, talvez possamos nos reconectar com aquela parte de nós que sabe trabalhar com alma.

Se pudermos abandonar nossos padrões de autossabotagem olhando para vida somente pelo ângulo de que o trabalho nos define, talvez possamos equilibrar melhor quem somos além daquilo que fazermos.

A sombra nos orienta ao sucesso profissional como uma parte da existência, um sucesso que se completa com todos os outros lados, que devem estar presentes numa vida equilibrada e saudável. O sucesso segundo a sombra é poder dar expressão a que se é genuinamente, seja na vida pessoal ou na vida profissional, transformando nosso trabalho diário na grande obra da nossa vida.

Claudia Quadros

Claudia Quadros

Psicóloga, mestra em educação e xamã matricial. Ministra workshops, palestras e vivências de auto desenvolvimento da consciência. Conduz grupos em experiências iniciáticas em retiros e viagens para locais sagrados pelo mundo.