Pesquisar
Loading...

É difícil se controlar com chocolate na Páscoa? Conheça essa técnica

Você já ouviu falar do mindful eating? Prática ensina a estar mais consciente na hora de comer e aproveitar o momento - como aquele chocolate na Páscoa

É difícil se controlar com chocolate na Páscoa? Conheça essa técnica

A Páscoa se aproxima e, com a data, chega também uma época repleta de chocolate, comidas diferentes, encontros e celebrações. Muitas vezes, exageramos na comilança, não é? Mas saiba que é possível aproveitar cada momento especial com escolhas conscientes, honrando as mensagens que o nosso corpo manda. Nessa jornada, a prática de mindful eating pode auxiliar você a ter mais atenção na hora das refeições, tomar consciência do que o seu corpo precisa e respeitá-lo.

A verdade é que costumamos comer no piloto automático – e, em alguns casos, sem nem saborear direito a comida de que gostamos. E, nesta época do ano, não é raro passar do ponto com os deliciosos ovos de Páscoa.

Que tal experimentar uma prática para trazer a consciência plena ao degustar o doce? Aprenda o passo a passo a seguir:

Mindful eating: como saborear (de verdade!) o chocolate

  1. Escolha o seu chocolate preferido para saborear.
  2. Antes de provar, faça uma pausa e traga a atenção à respiração, às sensações do corpo. Note os pensamentos e as emoções do momento. Entenda se essa é uma boa hora para a experiência.
  3. Comece olhando a embalagem. Abra com cuidado e note os sinais que o seu corpo mostra sobre querer, de fato, comer esse doce. Veio algum pensamento? A boca salivou? Quer abrir logo a embalagem?
  4. Pegue um pedaço e coloque na mão. Observe as cores, o formato, a textura. Sinta o peso daquele tablete na mão.
  5. Sinta o cheiro. Faça uma pausa e note as sensações do corpo. Sinta novamente o cheiro do chocolate.
  6. Antes de levar à boca, note os sinais de que realmente quer comer esse doce, como a boca salivando, a barriga com uma sensação de vazio, aquela curiosidade de sentir o sabor…. Se não tiver vontade, respeite o seu corpo e deixe para outro momento.
  7. Pegue um pedaço e coloque na boca. Não morda ainda, espere derreter um pouco. Note a textura, os diferentes sabores ao colocar na boca e depois, ao derreter. Só então comece a mastigar lentamente.
  8. Deguste calmamente esse primeiro pedaço. O que você percebe ao comer com mais atenção?
  9. Faça uma pausa. Escolha se deseja comer mais um pedaço com essa consciência. A cada quadradinho escolhido, note as sensações e veja como se modificam. O sabor é um grande aliado para compreender se você quer mesmo continuar comendo.
  10. Perceba os sinais de preenchimento e entenda quando quer parar de comer. Note as sensações no corpo. Como estão os pensamentos e as emoções? Você percebe a sensação de satisfação?

Satisfação ou preenchimento? Mindful eating explica

Ao degustar seu chocolate preferido seguindo o passo a passo de mindful eating, você conseguiu notar a diferença na experiência?

Quando se fala em satisfação, trata-se de um sentimento. Podemos comer e nos sentir satisfeitas, plenas, em paz.

É diferente do que sentimos quando o alimento chega ao estômago, que é um efeito de preenchimento. Neste caso, estamos falando de uma sensação física no corpo, que está diretamente relacionada à quantidade que comemos.

Saber identificar essa diferença no dia a dia ajuda você a perceber o que está sentindo e a fazer suas escolhas conscientemente.

Para testar na Páscoa – e depois!

Vale lembrar que essa prática que aprendemos com o chocolate pode ser realizada com qualquer outro alimento. É uma experiência para notar como costumamos comer enquanto estamos distraídos, muitas vezes por aparelhos eletrônicos (celular, tablet, computador, TV), ou por estar sem realmente prestar atenção na comida, no sabor e nas sensações do corpo.

Esse processo pode despertar a alegria e o prazer em comer. A prática de Mindful Eating favorece a exploração das sensações corporais, além de lembrar a importância de estarmos ciente das emoções que surgem e dos pensamentos que acompanham o ato de comer.

Quanto mais presente estamos na hora da refeição, mais desfrutamos dos detalhes que podem passar despercebidos.

Boa Páscoa – e boa prática – para você!

Olá, essa matéria foi útil para você?
Luiza Camargo Mendes

Luiza Camargo Mendes

Psicóloga, instrutora de Mindfulness e Mindful Eating, praticante de meditação e yoga, que encontrou no Mindful Eating um grande significado para sua atuação. Saiba mais