Dicas para meditar enquanto cozinha

Prática chamada Mindful Cooking nutre corpo, mente e coração

Dicas para meditar enquanto cozinha
  1. “A cozinha pode ser um espaço para Meditação quando praticamos a consciência ao cozinhar e ordenar o espaço”, monge Thich Nhat Hanh, em “A Arte de Comer” (Ed. Agir – Casa dos livros).

Dicas para levar a prática da atenção plena enquanto cozinhamos

Podemos incorporar diversas práticas enquanto estamos cozinhando e explorar a atenção nesta atividade! Cozinhar consciente é uma forma benéfica de transmitir o que você deseja para o alimento e desfrutar de todo amor, alegria e leveza depositados na preparação para nutrir o corpo, a mente e o coração. Vamos começar?

Crie um ambiente agradável para preparar sua refeição – pode ser benéfico colocar um objeto que lhe ajude a trazer sua atenção ao presente, como uma flor, uma frase, um símbolo que represente algo para você e que, ao olhá-lo, lhe faz lembrar da prática de cozinhar.

Antes de iniciar o ritual, respire profundamente e sinta seu corpo, como estão seus pensamentos e emoções no momento. Prepare-se para esta atividade que iniciar.

Esteja presente desde a criação do prato, a escolha do que fará, quais combinações pensa em usar durante o preparo. Estar aberto e curioso para explorar o que vem pela frente pode oferecer uma oportunidade para descobrir novos sabores, despertar o encantamento e o prazer em preparar a refeição e comê-la.

Durante o preparo, aproveite para descascar, cortar, arrumar os alimentos de forma tranquila e presente, notando sua respiração e estando consciente de cada passo da receita.

“Quando estou descascando ou cozinhando legumes, posso fazer tudo isso com consciência plena e amor. E enxergo o ato de cozinhar como uma maneira de oferecer nutrientes e cuidado aos meus amigos e familiares. Dessa maneira, é fácil encontrar alegria e paz no trabalho”, monge Thich Nhat Hanh, em “A Arte de Comer” (Ed. Agir – Casa dos livros).

Se puder optar em cozinhar sem pressa, aproveite e faça do preparo de suas refeições um momento de estar presente, lembrando que seu estado será passado aos alimentos que comerá.

Explore os sentidos enquanto cozinha! Perceba o que lhe atrai: os cheiros dos alimentos e como mudam durante o processo de cozimento; as texturas e suas formas; as cores; os tipos de comidas que lhe atraem; a maneira como você arruma os alimentos para servi-los; os sons que fazem ao serem cortados, descascados, cozidos ou mexidos… E, claro, explore os sabores depois de finalizada sua preparação.

Cada alimento tem seu tempo de cozimento e isso é um excelente aprendizado para levar para nossa vida. Assim, não tentamos adiantar a preparação de uma comida ou cozinhamos demais outra, tudo tem seu tempo.

Lave a louça com atenção plena! Todas as atividades podem ser realizadas com atenção e dedicação para aquele momento. Ao invés de ficar resmungando sobre o que precisa fazer, aproveite para experimentar o momento, notando como a água escorre pela louça, o cuidado ao segurar o copo, note os movimentos da mão, a mágica de abrir a torneira e ter água disponível para você, já que existem lugares em que ainda não há água encanada.

“Quando estamos limpando a cozinha ou lavando a louça, devemos agir como se estivéssemos limpando um altar ou dando um banho em um bebê. Dessa forma, a alegria e a paz podem irradiar ao interior de nosso corpo e à nossa volta”, monge Thich Nhat Hanh, em “A Arte de Comer” (Ed. Agir – Casa dos livros).

Para finalizar: arrume a mesa e o ambiente em que irá comer. Aproveite para estar totalmente presente para sua comida, explore como ficaram os sabores, os aromas, as texturas, observe as cores, o formato dos alimentos, e, claro, desligue-se do celular, TV, computador, livro, etc.

Seja um convidado! Experimente esta prática como se fosse um convidado em sua própria refeição, seja ela qual for, mesmo ao tomar um chá durante a tarde. Arrume a casa, o ambiente que servirá a comida, escolha os recipientes, coloque flores ou o que tiver vontade para receber você mesmo. Esteja atento como é para você essa experiência e deguste a comida que escolheu.

Bom apetite!

Luiza Camargo Mendes

Luiza Camargo Mendes

Nutricionista, instrutora de Mindfulness, praticante de Meditação e Yoga, que encontrou no Mindful Eating um grande significado para sua atuação.