Ligia Dias Andrade
Por Ligia Dias AndradeLeia em 3 min.08/05/2019 

Meditação e nutrição podem influenciar a sua inteligência

Especialista em medicina do sono e mestre em neurociência ensina como turbinar o seu aprendizado

Qual é a sua meta? Passar num concurso público, tirar notas melhores, ser promovido no emprego… Uma coisa é certa: se você quiser melhorar o seu desempenho, vai precisar de performance cerebral (inteligência). E, quanto mais recurso tiver, melhor e mais fácil será esse caminho até o sucesso, ou seja, ao cumprimento de sua meta. Há 10 anos, o especialista em medicina do sono e mestre em neurociência dr. Pablo Vinicius criou o Programa de Alto Rendimento Cognitivo – PARC – método capaz de aumentar a performance das pessoas em suas atividades diárias.

“Neurociência, consciência e inteligência parecem ser três conceitos tão longe da prática. Quando falo de neurociência, a primeira coisa que vem à cabeça das pessoas é um laboratório, com cientistas de jalecos brancos. Mas neurociência está no seu dia a dia. A psiquiatria, neurologia, neurobiologia e psicologia são algumas das ciências que estão ao redor da neurociência. Todos esses conhecimentos juntos geram ferramentas práticas voltadas para a melhoria do desempenho cerebral”, revela Pablo Vinicius.

Afinal, o que é inteligência?

Vamos tentar entender o conceito de inteligência. Muitas pessoas podem dizer que é fazer uma conta rápida de cabeça, desenhar um quadro de forma genial em duas horas. Será que é isso mesmo?

“Inteligência não tem nada a ver com isso. É simplesmente a capacidade que você tem em atingir a sua meta. Inteligência é um conjunto de ferramentas que te levam ao sucesso. E a neurociência é um campo da ciência que vai te dar ferramentas capazes de otimizar a sua inteligência, a execução de suas metas. É algo que depende de diversos fatores, como a nutrição, o sono, a meditação e as atividades físicas.”

Então, estamos falando do que você come, se é sedentário ou não, de como você dorme, de suas emoções, de tudo aquilo que é capaz de modular, alterar o seu cérebro – tanto para melhor quanto para pior.

“Precisamos estar preparados, por exemplo, para lidar com a epidemia de ansiedade pela qual estamos passando e que pode prejudicar nosso rendimento no dia a dia. Por isso, cuidar da saúde da mente é fundamental”, analisa o médico, destacando então três aspectos que influenciam em sua performance cerebral.

Três aspectos que influenciam em sua performance cerebral

Meditação

“Há décadas a meditação era relacionada a pessoas que queriam desenvolver sua consciência e espiritualidade. Porém, nos últimos anos, ela entrou no centro de neurociência. Estudos mostram que cérebros de pessoas de 50 anos que meditam a longo prazo tinham performance de 25. A meditação protege contra a oxidação dos neurônios e contra o processo inflamatório, protege contra o envelhecimento. Existem inúmeras pesquisas mostrando os benefícios da meditação para o sistema nervoso central. Meditação hoje é ciência, uma ferramenta maravilhosa. Faça um curso, desenvolva a sua ferramenta de meditação, que você vai ver o salto de qualidade em sua vida.”

Aspecto nutricional

“Existem alimentos capazes de otimizar a sua inteligência e de emburrecer. O açúcar, o glúten, a gordura trans te emburrecem – tudo isso provoca um processo inflamatório no sistema nervoso central, causando uma oxidação excessiva no cérebro. Por outro lado, estão os alimentos otimizadores cerebrais: as gorduras boas – presentes no azeite de oliva, nas azeitonas, nas castanhas, nos abacates; nos alimentos antioxidantes, como açaí e nos alimentos anti-inflamatório, como açafrão. Eles geram energia, protegendo da oxidação e da inflamação.”

Atividade física

“Inteligência é energia e quantidade de neurônios. Sabe qual a ferramenta mais poderosa para aumentar a quantidade de energia e neurônios? A prática de atividade física. Ela aumenta o número de mitocôndrias, crescendo também a quantidade de energia cerebral, a disposição, a vitalidade, a capacidade de memorização e o número de neurônios.”

Dr. Pablo Vinicius é médico, formado pela Universidade Federal de Uberlândia. Possui os títulos de especialista em Psiquiatria e em Medicina do Sono. Mestre em Neurociências pela Universidade de Brasília, com experiência internacional na Universidade de Columbia – NY – EUA, onde realizou fellow em Modulação Cerebral. Além de escritor e palestrante, é professor e coordenador da cadeira de Saúde Mental, do curso de medicina, do Centro Universitário do Planalto Central. Há mais de 10 anos, dedica-se ao estudo da inteligência humana, e, como fruto dessa dedicação, desenvolveu o Programa de Alto Rendimento Cognitivo – PARC. Um método capaz de otimizar o aprendizado e o desempenho intelectual.

Ligia Dias Andrade

Ligia Dias Andrade

Lifecoach e Terapeuta Holística (Barras de Access, Thetahealing, Facelift e Reiki). Estudante de Astrologia e Constelação Familiar.