Yubertson Miranda
  • Por Yubertson Miranda
  • Leia em 4 min.
  • 01/11/2018
  • Atualizado em 30/01/2019 às 10:29

Previsões da Numerologia para o amor em novembro de 2018

Confira as tendências do mês para solteiros e comprometidos

Previsões da Numerologia para o amor em novembro de 2018

Quer saber o que novembro reserva para a sua vida amorosa? Com a Numerologia, é possível oferecer previsões personalizadas sobre Amor para solteiros e comprometidos, com base no Ano Pessoal, Trimestre Pessoal ou Mês Pessoal. Calcule gratuitamente o seu Ano Pessoal e Trimestre Pessoal no Mapa do Ano. Depois, descubra seu Mês Pessoal também. As interpretações abaixo indicam as principais oportunidades e desafios que você tende a viver nos relacionamentos em setembro. Vale lembrar que, para uma visão mais profunda do seu momento afetivo, é indicado consultar a versão completa das análises numerológicas.

Ano Pessoal 1 – Trimestre Pessoal 3 – Mês Pessoal 3

Se você não se relaciona e esperava o momento de sentir-se disponível para um relacionamento afetivo, neste mês você tem esse potencial. A oportunidade de conhecer algumas pessoas e haver uma atração imediata com alguém com quem pode iniciar um vínculo afetivo é grande. Porque o 1 de seu ano pessoal sinaliza um período apropriado para começos. E o 3 (tanto de seu trimestre quanto de seu mês pessoal) revela que há abertura para romance. Claro que o desejo de liberdade está significativo por vivenciar ciclos de números que amam sentir-se livre, tais como o 1 e o 3. E isso pode representar aventuras românticas de curta duração, se assim preferir.

Caso você esteja numa relação, o desejo de renovar o prazer com a pessoa parceira está forte. Isso representa envolver-se em programas diferentes que lhe propiciem mais diversão e um romance com maior intensidade com seu par. Se não encontra essa disponibilidade com quem está se relacionando, poderá sentir forte atração por outra pessoa e se embrenhar num triângulo amoroso. Há possibilidades, inclusive, de experimentar o amor livre, abrir o seu relacionamento. O importante é apresentar ideias e projetos à pessoa amada para saírem da rotina e colocar mais paixão e prazer, inclusive sexual, na vida a dois.

Ano Pessoal 2 – Trimestre Pessoal 4 – Mês Pessoal 4

Neste mês, se você não está se relacionando, tende a perceber com mais clareza o desejo de só se comprometer com alguém que transmita segurança. Se não tiver a sensação de que pode ser um vínculo estável, as chances de se envolver serão menores. Em novembro,  o poder de materialização do 4 (duplicado por estar tanto no trimestre quanto no mês pessoal) está a serviço do 2 de seu ano pessoal. E este sinaliza uma maior disposição em estar junto, em viver o companheirismo no amor.

Se você já está se relacionando e não formalizou esse laço afetivo, este mês de novembro pode apresentar a oportunidade de sacramentar a relação. Oficializar um namoro, um noivado ou mesmo um casamento. É um período também muito favorável para tanto receber quanto oferecer apoio emocional e seu amparo material em seu relacionamento. A preocupação maior com a segurança (afetiva, familiar, residencial e financeira) nesta fase tende a exigir conversas e ajustes entre você e seu par. Ao encontrar soluções em conjunto, a união entre você pode  aumentar.

Ano Pessoal 3 – Trimestre Pessoal 5 – Mês Pessoal 5

Esta fase de sua vida apresenta a oportunidade de  mudar a rotina. Quem passa por um mês com essa combinação de números costuma viajar, fazer cursos, conhecer gente nova ou ter aventuras românticas bem intensas. Não é um momento de muita disposição para se comprometer num vínculo mais sério. Possivelmente você vai prezar a liberdade de experimentar, de se divertir, de transar. Ainda mais que seu carisma, seu magnetismo, seu poder de atração está bem forte neste mês de novembro. Aproveite e desfrute novas experiências afetivas, inclusive sexuais.

