Gabriela Ostronoff
Por Gabriela OstronoffLeia em 3 min.14/09/2018 

Pompoarismo tântrico promove conhecimento do corpo para orgasmos frequentes

Essencialmente feminina, filosofia tântrica canaliza a energia sexual para uma vida plena

Muitas mulheres têm dificuldade em aceitar e gostar da própria vagina, seja por questões estéticas ou culturais. Isso leva a uma sensação de distanciamento, de separação, o que pode acarretar em inúmeros conflitos e desajustes na própria sexualidade. O processo de aprender a conhecer, se relacionar e amar a própria vagina é algo importantíssimo e que tem como aliada uma prática milenar, o Pompoarismo.

O Pompoarismo é um resgate de técnicas relacionadas a um sistema matriarcal e desrepressor (sem proibições ou restrições). São técnicas ancestrais, secretas e que remontam há mais de 4000 anos, utilizadas, nessa época, apenas pelas imperatrizes ou sacerdotisas. Essas mulheres recorriam à prática para aumentar a consciência e o controle sobre os músculos pélvicos e toda a poderosa energia existente no ventre. Transmitido de mãe para filha, todo esse conhecimento que promove a saúde da mulher também era utilizado para o empoderamento feminino.

O Pompoarismo atual, comumente ensinado como ginástica íntima, é uma pequena parte dessa filosofia. Praticada de forma isolada, essa atividade já produz efeitos incríveis. Mas se utilizada em harmonia com outras técnicas é ainda mais poderosa.

Tantra aliado ao Pompoarismo

As técnicas de pompoar eram parte da filosofia comportamental tântrica, praticada em uma época onde as mulheres eram cultuadas, e o prazer e a liberdade, sagrados. Estudos arqueológicos comprovam que os povos que praticavam essa filosofia eram extremamente evoluídos em diversos aspectos em comparação aos demais que viviam na mesma época.

A proposta tântrica, ou seja, o Tantra como filosofia comportamental, é essencialmente feminina. Lida com nossa capacidade de entrega, confiança, dissolução de fronteiras e couraças emocionais. Isso proporciona um relaxamento profundo, expansão orgástica, sensorialidade e uso do corpo para atingir consciências superiores. A proposta é a de desencadear autoconhecimento e evolução interior a partir da energia sexual. As técnicas de linha tântrica melhoram o rendimento da sexualidade visando, além do prazer, a canalização da energia para uma vida plena.

Orgasmo consciente

A experiência orgástica é comumente definida como um clímax de prazer. Mas para o Tantra, o orgasmo vai muito além disso. Trata-se de um momento único, de profunda entrega do ser e de dissolução dos papéis a serem representados. Uma espécie de “morte” do ego. No momento do orgasmo é como se nossas fronteiras fossem dissolvidas e nos sentíssemos unos com o universo. Também podemos chamar essa experiência de estarmos totalmente integrados, conectados e entregues ao fluxo vital, de “experiência oceânica”. É como uma gota d´água que, quando se encontra com o oceano, passa a ser o oceano inteiro, usufruindo, assim, de toda a sabedoria e grandiosidade. Por isso, para nós, o orgasmo é algo tão importante e sublime.

“O Tantra diz: A existência é um orgasmo, um orgasmo eterno que continua e continua e continua. É para sempre um orgasmo, um êxtase…

O Tantra diz: Pensar não é a porta. Não leva a lugar nenhum, é um beco sem saída;

O Tantra diz: Aprenda dos gatos – como eles dormem, como eles relaxam, como eles vivem de um modo não tenso.”

Osho

Por que praticar?

A proposta do pompoarismo tântrico é justamente dar ferramentas para que nós, mulheres, possamos chegar a esse clímax de maneira mais fácil e mais consciente. E, desta forma, aproveitar melhor esse momento tão glorioso e resolutivo dentro dos pontos de vista energético e espiritual. Uma mulher que tem orgasmos regularmente e que conhece o próprio corpo a ponto de conduzir de maneira consciente as suas experiências orgásticas é, de fato, uma mulher mais feliz, com autoestima em alta e em paz consigo mesma.

Gabriela Ostronoff

Gabriela Ostronoff

Gabriela Ostronoff e Júlio Marques fundaram, em 2015, o Tantra Yog Lab. Através de cursos de meditação, yoga, tantra e de sexualidade, eles ajudam pessoas a se libertarem de antigos paradigmas e vícios relacionados ao uso da energia sexual. Dessa forma, o público atendido passa a viver suas relações pessoais de forma mais espontânea, natural e amorosa. Para que essas mudanças atinjam um número de pessoas ainda maior, o Tantra Yog Lab passou a investir também no ensino a distância.