Logo Personare vertical
Pesquisar
Loading...

Conheça mais sobre a Psicoembriologia e gravidez

Conheça mais sobre a Psicoembriologia e gravidez

Quando nos aprofundamos no processo de autoconhecimento é comum nos depararmos com emoções e sentimentos que têm origem no nosso período gestacional e infância.

Podem ser medos, traumas, inseguranças, doenças, padrões ou comportamentos que até se repetem na família e outras memórias que vão nos acompanhar durante toda a vida, até o momento em que os sentimentos são conscientizados e ressignificados. Isso demonstra como esse período tem influência e importância, e o quanto um trabalho preventivo pode minimizar impactos consideráveis.

Sempre que possível, é recomendado que o casal que deseja engravidar realize um processo de pré-concepção, buscando preparação e seu próprio autoconhecimento. Procurar informações sobre como estava a vida dos seus pais durante a sua gestação, como a sua mãe se sentiu, se passou por alguma situação impactante e como foi o parto, poderá auxiliar nesse processo e ajudá-lo na liberação dessas influências.

Porém se a gravidez ocorrer sem essa preparação, ainda assim é possível atuar durante todo o período gestacional para a prevenção da formação de registros desfavoráveis.

As boas práticas e técnicas da Psicoembriologia contribuem para o desenvolvimento íntegro dos filhos e dá suporte para a gestante e o casal percorrer todas as fases da gravidez com mais leveza e menos inseguranças.

O que é a Psicoembriologia?

O psicanalista Wilson Ribeiro, criador da Psicoembriologia instituída na década de 1960, percebeu a existência de uma fase que antecede o nascimento e precede a fase oral estabelecida por Freud, a qual chamou de fase umbilical.

Wilson Ribeiro diz que “o cordão umbilical é muito mais do que a ligação física e um canal de transmissão de sangue, oxigênio e nutrientes. É também um canal de nutrição de cargas emocionais da mãe onde há uma ligação psíquica de mente a mente”.

A Psicoembriologia é uma gestação psicoassistida que nos ensina que é possível atuar durante toda a gravidez para auxiliar na boa formação de bebês, resgatando a valorização e a essência da força do feminino, da maternidade e do parto como um evento natural na vida de uma mulher o qual pode ser desassociado de dores e medos.

O casal pode mergulhar junto nesse processo para compartilhar e criar desde o início o vínculo com o bebê.

Como a Psicoembriologia atua durante a gestação?

Quando um bebê está dentro da barriga ele não tem discernimento de que é um ser diferente da mãe, ele se torna uma esponja absorvendo e pulsando os desejos da mãe que podem ser tanto positivos, quanto negativos, seja de forma consciente ou inconsciente. ]

Portanto, todas as sensações que a mãe sente, o bebê também sentirá como sendo seu, o que pode causar registros negativos em seu sistema psíquico. Por exemplo, se a mãe está sentindo desconforto ao estar grávida, o bebê entende que é o culpado por ocasionar essas sensações na mãe.

As descargas de emoções da mãe são percebidas pelo bebê através das descargas hormonais de substâncias como adrenalina e serotonina, por exemplo.

A Psicoembriologia é considerada uma forma de psicanálise preventiva em que o psicoembriólogo faz o filtro psíquico de heranças informativas negativas (também chamadas de crenças) que os pais podem passar para o bebê e ensina meios para que a mãe tenha uma comunicação verbal e mental com seu bebê para que possa explicar a todo o momento o que está acontecendo.

É também combinado códigos com o bebê para que se possa estabelecer uma comunicação intrauterina.

É muito comum a gestante sentir medo, inseguranças sobre o parto, sobre a saúde do bebê e demais questões do dia a dia, então esse ato de conversar com o bebê e explicar o que está acontecendo evita que suas emoções afetem seu desenvolvimento físico e mental.

No acompanhamento, a gestante tem um espaço de fala onde traz a tona suas questões, e o psicoembriólogo faz o filtro dessas emoções com o bebê. Também é utilizado relaxamentos, visualizações criativas e orientações sobre como manter o equilíbrio durante todo o período de gestação, parto e pós-parto.

Além disso, faz-se o que Wilson Ribeiro chama de vacina psíquica que são registros positivos realizados durante toda a gestação sobre a capacidade que o corpo do bebê tem de se desenvolver de forma saudável, de se defender de doenças físicas e psíquicas e de ser resistente a vírus, germes, além de manter seu sistema imunológico fortalecido.

O trabalho com a Psicoembriologia pode ser iniciado assim que a gravidez é descoberta e é realizado durante toda a gestação em sessões semanais, sendo possível dar continuidade até os três anos de idade da criança, que é um período de extrema importância em sua formação.

O papel dos pais durante a gravidez

O bebê é como se fosse um viajante que dentro de alguns meses vai desembarcar em um território completamente desconhecido. Se durante a viagem ele for ensinado sobre como é a vida no destino, sua chegada será muito mais leve e a adaptação muito mais fácil.

Não é preciso esperar o bebê nascer para apresentar para ele a casa onde ele vai morar, o berço onde irá dormir, as roupinhas que vai usar, os brinquedos que irá brincar. Ele pode e deve saber sobre sua família, o que o papai e a mamãe fazem, onde trabalham, se tem irmãozinhos, como são os avós e onde moram.

Os pais podem mostrar as coisas belas da vida, apreciar um pôr do sol, comer comidas gostosas e saudáveis, cantar músicas alegres, ler historinhas e contar memórias engraçadas da família. E, principalmente, fazer registros positivos dizendo que ele está seguro, que não precisa se preocupar com as questões dos pais, que é muito amado e que já tem tudo o que precisa para se desenvolver com muita força e saúde!

Ter essa consciência e percepção pode alterar completamente a relação com a maternidade, resgatando a essência do feminino que é capaz de gerar, nutrir e criar vínculo e conexão com o bebê, acolhendo e gerando uma base de segurança antes mesmo de seu nascimento.

Olá, essa matéria foi útil para você?
Monalihsa Cávallaro

Monalihsa Cávallaro

Psicoembrióloga, terapeuta e nutricionista, trabalha integrando a nutrição do corpo físico, mental e emocional - www.monaterapias.com / Instagram: @diariosemlactose e @dentrodoventre Saiba mais