Equipe Personare
Por Equipe PersonareLeia em 2 min.05/01/2018 Atualizado em 27/12/2019

Quando ele perdeu tudo teve a grande ideia da sua vida

Todo ano tem suas vitórias, esta foi a de Fernando Belatto. Saiba mais

Ele era jovem.

No auge do jiu-jitsu, colecionando medalhas e troféus.

Parecia ter tudo.

Mas dentro de si tinha um vazio.

Competir tinha perdido o seu propósito.

O vazio evoluiu para uma angústia.

“Tudo o que eu havia construído não fazia mais sentido para mim.”

Chegou a desenvolver a síndrome do pânico.

E teve que largar o jiu-jitsu para cuidar da saúde.

A publicidade foi uma maneira de seguir em frente.

Formou-se na faculdade e abriu a própria agência.

Estava fazendo algo que gostava, num lugar que gostava.

Tudo estava indo bem.

Mas, em alguns anos, a crise voltou.

“A vida me deu tudo o que eu queria, mas depois mostrou que nada daquilo era pra mim.”

Em sua busca, fez um retiro espiritual.

E lá percebeu um desejo reprimido de voltar ao jiu-jitsu.

“Mas eu brigava dentro de mim, querendo fugir disso.”

Talvez só precisasse fechar o ciclo.

Conseguir a faixa preta e seguir em frente.

Cumpriu sua meta.

No ano seguinte, fez uma jornada espiritual para a Índia.

Precisava descobrir o que iria lhe satisfazer.

“Voltei decidido a investir na carreira em publicidade”.

Mas ao chegar, uma surpresa:

seus sócios haviam desistido da agência.

E não parou por aí.

Na semana seguinte, roubaram seu carro.

E seu relacionamento terminou.

“Me vi sem nada.”

E sem forças para recomeçar.

Alugou seu apartamento e foi para o sítio da família no interior.

Sem nenhuma perspectiva, se dedicou intensamente à Meditação.

E foi esse o momento.

Quando estava mais “perdido”, que finalmente se encontrou.

“Em Meditação, intuí tudo.

Parece que uma tampa saiu de mim e percebi o que precisava fazer”

Voltou para a casa dos pais.

Passou meses desenvolvendo um método que unia o Yoga ao Jiu-Jitsu.

Um resgate de toda a sua trajetória.

Algo único.

“Mais do que uma prática física, é um caminho marcial. Um caminho de vida.”

Começou com aulas experimentais para amigos.

Em pouco tempo sentia que estava fazendo a diferença na vida deles.

Seu propósito virou fonte de renda.

E de realização.

Essa é a história de Fernando Belatto, criador do O-DGI – “O Despertar do Guerreiro Interno”, que hoje é praticado por milhares de pessoas em todo Brasil. No ano em que viveu sua transformação, sua Revolução Solar dizia:

“Neste ano, Sol e Urano estão em harmonia na sua revolução Fernando, sugerindo uma personalidade inventiva e original. Você se destacará ao mostrar ao mundo que é possível fazer as coisas de uma maneira nova. Além disso, Netuno na Casa 10 manifesta a espiritualidade no ambiente de trabalho. Isto pode sugerir você mostrando para as pessoas a profunda responsabilidade espiritual da área na qual você trabalha.”

Quando você aproveita os potenciais, até os anos mais difíceis trazem grandes oportunidades.

Afinal, todo ano tem suas vitórias.

Em 2020, quais serão as suas?

Equipe Personare

Equipe Personare

Nós, da equipe Personare, também estamos em um processo constante de conhecimento sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre as relações humanas.