Logo Personare vertical
Pesquisar
Loading...
Feng Shui e Arquitetura: como aplicar no projeto e na decoração

Feng Shui e Arquitetura: como aplicar no projeto e na decoração

Embora o Feng Shui possa ser aplicado em ambientes já decorados, os maiores benefícios são obtidos quando é pensado já no projeto

A aplicação mais conhecida do Feng Shui diz respeito à organização dos objetos de decoração em nossas residências e locais de trabalho. Se nos aprofundarmos um pouco no estudo desse tema, descobriremos que o Feng Shui pode nos trazer benefícios em aspectos muito mais amplos do que imaginamos inicialmente – como a ligação entre Feng Shui e Arquitetura.

Isso porque o Feng Shui Tradicional, originado na China há alguns milênios, pode ser considerado uma combinação de ciência natural, ecologia, urbanismo e arquitetura – ou seja, muito mais do que apenas uma arte decorativa.

cidade proibida feng shuiPara termos uma noção da importância desse estudo, basta dizermos que o Feng Shui foi a base para o design da Cidade Proibida (foto ao lado), construída entre 1404 e 1420.

O palácio imperial chinês, localizado em Pequim, é hoje um dos principais pontos turísticos do país, tendo servido de sede para os governos de 24 imperadores chineses por mais de 500 anos, até o ano de 1924.

Por que utilizar Feng Shui na Arquitetura

Embora o Feng Shui possa ser aplicado com sucesso em ambientes já decorados e ocupados, os maiores benefícios são obtidos quando ele é aplicado nos estágios iniciais de definição das construções.

Criar ambientes harmônicos desde a sua concepção é muito mais eficaz do que corrigir problemas depois de construídos.

Aplicando o Feng Shui desde o início de um projeto, podemos escolher a orientação ideal da face da construção e a melhor distribuição para os cômodos, aproveitando de maneira ideal os diferentes potenciais energéticos nos setores.

Podemos ainda escolher a melhor localização para a porta principal, bem como compatibilizar a energia de cada futuro morador com os ambientes.

Projetando com Feng Shui

Ao projetar uma nova construção, a primeira etapa em que o Feng Shui pode ser utilizado é na escolha do terreno. Para isso, o profissional analisa a paisagem natural e a vizinhança, o relevo, a insolação, os ventos predominantes, os cursos d’água e avenidas.

Nessa etapa, o trabalho de um consultor de Feng Shui apresenta muitos pontos em comum com o do arquiteto e urbanista.

Escolhido o terreno, a etapa seguinte é a definição da orientação da face da construção: a direção para a qual ela estará voltada.

Essa direção, combinada à data da construção, irá gerar o mapa das energias presentes em cada um dos oito setores do imóvel.

Com base nesse mapa de energias, pode-se determinar a melhor localização para cada atividade a ser desenvolvida: descanso, trabalho, estudo, alimentação, lazer, etc. O mapa de energias do Feng Shui também permite identificar as melhores direções para a porta principal, importante ponto de nutrição energética de um imóvel.

O Feng Shui traz para o projeto de arquitetura muitas considerações importantes acerca do fluxo de energia gerado por corredores, escadas e elevadores. Também é importante considerar o formato dos cômodos e da própria construção. Existem formas que dão suporte à vida e formas que são desfavoráveis a ela.

Podemos ainda aplicar o Feng Shui ao escolher os materiais de construção e acabamentos, bem como as formas, materiais e cores do mobiliário. Somente então, entraremos no aspecto dos objetos de decoração.

O Feng Shui integra-se também ao projeto paisagístico, ajudando a definir os percursos dos caminhos nos jardins e as posições ideais para piscinas, fontes e lagos. Também o relevo do terreno pode ser moldado segundo o Feng Shui, bem como a volumetria escolhida para a vegetação, entre árvores, arbustos ou plantas rasteiras.

Dicas de Feng Shui para projetos

Assim como um projeto de arquitetura deve ser elaborado por um arquiteto, um estudo de Feng Shui para uma nova construção deve ser desenvolvido por um profissional habilitado a realizar consultorias profissionais, preferencialmente com especialização em Feng Shui Tradicional Chinês.

As dicas que se seguem não substituem uma consultoria profissional de Feng Shui. Seu objetivo é fornecer recursos para que você avalie os aspectos gerais do Feng Shui do seu imóvel, aproveitando alguns dos benefícios que o Feng Shui pode trazer.

Feng Shui no acesso e circulações

  • A porta de entrada de um imóvel é uma fonte de energia decisiva, seja para a saúde e bem estar da família, quanto para o sucesso de um negócio.

  • Corredores estreitos e caminhos retos geram uma energia agressiva, desfavorável tanto à prosperidade quanto aos relacionamentos e à saúde.
  • Procure criar, ao redor da sua porta de entrada principal, dentro e fora de casa, um espaço onde a energia possa se acumular, para entrar em abundância, mas também com suavidade.
  • Você pode usar plantas, tapetes, esculturas e iluminação para criar uma ambientação agradável ao redor da porta de entrada.
  • Evite espelhos grandes bem em frente à porta de entrada. Eles irão rebater a energia que entra de volta para fora, e sua casa ficará “desnutrida”.
  • Você pode usar espelho em uma parede lateral, e ele ajudará a direcionar a energia para dentro de sua casa.

