Equipe Personare
Por Equipe PersonareLeia em 2 min.01/10/2015 

Você nasceu no primeiro ou último dia de um signo?

Quem faz aniversário nestas datas pode não ter signo solar que imagina

O período de um signo dura aproximadamente 30 dias e é relacionado à passagem do Sol pela região do céu que o compreende. No entanto, o dia que um signo inicia ou termina pode sofrer leves variações anualmente. Com o intuito de popularizar a Astrologia e levar este conhecimento ao público leigo, o astrólogo inglês Alan Leo, a partir do início do século XX, iniciou um movimento para ajudar as pessoas a descobrirem seu signo solar. Para isso, elas precisavam saber, apenas, o dia e o mês que nasceram.

A partir daí foram criadas e divulgadas tabelas que funcionavam como um guia que dizia, aproximadamente, quando um determinado signo entrava em vigor. O problema é que estas informações não são exatas, pois o horário que o Sol começa a transitar por um signo varia a cada ano. Isso significa que uma pessoa nascida no dia 20 de abril – considerado o primeiro dia do signo de Touro, pode não ser taurina, já que na hora e localidade do seu nascimento o Sol ainda poderia estar transitando por Áries, por exemplo.

Em geral, o período dos signos é:

  • Áries – 21/03 a 19/04
  • Touro – 20/04 a 20/05
  • Gêmeos – 21/05 a 21/06
  • Câncer – 22/06 a 22/07
  • Leão – 23/07 a 22/08
  • Virgem – 23/08 a 22/09
  • Libra – 23/09 a 22/10
  • Escorpião – 23/10 a 21/11
  • Sagitário – 22/11 a 21/12
  • Capricórnio – 22/12 a 19/01
  • Aquário – 20/01 a 18/02
  • Peixes – 19/02 a 20/03

Quando alguém nasce no primeiro ou no último dia de um signo, é fundamental saber a hora de nascimento para ter certeza a respeito do signo correto. Com este dado, você poderá descobrir qual a posição exata do Sol na hora que você veio ao mundo. Para saber sua hora correta, confira a certidão de nascimento, já que esse documento possui o dado mais aproximado registrado. Depois disso, faça gratuitamente seu Mapa Astral resumido, e descubra qual é, afinal, seu signo solar.

E se você ficar decepcionado porque seu signo solar não é o que você sempre pensou que fosse, a astróloga Vanessa Tuleski lembra que uma pessoa é muito mais do que a posição do seu Sol. “Por exemplo, um leonino com vários planetas em Virgem pode apresentar um senso crítico e um grau de modéstia que normalmente seriam atribuídos a um virginiano, mas não a alguém com Sol em Leão. Tenha em mente, ainda, que seu signo solar não sinaliza algo que você já é, e sim a necessidade de aprender a ser daquela maneira ligada ao signo. E esse domínio você vai ganhando com o tempo. Quem é de Leão, por exemplo, precisa aprender a desenvolver sua autoestima e a gostar de si mesmo. Capricórnio, a ser realista e persistente. Áries, a ter coragem e a seguir o seu caminho. Libra, a negociar e se relacionar. E por aí vai”, pontua Vanessa.

Equipe Personare

Equipe Personare

Nós, da equipe Personare, também estamos em um processo constante de conhecimento sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre as relações humanas.