Equipe Personare
  • Por Equipe Personare
  • Leia em 3 min.
  • 17/08/2016
  • Atualizado em 23/05/2018 às 12:09

Posturas de Yoga para iniciantes

Dicas de exercícios fáceis para quem não tem intimidade com a prática

Posturas de Yoga para iniciantes

O Yoga pode ser uma ótima alternativa para trabalhar a energia corporal. Algumas posições e ensinamentos podem parecer difíceis em um primeiro momento, mas, aos poucos, a prática torna-se simples para todos. A atividade faz bem para corpo e mente, e ainda deixa você com mais energia para viver bem.

Dentre os benefícios que o Yoga oferece para seus praticantes estão o ganho de elasticidade corporal (principalmente na região da coluna), resistência muscular e aumento da capacidade de concentração e foco – já que a pessoa precisa prestar atenção na respiração.

Se você ainda não é adepto da técnica, veja abaixo uma sequência simples de exercícios que o professor e instrutor de Yoga, Bruno Amado, ensina. Vale lembrar que cada posição pode ser repetida até três vezes por dia.

Postura – Sukha Uttanasana

Flexione o tronco para baixo, colocando as mãos abaixo dos joelhos e deixando a coluna bem esticada na horizontal, girando o cóccix para cima. Inspire e expire somente pelo nariz, usando o abdômen para encher e esvaziar o ar do corpo. Procure respirar de 5 a 8 vezes em cada posição, sempre mantendo a atenção na postura. Se desejar, pode repetir até três vezes a mesma posição.

Postura – Ardha Uttanasana

Agora desça as mãos, encostando a ponta dos dedos no chão. Mantenha uma leve flexão da coluna, olhando sempre para frente. Caso não consiga tocar o chão, use um livro ou um bloco de concreto como apoio, embaixo de cada mão.

Postura – Vajrásana

Sente-se sobre os calcanhares, alinhando a coluna e deixando-a ereta. Entrelace os dedos atrás do corpo, abrindo o tórax, esticando os braços e elevando-os até onde puder. Caso não consiga entrelaçar os dedos, junte as palmas das mãos. Procure não empinar muito o quadril e mantenha a cabeça virada para frente.

Postura – Parivrita Vajrasana

Mantendo a posição, coloque o dorso da mão esquerda na parte externa do joelho direito. Se precisar, use os pés como apoio para a mão direita (ou apoie-a no chão), para girar levemente o corpo. Deixe a cabeça na vertical, na linha do ombro. Assim que terminar, repita a posição somente trocando o lado.

Postura – Bidalasana

Entre em quatro apoios, apoiando as mãos e os joelhos no chão, deixando o quadril erguido e a coluna reta. Em seguida expire, subindo as costas, e alongando-a na direção do teto. Encaixe o quadril, mantendo o olhar voltado para o próprio umbigo, e posicione a cabeça entre os braços.

Depois, inspire e faça o movimento contrário, esticando a coluna. Faça uma suave curva para baixo e mantenha o olhar entre as sobrancelhas. Repita essa sequência oito vezes, terminando na expiração.

Postura – Chaturanga Dandasana

Leve as mãos um pouco para frente, apoiando os dedos dos pés no chão e esticando as pernas. Os pés devem ficar um palmo distantes do outro. Jogue o tronco para frente e deixe os ombros na mesma linha dos punhos. Permaneça na posição entre cinco e oito respirações tranquilas.

Postura – Shalabhasana

Ainda na mesma posição, flexione o corpo para baixo, deitando-o no chão com os cotovelos para trás. Tire as mãos do chão e, sem elevar os ombros, suspenda os braços para trás, enrijecendo-os levemente e elevando as extremidades do corpo. Mantenha somente a barriga e o quadril no chão. Não contraia o pescoço durante a posição, mantendo a cabeça voltada para o chão.

Postura – Bhegasana

Deite o corpo, segure o dorso dos pés e puxe-os na direção do quadril. Apoie o queixo no chão ou deite a cabeça de lado. Em seguida solte os pés, voltando a deitar o corpo no chão.

Postura – Ardha Bhujangasana

Estique as pernas de volta, apoiando as mãos no chão, um pouco abaixo da linha do tórax. Em seguida, estique os braços, mantendo o corpo ligeiramente para cima. Caso você sinta dor na região da lombar, flexione os cotovelos, apoiando-os no chão.

Posição – Adho Mukha Svanasana

Suba o quadril, esticando os braços e as pernas, formando um triângulo com o corpo. Mantenha a cabeça voltada para dentro, com o olhar para o chão e as palmas das mãos abertas. A variação da posição, para quem não se sentir confortável ao esticar as pernas, é feita com os joelhos levemente flexionados.

Posição – Balasana

Coloque os joelhos no chão na linha do abdômen, sentando nos calcanhares e deitando o corpo em cima das coxas. Coloque os braços para trás e, ao colocar a cabeça no chão, jogue os braços para trás e faça de 5 a 8 respirações, sem sair da posição.

Olá, essa matéria foi útil para você?
Equipe Personare

Equipe Personare

Nós, da equipe Personare, também estamos em um processo constante de conhecimento sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre as relações humanas. Saiba mais