Feng shui na sala

  • Ao entrar pela porta principal, a energia deve ser capaz de fluir com suavidade e sem impedimentos.
  • Evite sofás de costas para a porta, bem como móveis pesados que bloqueiem o fluxo.
  • Se houver uma janela ou porta na sala, bem em frente à porta principal, a energia seguirá num fluxo reto e acelerado, e sairá pela janela sem nutrir todo o imóvel.
  • Neste caso, é importante desviar o fluxo, o que pode ser feito com um vaso de plantas, um biombo, um móbile ou uma cortina, por exemplo.
  • Mas atenção: queremos apenas desviar o fluxo de energia, e não bloqueá-lo. Então, evite usar estantes maciças, móveis muito grandes ou paredes.
  • Para ser capaz de relaxar em seu sofá, é importante que ele esteja encostado em uma parede sólida. Sofás soltos no meio da sala geram em quem se senta neles uma sensação de insegurança, que impede o verdadeiro relaxamento.

Feng shui no quarto

  • Para obtermos o máximo de benefício para nossa saúde, é importante que o quarto esteja bem escuro durante a noite.
  • Instale cortinas grossas ou painéis que reduzam a luminosidade vinda da rua.
  • Evite aparelhos eletrônicos ligados na tomada durante a noite. Suas pequenas luzes de “stand-by” e seu campo eletromagnético afetam a produção de melatonina, essencial para uma boa noite de sono.
  • É essencial para sua saúde que a cabeceira da cama esteja encostada em uma parede sólida. Evite posicionar a cabeceira sob janelas ou em paredes que embutem a tubulação de água e esgoto do banheiro.
  • O teto sobre a cama deve ser reto, sem armários, prateleiras, vigas ou grandes sancas, que comprimem o fluxo da energia.
  • A posição ideal para a cama no quarto é aquela em que, deitado, você é capaz de ver quem entra pela porta. Em geral, isso significa que a cama está na parede oposta à porta do quarto, ou numa parede lateral.
  • Evite posicionar a cama com a cabeceira na mesma parede da porta do quarto. Essa é uma posição de vulnerabilidade e pode gerar insônia e problemas de saúde ou nos relacionamentos.
  • Espelhos refletindo a cama agitam a energia e perturbam o sono. Podem afetar a saúde e os relacionamentos. O ideal é que os espelhos fiquem em outro cômodo, ou dentro da porta do armário, por exemplo.
  • Se o espelho for inevitável no quarto, cuide para que ele não reflita as pessoas enquanto dormem.

Feng shui no quarto de casal

  • A cama do casal deve ter acesso pelos dois lados, nunca ficando encostada na parede. Isso gera desequilíbrio na relação e pode levar a desentendimentos.
  • Deve haver mesas de cabeceira nos dois lados da cama. Elas não precisam ser idênticas, mas devem ser de tamanhos parecidos.
  • Espelhos refletindo a cama podem desencadear brigas e afastamento entre o casal. Evite-os.

Feng shui no quarto de solteiro

  • Camas com uma lateral encostada na parede geram bloqueios nos relacionamentos sociais e afetivos. O ideal é que a cama fique com as laterais soltas, e apenas a cabeceira encostada na parede.
  • Crianças ou adolescentes muito agitados ou agressivos devem ter seu quarto decorado com cores frias, como azul e verde, em tons suaves.
  • Crianças ou adolescentes muito introspectivos, tristes ou deprimidos devem ter seu quarto decorado com tons alegres, mas suaves, de cores quentes, como amarelo, pêssego ou rosa.
  • Cores fortes, de qualquer tom, geram agitação quando usadas no quarto. Dê sempre preferência a cores suaves nas paredes e móveis, e deixe as cores fortes nos objetos menores.
  • Jovens possuem uma energia naturalmente mais yang-dinâmica. Evite aparelhos eletrônicos no quarto, que tornam as crianças e adolescentes mais “elétricos”.

Feng Shui no trabalho

  • O local de trabalho deve oferecer estímulo e tranquilidade na medida certa. Cores muito estimulantes podem tirar seu foco do que precisa ser produzido. Cores muito relaxantes podem te deixar lento e reduzir sua produtividade.
  • Uma boa dica é usar cores vibrantes na parede atrás de você, e cores suaves à sua frente.
  • A posição ideal para trabalhar é: com uma parede sólida ou estante maciça às suas costas, e um espaço livre à sua frente.
  • Evite trabalhar com a cara de frente para uma parede, pois isso limita seus horizontes e sua criatividade.
  • Evite posicionar a mesa de trabalho de costas para uma janela ou para a porta de entrada do escritório. Essa posição o sujeita a ser vítima de fofocas ou traições e prejudica sua concentração.
  • Assim como na cama, o teto sobre sua cabeça enquanto trabalha deve ser reto, sem armários, estantes ou vigas. Estes elementos comprimem o fluxo da energia e podem causar dor de cabeça, irritabilidade e falta de concentração.
  • A mesa de trabalho deve abrigar apenas o essencial às atividades desenvolvidas ali. Evite o acúmulo de objetos supérfluos. Tenha uma mesa ou bancada lateral para deixar papéis e acessórios.

