Pesquisar
Loading...

Como manifestar objetivos de forma mais efetiva

Entenda neste artigo como fazer suas manifestações e desejos ficarem mais efetivos.

As palavras têm poder. Quando bem utilizadas numa frase podem reverberar fundo dentro da gente. O desafio é quando se tornam tão generalizadas que deixamos que o foco do seu significado escape a nossa mente. Então, entenda aqui como fazer suas manifestações e desejos ficarem mais efetivos.

Quando desejamos algo na vida o expressamos como um objetivo, uma meta a ser alcançada. Muitas vezes, até sabemos aonde queremos chegar, mas não sabemos como chegar lá ou deixamos a preguiça ou a procrastinação tomar conta do momento e nos desconectamos do objetivo planejado o qual simplesmente vai por água abaixo.

E aquilo que era sonho se torna pesadelo ou um passado incompleto que deixa em seu lugar a experiência de frustração de não conseguir realizá-lo.

Não basta apenas as palavras corretas para manifestar algo e ser mais efetivo nas ações. É preciso colocar algo mais. Ir além da força de vontade e evitar que uma série de acontecimentos nos atrapalhem e nos desconectem das possibilidades que aquela intenção nos ofereceria.

Exercício para expressar seus desejos

Para ajudá-lo nessa jornada de encontrar expressões poderosas do que deseja alcançar na vida e colocá-las em ação, a prática do Brain Gym® (ginástica cerebral) chamada PACE – acrônimo para as qualidades de Positivo, Ativo, Claro e Energético, pode ajudar a experimentar a expressão do seu objetivo.

A palavra PACE do inglês, significa ritmo, e nos dá a oportunidade de desacelerar e conectar com nossa inteligência interna e perceber a nossa intenção. Assim, entramos em ritmo, sintonia com o que desejamos criar em nossas vidas.

Muitas vezes, o problema ou desafio começa na formulação deste objetivo ou intenção enquanto afirmação do que queremos alcançar. Comumente, tendemos a focar no que NÃO desejamos que aconteça, ao invés do que desejamos.

Por exemplo, dizemos “Quero parar de ficar com raiva quando meu marido deixa as roupas no chão” ao invés de “Eu investigo com tranquilidade e bom humor com meu marido um sistema que o ajuda a colocar as roupas no cesto depois do banho consistentemente”.

Por isso, reveja seu objetivo e o alinhe para o sucesso em alcançá-lo com o uso das atividades e movimentos do PACE descritas abaixo e no vídeo para ver com mais detalhes. Faça na sequência invertida da palavra PACE, começando pela letra E de Energia:

Degustando Água (Energia)

Todas as funções eletroquímicas do cérebro e do corpo requerem a energia da água: beba em temperatura ambiente e sem misturas, degustando por alguns segundos, antes de engolir. Assim, dando a oportunidade para suas papilas gustativas absorverem cada gole, hidratando-o e energizando-o.

Botões Cerebrais (Claro)

Com a energia que vem da água, agora vamos clarear os pensamentos ativando os dois lados do cérebro (vide o vídeo):

  • De pé ou sentado, ponha uma mão sobre o umbigo, seu centro gravitacional, e com a outra coloque o indicador e o polegar sobre as pequenas depressões macias abaixo da clavícula massageando por alguns segundos. Troque as mãos, se desejar.
  • Ao mesmo tempo mantenha a cabeça parada e para frente enquanto respira devagar e deslize os olhos suavemente de um lado para o outro, escaneando o ambiente. Contribuindo para a conexão dos dois lados cerebrais.

Movimento Cruzado (Ativo)

Agora que os dois lados do cérebro foram estimulados, vamos ativar nosso corpo e ficar prontos para agir: deitado, sentado ou de pé, comece com os braços para cima. Levante um joelho e toque-o com a mão oposta.

Volte a posição inicial e troque de lado, continuando alternadamente. Por exemplo, mão direita tocar o pé esquerdo e vice e versa; cotovelo direito tocar o joelho esquerdo e vice e versa. Vale dançar, brincar e até colocar uma música para descontrair-se durante o movimento.

Ganchos (Positivo)

Agora que estamos ativados, só falta nos conectarmos com uma atitude positiva em relação ao que desejamos criar com nosso objetivo: Esse movimento possui duas partes.

1. Cruze os calcanhares. Agora, estenda os braços a sua frente com os polegares voltados para baixo, cruze os punhos colocando por cima o mesmo lado do calcanhar que ficou por cima (se perna direita, braço direito também, e vice-versa). Entrelace os dedos e traga suas mãos entrelaçadas para baixo, em direção ao peito (como na imagem). Agora, foque em respirar lentamente, inspirando pelo nariz e soltando o ar devagarzinho pela boca, enquanto vai descontraindo as áreas tensas do corpo. Permita-se observar como um sorriso vai surgindo quando o rosto relaxa. Quando estiver relaxado, você está pronto para o próximo passo.

2. Descruze os pés e os punhos. Agora, coloque as mãos na altura do umbigo conectando os dedos da mão direita com os da esquerda, enquanto as palmas das mãos se mantêm afastadas. Continue respirando lentamente como anteriormente e focando em relaxar áreas de tensão. Enquanto isto, perceba como seu objetivo ou intenção se apresenta para você. Escreva num papel o que percebeu. No Brain Gym®, um objetivo tem sempre O QUE gostaria de transformar numa dada área da minha vida e UMA QUALIDADE que expresse o COMO gostaria de estar em relação ao QUE quero transformar (veja o exemplo mais acima).

Agora PACE seu objetivo, isto é, verifique se ele tem as características de:

  • Positivo: me abre para novas possibilidades?
  • Ativo: estimula ação e movimento?
  • Claro: está descrito com palavras simples que uma criança entenda?
  • Energético: traz inspiração, motivação?

Quando responder SIM para essas quatro perguntas, você terá alcançado uma intenção que verdadeiramente expressa o que deseja criar na sua vida e quem você gostaria de ser nesta área.

Considere repetir os exercícios do PACE diariamente. São poucos minutos e assim entrará no fluxo para a concretização dos seus objetivos. Caso não se sinta confortável com um objetivo retorne para os GANCHOS e foque na respiração e relaxamento, até se sentir bem e completo com o objetivo que criou.

Celebre cada conquista!!! O cérebro se alinha com aquilo que já é familiar. Quando foca nas derrotas é com isso que ele fica acostumado. Se focar nas vitórias, por menores que sejam é com isso que o cérebro vai se habituar e esse caminho que vai te apoiar a seguir firme na sua jornada.

Então vou deixar aqui o meu objetivo: “Eu escrevi este artigo sobre Brain Gym® para fazer a diferença na vida das pessoas que o leem“. E aí, atingi minha intenção?

Artigo escrito com a colaboração de Denise Figueiredo – Instrutora/Consultora de Brain Gym®

Andrea Leandro

Andrea Leandro

Terapeuta Floral, Mestre Reiki, Consultora em Harmonização de Espaços (internos – autoconhecimento e externos – ambiente ao seu redor). Facilitadora de Círculos de Paz e dos 26 Movimentos do BRAIN GYM®. Instrutora de Meditação e Yoga para Crianças e Adolescentes.

Saiba mais sobre mim