Se você está se relacionando, poderá se deparar com alguma crise em sua vida amorosa. Seja um imprevisto externo, o qual vem demandar adaptação e implementar mudanças na sua relação. Ou um inconformismo com o que vem acontecendo entre você e seu par (ou com o que vem não acontecendo em termos de novidades, prazer e diversão). Então, por isso, em novembro você tende a buscar novas experiências, inclusive sexuais, com a pessoa parceira. Ir a lugares diferentes,  trazer novos estímulos para o relacionamento. Mas, se não conseguir, pode colocar um ponto final ou simplesmente dar um tempo, a fim de dar vazão à ânsia de sentir mais liberdade em termos afetivos.

Ano Pessoal 4 – Trimestre Pessoal 6 – Mês Pessoal 6

Durante novembro, a vontade e a disponibilidade de se envolver num relacionamento podem crescer para quem está só. Mas não será o desejo por uma aventura ou uma relação superficial. A combinação dos números 4 e 6 sugere a busca por um compromisso amoroso seguro, consistente e duradouro. Não ceda à carência afetiva só para evitar a solidão, aproveite o mês para buscar uma pessoa companheira, com quem possa estabelecer uma relação mais sólida.

Se você está num relacionamento, este mês de novembro pode ser de muitas expectativas e de consequentes desilusões com a pessoa parceira e com o vínculo que possuem. Porque o 6 repetido no trimestre e no mês pessoal aponta para esse idealismo romântico exagerado. Esperar a perfeição do outro e da relação é criar condições para se decepcionar. Será mais produtivo usar o poder de materialização simbolizado pelo 4 (de seu Ano Pessoal) para construir uma fase de mais segurança e mútuo apoio (emocional e material) em seu laço afetivo.  Como as responsabilidades (familiares, residenciais) tendem a ser maiores neste mês, é importante poder contar com a pessoa parceira para lidar com elas.

Ano Pessoal 5 – Trimestre Pessoal 7 – Mês Pessoal 7

Neste mês, caso não esteja se relacionando, pode se perceber refletindo mais sobre seu passado amoroso . Seja por meio de terapia ou mesmo de conversas com pessoas com quem tem intimidade, tende a alcançar percepções importantes. Você tende a enxergar de forma mais profunda o amor e sua forma de se relacionar. Após essas reflexões, existe a possibilidade de iniciar um vínculo com alguém, se tiver a disposição em superar certos receios e barreiras quanto a se entregar – emocional e sexualmente – num relacionamento íntimo.

Se você está num relacionamento, uma certa desconfiança (ou até mesmo paranoia) quanto a receber traição ou sofrer abandono por parte da pessoa parceira pode gerar uma crise na sua vida a dois. Outra possibilidade num ciclo simbolizado pelo 5 e pelo 7 é a de você se envolver num laço afetivo ou sexual escondido com alguém. Durante esse mês, ter algum profissional para te aconselhar em termos afetivos pode ser de grande apoio. Não fuja nem evite a percepção clara dos sentimentos e desejos que estavam aí escondidos ou reprimidos dentro de você. Encare-os e lide com eles de forma sábia e madura. Assim tende a  criar um novo nível de intimidade com a pessoa parceira.

Ano Pessoal 6 – Trimestre Pessoal 8 – Mês Pessoal 8

Se você não está se relacionando, pode usar o poder de concretização do 8 (intensificado por aparecer no trimestre e no mês pessoal) para se comprometer com alguém em novembro. E que seja com uma pessoa que  transmita ou mesmo ofereça segurança, emocional e financeira. Pode ser, inclusive, com uma pessoa de seu passado, já que a simbologia do 8 indica o reencontro.

Caso esteja numa relação, este período pode ser de alguns embates com a pessoa parceira, principalmente por  questões familiares ou financeiras. A combinação das simbologias do 8 e do 6 sugere que use o diálogo para evitar se impor excessivamente ou, num outro extremo, se deixar dominar pela imposição da vontade de seu par. Tendo em vista que o 8 simboliza a força de realização de sonhos, você tende a  alcançar um grande objetivo neste mês de novembro nesta área amorosa. Para algumas pessoas que passam por esse ciclo, pode ser a formalização de um vínculo, noivando ou casando. Para outras pessoas, pode ser a compra de um imóvel, uma gravidez ou o nascimento de um filho. Independente do que seja, aproveite esse poder de materialização do 8 que é direcionado para o laço amoroso que o 6 de seu ano pessoal representa.

