Gustavo Cunha
Por Gustavo CunhaLeia em 3 min.11/12/2014 

Postura do Avião aumenta confiança e estimula imaginação

Variação de pose de Yoga é voltada para crianças

A Postura do Avião (dekasana) é uma postura moderna na prática do Yoga para turmas de adultos e seniores, tenho observado que todos gostamos de brincar de “faz-de-conta”. Fazer posturas como do Gato, do Cachorro e especialmente do Leão é sempre muito divertido. Na do Leão, colocamos a língua para fora e soltamos um rugido, o que causa algum embaraço ou timidez em alguns, mas no final, normalmente, todos riem com as caretas e expressões dos colegas de aula. E, como professor de Yoga para crianças, conheço bem de perto a maravilha que é colocar a garotada brincando de gato e soltando “Miauuuuuuuuu…” e de cachorro e fazendo sons do tipo: “Au, au, au!”. São reações próprias da idade. É ainda mais engraçado quando os pequenos nos colocam questões inusitadas ou comentários como: “professor, o meu cachorro tem pulgas… posso me coçar durante a postura?”.

Para as crianças criamos posturas que não estão codificadas em livros de Yoga antigos, como a Postura do Homem Aranha, a Postura do Touro ou a Postura do Bom Aluno e do Agradecido, para incutir valores e criar empatia com o que nos rodeia atualmente.

Nesse contexto, a Postura do Avião nada mais é que uma variação da Postura do(a) Guerreiro(a) III e surge como uma adaptação aos tempos modernos. Além de contribuir para criar estabilidade e equilíbrio, desenvolver força nas pernas e nas costas e aumentar a confiança, também passa a mensagem que podemos voar tão alto quanto os nossos sonhos e nos transportar para qualquer lugar na nossa imaginação.

Além de contribuir para criar estabilidade e equilíbrio, desenvolver força nas pernas e nas costas e aumentar a confiança, também passa a mensagem que podemos voar tão alto quanto os nossos sonhos e nos transportar para qualquer lugar na nossa imaginação.

Na Postura do Avião desenvolvemos a criança interior e lembramos que o céu é apenas uma etapa. A mente que olha o céu pode, facilmente, viajar a qualquer lugar que deseje. Podemos voar e percorrer todo o universo a nosso bel-prazer. Sem limite, tudo é possível.

A Postura do Avião é de grande importância, então vamos abrir os braços, sentir o ar passar por nós a toda a velocidade e rumar ao desconhecido com a certeza que encontraremos o que de melhor está reservado para nós. Não tenhamos medo e enchamos o peito com positividade e alegria, amor e compaixão – eis a carga mais preciosa que nos acompanhara em direção a toda a velocidade, à nossa meta (o retorno à plenitude que já somos).

Bem haja, namastê!

Gustavo Cunha

Gustavo Cunha

Ensina Yoga e estuda Sânscrito e Vedanta. Dirige um centro de Yoga em Portugal e leciona no Centro de Yoga Vaidika (Maia) e no Solverde (Granja). Ministra palestras regularmente e faz traduções de textos milenares e manuais de Yoga para Português.