Simone Kobayashi
Por Simone KobayashiLeia em 3 min.08/09/2014 

Nós testamos: Arquearia Meditativa

Prática trabalha foco, respiração, força e atenção

Recentemente participei de um workshop chamado “Arquearia Meditativa”. Só por ter “Arquearia” no nome já me chamou atenção. E quando a palavra vem acompanhada do “Meditativa”, então, fica mais interessante, já que é uma das coisas que buscamos nos dias de hoje, algo que nos alinhe com nossa essência. O arco e flecha costumam provocar um encantamento natural, já que é uma arte ancestral que carrega um arquétipo interno que quer ser vivido, o “Arquétipo do Arqueiro” – tipo simbólico que define não só um conjunto de habilidades especiais que a pessoa apresenta durante sua vida (foco, concentração, destreza), mas também a forma de agir, pensar e sentir em situações diversas (equilíbrio, presença, timing). Cada arquétipo geralmente tende a um certo estilo de lidar com os problemas e, principalmente, os combates.

A Arquearia Meditativa é uma Meditação ativa que nos coloca no aqui e agora, na presença de “Kairós”, ou seja, do tempo em potencial, aquele que é eterno e não-linear, na experiência do momento oportuno.

O workshop teve duração de um dia e aconteceu num rancho próximo a São Paulo. Quem diria que em um único dia eu iria realmente aprender tanto? Ao contrário do que muitos podem imaginar, não é só chegar e ir atirando flechas para todo lado não! Primeiro tivemos uma sequência de respirações e exercícios. De acordo com a extensa experiência do sensei (professor) Fernando Del Santo, que também é mestre de artes marciais, isso foi feito para chegar a um estado de atenção e consciência do próprio corpo, que se mostraram muito eficientes e bastante interessantes. Para minha amiga, que me acompanhou nessa experiência, só pelos exercícios respiratórios já estava valendo o dia.

Prática é mais importante que resultado final

Depois disso, seguimos para o contato com o arco e as flechas, e nesse primeiro momento o manuseio dos objetos foi feito de jeito livre e intuitivo. Nessa parte intuitiva, o sensei Fernando Del Santo já ia nos lapidando, corrigindo um braço ou uma postura, que depois de alguns disparos já estavam diferentes. Não, eu não cheguei nem perto do alvo, mas isso é só um pedaço (o final) do processo. Corrigir, respirar, focar, colocar força e ter atenção e ritmo no momento fazem parte do processo e, para mim, foram e são mais importantes que o próprio alvo.

Com uma certa prática, minhas flechas já estavam cravando no barranco, ainda a uma distância de mais de um metro do alvo, mas a sensação de presença no aqui e agora foi aumentando. Percebi nitidamente:

  1. que a respiração influencia na qualidade do disparo e na sensação de presença
  2. que a mente inquieta, preocupada e ansiosa atrapalha muito.

Depois disso, o sensei coloca ritmo na prática e percebi que eu já estava mais alinhada e respirando no tempo do disparo. Faltava só aquietar a mente. O ritmo ia me ajudando no processo. A prática é muito necessária, porque equilibrar o “blá blá blá” da cabeça é um treino mesmo. Assim, percebi que eu já estava atirando a somente meio metro do alvo, e minhas flechas fincavam mais firmemente no barranco.

Por último, no nosso workshop no rancho, o professor pede que um de cada vez faça seu disparo, no seu tempo, respirando, buscando o momento presente, sem pressa, só você com seu arco e flecha e o alvo. Lindo momento, único mesmo. Aí se percebe que todo o dia foi se construindo para isso, o momento da Arquearia Meditativa. Nessa hora, acreditem, acertei o alvo!

Amei o dia inteiro, mas esse momento foi especial. Tanto que já fiz um outro workshop, dessa vez aqui em São Paulo mesmo e só meio período. Já estou atirando flechas seguidas, no ritmo, e acertando mais vezes. Agora meu próximo passo é ter meu próprio arco e algumas flechas. Aí pode ter certeza que estarei 100% presente e feliz.

“… ao mesmo tempo que você está se concentrando, se percebendo como um ser espiritual, você está tendo que atuar nesse mundo físico” – Fernando Del Santo.

 

Simone Kobayashi

Simone Kobayashi

Terapeuta Holística atuante em São Paulo e OnLine. Dedica sua vida profissional à junção de técnicas terapêuticas como o Reiki, Florais, Acupuntura, Análise Energética, Limpeza Energética, Harmonização, Barras de Access e Cura quântica.