Ano Pessoal 7 – Trimestre Pessoal 9 – Mês Pessoal 9

Se você não está se relacionando, a sensação de solidão pode prevalecer neste mês. Acolha-a como uma ótima oportunidade para você fazer um profundo balanço sobre sua vida amorosa nos últimos anos. Se puder fazer um curso, uma viagem ou terapia com o objetivo de mergulhar nessa compreensão a respeito de sua forma de dar e receber amor, melhor ainda. Porque este novembro lhe sinaliza uma predisposição ao recolhimento e a se conhecer melhor. Direcione esses anseios para extrair lições valiosas de suas histórias de amor. E assim poderá amar com mais sabedoria e satisfação quando encontrar alguém.

Caso você esteja se relacionando, provavelmente sinta um profundo vazio existencial neste mês de novembro. E esse sentimento pode influir na sua vida amorosa. Porque pedirá mais reflexão de sua parte, especialmente através de momentos de maior isolamento. E a pessoa parceira pode sentir que você está mais distante – física e/ou emocionalmente. Será importante compartilhar com ela o quanto está precisando desse espaço para o recolhimento e a introspecção. Ou esse distanciamento vir por meio de alguma viagem, retiro ou curso em outra cidade. Lições importantes e aprendizados significativos poderão ser extraídos dessa fase de maior autoconhecimento. Desapegar-se de certos hábitos na sua forma de amar, principalmente ao compreender e deixar ir embora determinados medos da intimidade, da traição e do abandono, trará um significado maior para o seu relacionamento. Se não perceber esse propósito em seu vínculo afetivo ou mesmo se não conseguir superar esses medos (ou paranoias), existe a possibilidade de o relacionamento chegar ao fim. Um fim de ciclo com certeza está em voga entre você e a pessoa parceira. Dependerá de vocês renascerem, superarem as crises e iniciarem um ciclo de mais satisfação entre você e seu par.

Ano Pessoal 8 – Trimestre Pessoal 1 – Mês Pessoal 1

Caso você não esteja se relacionando, tende a encontrar neste mês alguém com quem possa se relacionar a longo prazo. Os ciclos 1 (do mês e do trimestre pessoal) apontam uma fase propícia para novidades. Como o 8 – de seu ano pessoal – simboliza o potencial de concretização, pode usar essa predisposição à realização em prol de uma nova etapa na vida amorosa. Mas você pode também priorizar a carreira em novembro, já que tanto o 1 quanto o 8 simbolizam dinamismo e ambição. Tudo vai depender dos seus objetivos no decorrer do mês.

Se você está numa relação, talvez não demonstre muita paciência para as questões afetivas. Principalmente porque novos desafios tendem a exigir muito de seu tempo e energia. Explique à pessoa parceira que você se encontra num mês propício para progredir e alcançar metas. Outra tendência neste mês de novembro diz respeito ao risco de agir de forma muito autoritária, impaciente ou mesmo agressiva com seu par. Tente evitar embates de vontade e conflitos competitivos com a pessoa parceira.

Ano Pessoal 9 – Trimestre Pessoal 2 – Mês Pessoal 2

Se não está se relacionando, este período é favorável para conhecer alguém. O simbolismo do 2 (intensificado neste mês por estar presente no seu trimestre e no seu mês pessoal) aponta para a possibilidade de parcerias e alianças. E o 9 de seu ano pessoal clama para você se envolver em experiências que sejam marcadas por um significado maior. Também pode reencontrar alguém com quem já se relacionou ou se interessou e reatar esse vínculo.

Caso esteja numa relação neste mês, tende a passar por uma fase de significativa insatisfação com a pessoa parceira. Nem que seja por querer mais apoio, colo e carinho e receber um certo distanciamento de seu par.  A simbologia dos números 9 e 2 combinados sugere que ajustes precisam ser feitos para que haja uma reciclagem ou mesmo um renascimento no companheirismo de vocês. Viagens com o seu par estão favorecidas neste mês de novembro.

Olá, essa matéria foi útil para você?
Yubertson Miranda

Yubertson Miranda

Yubertson Miranda é numerólogo, astrólogo e tarólogo e é graduado em Filosofia. Ama encontrar significado nos eventos do dia a dia. É autor das análises numerológicas do Personare. Saiba mais