Logo Personare vertical
Pesquisar
Loading...

Há vida para além da zona de conforto?

Você está preparado para expandir sua zona de conforto? Saiba como se preparar para essa mudança.

Há vida para além da zona de conforto?

Nós, seres humanos, temos dificuldades com mudanças, ainda mais se forem muito repentinas e bruscas. Nosso cérebro faz de tudo para nos manter em nossa zona de conforto, por isso é tão difícil implementar novos hábitos em nossas rotinas.

A zona de conforto é uma região onde nenhum indivíduo se sente ameaçado, já que nela, tudo é familiar, previsível e aparentemente agradável.

Muito provavelmente vocês já ouviram de alguém em algum momento, ou mesmo já reproduziram para alguém a seguinte frase “você precisa sair da sua zona de conforto”, estou certa? Pois é, mas antes de aconselharmos alguém a sair da zona de conforto, precisamos refletir e entender o que é a zona de conforto de cada pessoa.

Como se preparar para expandir a sua zona de conforto

Ao longo da minha trajetória na consultoria de imagem e estilo, aprendi que sair da zona de conforto pode ser bastante contraprodutivo, porque o conforto é bom e todo mundo gosta.

Por esse motivo, prefiro trabalhar com o conceito de “expandir a zona de conforto”, assim não há grandes impactos para o cliente e ele consegue absorver de maneira positiva as sugestões propostas, no tempo dele.

Cada pessoa tem o seu tempo, isso também passa pelo respeito. Não devemos nos colocar no lugar de autoridade máxima e ditar o que o cliente deve ou não usar.

O profissional, além de empatia, deve ter a sensibilidade para identificar até que ponto cada cliente consegue ir e expandir para além da sua zona de conforto.

Quando fazemos as mudanças de forma gradativa, torna-se mais fácil a aceitação por parte do nosso cérebro e também das pessoas com quem convivemos.

Por essa razão, é muito importante que essa necessidade parta de nós, como um desejo intrínseco, do contrário, podemos desanimar e nos deixar abalar por qualquer comentário externo.

Lidando com as mudanças

As mudanças, em geral, ocorrem, quando a necessidade de fazer algo novo aparece, e toda mudança traz consigo o bônus e o ônus. Precisamos pesar o que vale mais a pena, os benefícios ou as possíveis perdas, encargos e responsabilidades que possam vir junto com essas mudanças.

É uma aposta e como toda aposta podemos ganhar ou perder, o problema é que na maioria das vezes ficamos mais apegados com o que iremos perder. Quando nos permitimos expandir a nossa zona de conforto, na verdade estamos caminhando em direção a zona de mudança, é quando começamos a adquirir novos hábitos.

O alerta está justamente em não realizar mudanças drásticas de uma só vez, pois, dessa forma saímos da zona de conforto direto para a zona de estresse, e mudanças assim não costumam ser positivas.

Como implementar as mudanças durante e após a consultoria 

Durante a consultoria, a cliente que tem o hábito de usar apenas cores neutras e começa a sentir vontade de usar mais cores em suas roupas, eu recomendo que comece com um ponto de cor, que pode ser no calçado, numa bolsa, ou mesmo em um acessório.

A medida que ela começa a se sentir mais confortável com essas cores, vamos “ampliando” o espaço que essa cor vai ocupar no total look. Até o momento que ela vai conseguir usar uma produção trabalhando as harmonias cromáticas, misturando duas ou mais cores.

Venha saber como mudar aquilo que o incomoda neste texto. Clique aqui para saber mais.

Olá, essa matéria foi útil para você?
Danielle Olivieri

Danielle Olivieri

Consultora de imagem e estilo, especialista em comunicação visual através do vestir. Saiba mais