Feng shui na cozinha

  • A qualidade da energia na cozinha influencia diretamente na saúde de quem cozinha, e na qualidade energética da comida. Alguns cuidados podem ser tomados para garantir boas energias na cozinha.
  • Evite que o fogão fique colado na geladeira ou um exatamente em frente ao outro, pois suas energias entram em conflito. Sendo inevitável, posicione um objeto com características do elemento Terra entre os dois.
  • Não mantenha lixeiras na cozinha, mesmo as menores, de pia. A comida em decomposição é uma fonte de sha qi (energia nociva). Se possível, mantenha a lixeira na área de serviço, e descarte o lixo na lixeira externa todos os dias.
  • Use diariamente o fogão ou forno, nem que seja apenas para esquentar a água para um chá. Como diz a tradição, a cozinha é o coração da casa, e deve ser mantida sempre pulsando, com vida.
  • Se você usa bastante o fogão e o forno para cozinhar, evite decorar a cozinha com extensas áreas na cor vermelha ou laranja. Somadas ao fogo das chamas, essas cores podem gerar um excesso da energia de Fogo no local. Reserve as cores quentes apenas para detalhes.
  • O melhor “layout” para a cozinha é aquele que posiciona o cozinheiro de frente para o ambiente, com uma parede dando suporte e proteção às suas costas. O fogão numa ilha costuma atender a esse requisito.

Feng Shui no banheiro

  • O banheiro é o local onde removemos as impurezas de nosso corpo. Os ralos representam drenos de energia. Se deixarmos a porta do banheiro aberta, os ralos irão drenar a energia benéfica da casa.
  • Por isso, a porta do banheiro deve permanecer sempre fechada. Isso se torna ainda mais importante no caso de suítes.
  • Pelo mesmo motivo, utilize ralos com tampa giratória e mantenha a tampa do vaso sanitário sempre abaixada.
  • No caso de suítes, o ideal é que a porta do banheiro abra para uma área de circulação separada no quarto, e não diretamente no ambiente onde está a cama.
  • Janelas abertas para o exterior permitem que o qi (energia vital) do banheiro se renove e são altamente desejáveis.
  • Cores vivas podem ser usadas no banheiro sem receio. Mas evite as cores muito escuras em grandes extensões, pois elas reduzem ainda mais a vitalidade do local.

Feng Shui na decoração de imóveis prontos

Quando o estudo de Feng Shui é feito em imóveis já ocupados, o foco das intervenções recai sobre a decoração e elementos fáceis de serem substituídos ou modificados.

Um sofá que tenha uma cor inadequada, pode receber uma manta com as cores e estampas certas. Almofadas podem receber novas capas.

Quadros podem ser remanejados para que se posicionem em locais onde suas características sejam desejáveis. Tapetes podem ser substituídos por outros com cores e padronagens compatíveis com o ambiente onde se encontram.

Quando possível e necessário, podemos modificar a distribuição do mobiliário.

Um sofá de costas para a porta de entrada, bloqueando o fluxo, pode passar a ficar encostado em uma parede. O mesmo pode ser feito com um sofá que esteja embaixo de uma janela.

Um espelho que esteja bem em frente à porta de entrada, rebatendo para fora toda energia que entra, pode ser reposicionado em uma parede lateral, direcionando a energia para dentro do imóvel.

Se a porta principal abre bem de frente para uma janela, criando um fluxo acelerado de energia, podemos posicionar no espaço intermediário um vaso de plantas ou um biombo, induzindo o qi a circular ao redor.

Em todas estas situações, o ideal é poder contar com um estudo personalizado do seu imóvel. Assim você conhecerá as melhores opções para seu lar, para você e sua família.

Como aprender sobre Feng Shui na Arquitetura

A integração entre o Feng Shui e a Arquitetura traz muitos benefícios à vida das pessoas, tanto nos aspectos pessoais quanto profissionais. Muitos dos meus alunos comentam, ao final do curso, que o Feng Shui deveria ser disciplina obrigatória nas faculdades de Arquitetura.

Mas é bom deixar claro que o Feng Shui pode ser estudado e praticado por qualquer pessoa interessada, não só por profissionais da área da construção.

E mesmo que você não tenha condições, no momento, de contratar um consultor profissional de Feng Shui, busque informações na internet, leia bons livros sobre o assunto e aplique o que for possível em sua casa e no seu local de trabalho. Certamente você sentirá mais bem estar e motivação para realizar seus sonhos!

Olá, essa matéria foi útil para você?
Aline Mendes

Aline Mendes

É arquiteta e consultora de Feng Shui e Geobiologia, autora do livro "Feng Shui - Terapia de Ambientes" e representante oficial do Feng Shui Research Center no Brasil. Saiba mais