Vanessa Tuleski
Por Vanessa TuleskiLeia em 5 min.12/10/2019 

Previsões astrológicas de 14 a 20 de outubro de 2019

Semana apresenta situações mais críticas, mas inteligência e estratégia para lidar com elas

As previsões astrológicas coletivas para 14 a 20 de outubro sugerem uma semana com mais chances de impaciência. Por outro lado, Mercúrio faz sextil com Netuno até sexta-feira, um aspecto considerado maravilhoso porque ativa a intuição e a inspiração. Lembre-se que é importante ler e entender suas tendências particulares. Por isso, após a leitura desse artigo, consulte seus trânsitos personalizados no Horóscopo Personare. Listo aqui alguns destaques:

  • Até terça-feira (15), há chance de imprevistos com pessoas próximas e uma maior impaciência nas relações, com Vênus/Urano.
  • O Céu, até quinta-feira (17), tende a ter mais intensidade, seja interna ou com acontecimentos, com o Sol em quadratura com Plutão. Porém, uma visão mais ampla, e talvez algum tipo de suporte externo, pode auxiliar a lidar melhor com situações que surgirem, com o Sol em sextil com Júpiter.
  • Apesar da tensão com o Sol pegando boa parte da semana, Mercúrio tem aspectos fluentes, ajudando a ter bom senso, intuição e profundidade intelectual para lidar com situações.
    De quinta-feira em diante, Vênus faz bons contatos com Saturno e Netuno, trazendo estabilidade e suavidade para as relações!

Vênus/Urano no início da semana: menos paciência

Até terça-feira (15), Vênus em oposição com Urano traz menos paciência nas relações e tendência a rupturas ou a um pouco de afastamento. A parte financeira pode estar mais variável e os gastos de última hora maiores do que o esperado. Evite investimentos de maior porte, por causa do risco ampliado.

Sol/Plutão: mobilização e intensidade

Até quinta-feira (17), o Sol em quadratura com Plutão pode nos colocar em contato com situações mais intensas, como perdas, finalizações de ciclos, cirurgias, crises ou questões que de alguma forma mexem interiormente. O papel do Sol é trazer clareza, neste caso, sobre o que não vem bem ou para situações não resolvidas. Atente, também, para uma tendência a ficar mais desconfiado(a) e/ou paranoico(a) ou a reagir com muita intensidade a algo, o que pode ser algo justificado ou então excessivo.

Disputas de poder podem ocorrer mais nesta semana. Se estiver envolvido em algo assim, pense se vale a pena ou não bater de frente e qual a melhor estratégia. No âmbito coletivo, há mais perigo, por isto por isto deve-se evitar situações de embate e risco. Muitas pessoas também podem perceber com mais clareza o que precisa ser transformado e/ou eliminado, já que é um aspecto que fala em profundidade.

Em paralelo a ele, o Sol também faz um aspecto fluente com Júpiter, o que ajuda a balancear a fim de enxergar o quadro todo. Se o Sol/Plutão revela o que não vem bem, e, em alguns casos, instiga a atitudes mais radicais, este contato faz pensar em perdas e ganhos, o que por vezes pode refrear alguns impulsos. Também pode funcionar como uma ajuda no meio da crise, como, por exemplo, um parente que tem uma emergência, mas que é levado para um hospital onde um conhecido auxilia com os trâmites e com a comunicação. Uma outra faceta dele é a fé e perspectiva ampliada, dando suporte para lidar melhor com circunstâncias que se apresentarem.

Toques de inspiração nas previsões astrológicas para a semana

Mercúrio, o planeta da mente, faz ótimos contatos nesta semana, o que ajuda bastante a lidar com as tensões de Sol/Plutão até quinta-feira (17). Veja:

  • Sextil com Saturno até quarta-feira (16), ajudando a pensar com mais maturidade, bom senso e cautela. Ajuda em questões patrimoniais, documentos e até no trabalho. Favorável para conversar de maneira séria e com bons argumentos.
  • Sextil com Netuno até sexta-feira (18). Este aspecto é maravilhoso, ativando a intuição e a inspiração, em especial quando você relaxa um pouco. Por exemplo, às vezes temos uma boa ideia ou inspiração assistindo a um filme despretensioso ou trocando ideias com amigos. O aspecto também é excelente para visualizar coisas positivas. No âmbito das conversas, regidas por Netuno, é possível encontrar, intuitivamente, vias que permitam acessar melhor o outro com maior suavidade.
  • Sextil com Plutão, de sexta-feira (18) até a quarta-feira (20). Este é o aspecto da profundidade, que instiga você a acionar o seu lado detetive, seja para trabalho, estudos ou qualquer outro assunto. A palavra-chave aqui é perspicácia. Ótimo também para terapia, pois permite acessar camadas insconscientes, só é preciso ter coragem e capacidade em lidar com a verdade. Conversas e palestras podem ser transformadoras.

Amor e relacionamentos mais estáveis a partir de quinta

A partir da quinta-feira (17), Vênus faz bom contato com Saturno, e, do sábado (19), com Netuno. No âmbito financeiro ou então de benefícios e facilidades, estes aspectos não indicam sobra e fartura, mas que as coisas podem fluir com mais regularidade e até haver um pouco de sorte a partir do sábado.
Na estética, estão favorecidos tratamentos que somem com esforços, como, por exemplo, algo que reduza centímetros do abdômen, mas em que você esteja disposto(a) a fazer exercício físico e a melhorar a alimentação. Também estão favorecidos os procedimentos que requerem constância, como fazer mais de uma aplicação para clarear a pele, com a condição de evitar exposição solar.

Nas relações, a tendência é a estabilidade e manutenção, seja no âmbito afetivo, de trabalho ou nas amizades. Reforçar laços, o que é uma ótima notícia. E ter também mais suavidade e delicadeza com quem se gosta.

Além disso, na paquera, pode surgir alguém com um perfil mais estável, seja financeira ou afetivamente, e, com Netuno presente a partir do sábado, há potencial de se encantar, gostar, se envolver. Lembrando também que Vênus transita por Escorpião em outubro, com há toques de paixão e intensidade, mas em que as relações também pedem sinceridade.

Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski mora no RJ e dá consultas astrológica-terapêuticas pessoalmente ou à distância, focando no que o céu tem a dizer, mas também no que o livre arbítrio pode fazer.