Granada: a pedra da determinação

Uso do cristal traz energia, estímulo e ainda favorece a libido

A pedra granada mais conhecida é a que possui um profundo tom avermelhado, como o sangue, e simboliza vitalidade, rejuvenescimento, criatividade, atração e apetite sexual. Conhecida por despertar paixões, principalmente pela vida, é muito utilizada quando estamos apáticos, sem impulso.

Sabe aquela energia que sentimos em um primeiro encontro ou no início de um projeto desafiador? A granada ressoa essa energia e nos coloca em alerta, prontos para qualquer coisa, com “borboletas na barriga” e coração na boca.

Por isso é muito indicada para quem é menos ativo e possui pouca determinação.

No caso de pessoas que já têm um comportamento impulsivo e explosivo, a granada intensifica tais características. É necessário ter atenção, visto que os outros nem sempre sabem lidar com essa postura. Apesar disso, seu uso não é contraindicado: a pedra apenas evidencia as facetas da personalidade que podem ser trabalhadas.

Elixir de Granada impulsiona e traz ânimo se for ingerido pela manhã

Em um recipiente de vidro, coloque água mineral e a granada, já bem lavada. Uma alternativa é reaproveitar garrafas, como as de vinho, mas nesse caso elas devem ser bem lavadas com água quente e sabão. Opte sempre pelo vidro transparente, que permite o contato dos raios solares com a água e a pedra.

Em seguida, tampe o recipiente e coloque ao sol, durante no mínimo uma hora, em caso de sol forte, ou ao longo da metade de um dia, se o sol estiver fraco ou se o dia estiver chuvoso. O ideal é pela manhã, entre 8h e 10h, ou após as 15h, evitando assim a incidência excessiva de raios ultravioleta. Então, depois de energizar essa água com a granada, beba o equivalente a meio copo toda manhã, logo ao acordar, ou um copo inteiro durante a manhã. A água em jejum é ideal para a eliminação das toxinas e substâncias que nosso corpo não precisa. Com esse hábito, a água ajuda nessa limpeza e ainda ativa o metabolismo para que funcione ao longo do dia. Se não for possível, a alternativa é tomar o dobro da água ainda pela manhã.

A granada e os chakras

A granada não existe apenas na cor vermelha. Suas cores vão do verde, passando pela cor laranja, até o vermelho profundo. A linha de cores e frequências coberta por essa pedra atinge desde o Chakra Cardíaco até o Chakra Básico. Relacionamos a granada, pelo seu próprio nome, com algo explosivo – na verdade, o nome vem do latim “granatus”, que significa grãos, sementes.

Personificar a própria pedra ajuda na autopercepção

Imagine as pedras e os cristais como colegas de trabalho, aos quais você recorre quando precisa de ajuda em uma determinada situação. Se, por exemplo, uma granada fosse uma pessoa, como ela seria quando estivesse bem e como agiria quando estivesse mal? Descreva a “pessoa-granada” da forma mais detalhada possível. Imagine, extrapole… E registre no papel.

Os exercícios de personalizar as pedras e os cristais são um modo mais leve e consciente de fazer uma “Transferência”. Assim, transferimos algumas de nossas características positivas e negativas, além de sentimentos, para as pedras, o que amplia o nosso olhar e faz com que nos enxerguemos melhor. Todos nós temos momentos ou situações “ametistas“, “águas-marinhas” ou “granadas”. Não se trata de criar características para os cristais, mas perceber neles algo de nós mesmos.

Simone Kobayashi

Simone Kobayashi

Terapeuta Holística atuante em São Paulo e OnLine. Dedica sua vida profissional à junção de técnicas terapêuticas como o Reiki, Florais, Acupuntura, Análise Energética, Limpeza Energética, Harmonização, Barras de Access e Cura quântica.