Sobre a importância da vontade

Do que você tem vontade? Entenda a importância de correr atrás dos seus desejos

Sobre a importância da vontade

Quando olhamos para o que vivemos até hoje, temos uma visão panorâmica, semelhante a quando você está no alto de uma montanha e pode ver a paisagem lá embaixo, com sua topografia, seus rios, suas ruas, suas casas e prédios. Cada esquina que você vê tem muita importância.

E qual foi a energia usada para construir essa paisagem da sua vida? Foi a vontade, essa força interna que nos impulsiona a superar obstáculos, que faz um atleta querer completar uma prova mesmo quando o corpo já não responde.

Lembra daquela corredora suíça na maratona das Olimpíadas de Los Angeles? Aquele é um exemplo de vontade que foi televisionado para todo o mundo, mas todos os dias essa vontade faz com que pessoas acordem cedo e saiam para o trabalho, ou durmam mais tarde estudando para melhorar de vida.

É a vontade que permite que muitas mulheres que vivem em situação de miséria consigam alimentar seus filhos pelo menos por hoje, mesmo que seja com comida recolhida do lixo de restaurantes. É a mesma vontade que serve como cimento para manter um casal juntos por longo tempo, apesar das dificuldades grandes e pequenas que sempre existem quando se juntam duas vidas.

A Medicina Chinesa considera que a vontade é um atributo que está diretamente ligado à formação de nosso corpo material. É muito mais do que um estado psíquico, é algo que tem uma ligação umbilical com o nosso corpo e nossa própria existência. Age de forma inconsciente e inteligente, modelando nosso destino, pelas nossas ações e escolhas.

Ela não é privilégio de alguns, não é um dom, como o daquele cara que tira música de ouvido no violão sem nunca ter feito uma aula. Todos nascemos com essa vontade. É com ela que vamos bordando nossa biografia. Preste atenção na sua história, que você vai reconhecer essa vontade e colocá-la para trabalhar a seu favor.

A vontade é a energia que nos leva a fazer ou não fazer uma coisa, pelo exercício de nosso livre arbítrio ou livre determinação, sem necessidade de nenhuma influência externa que obrigue a isso.

A boa notícia é que é possível exercitar a vontade, como um treinamento. O primeiro passo é tomar consciência do que se quer. Daí que o trabalho para a concretização desse desejo deve se tornar um hábito. Para muitos, esse hábito vai se tornar chato e penoso no decorrer do tempo, afinal aquilo que é novo geralmente é mais atraente.

Contudo, a certeza da meta a ser alcançada serve de combustível para superar esse desconforto da rotina e aplicar-se para atingir aquela meta que um deseja. Para esse exercício é bom começar com metas de curto prazo, para que a rotina inicialmente não se prolongue por um tempo longo. É um exercício, pense na academia.

Você começa levantando 1kg, e acha impossível fazê-lo com 30kg. Mas com a continuidade da prática, os 30kg se tornam viáveis. Quando você começa a atingir metas que deseja, ainda que aparentemente pequenas, isso aumenta a sua autoconfiança e o desejo de buscar metas maiores. Não se deixe vencer pela rotina, ela pode ser sua aliada, se você colocar sua vontade em ação.

Olá, essa matéria foi útil para você?
Marcelo Guerra

Marcelo Guerra

Médico graduado pela UFRJ. Começou a carreira como Psicanalista e depois enveredou pela Homeopatia e Acupuntura. Ministra oficinas e palestras em todo o Brasil e atende em consultório no RJ. Saiba mais