Solange Lima
  • Por Solange Lima
  • Leia em 2 min.
  • 21/11/2013
  • Atualizado em 12/04/2019 às 13:03

Bergamota no combate ao estresse

Óleo essencial auxilia no entendimento das emoções e ameniza ansiedade

Bergamota no combate ao estresse

Na Aromaterapia, o óleo essencial de Bergamota pode ser usado nos momentos de estresse, já que relaxa e acalma a mente e o coração ansioso. Por auxiliar no entendimento das emoções e dos nossos conflitos internos, essa substância também ameniza os distúrbios de ansiedade. A bergamota é uma fruta cítrica que tem o formato de uma pêra e um aroma muito parecido com o da tangerina: fragrância fresca, verde e refrescante. A essência é extraída da casca do fruto.

Quem sofre de ansiedade, pode pingar algumas gotas do óleo em um pedaço de pano ou lenço e levar na bolsa. Sentir o aroma da substância ajuda a acalmar.

Pessoas muito agitadas, que não conseguem dormir, devem pingar uma gota de bergamota e uma gota de óleo essencial de gerânio no travesseiro, antes de ir para a cama. Outra possibilidade é colocar, no aromatizador elétrico, três gotas de bergamota e de néroli.

Para aumentar a concentração durante o trabalho, use a bergamota junto com o óleo de mentha e laranja amarga.

Bergamota: óleo essencial limpa sentimentos negativos

Como age equilibrando as emoções das pessoas e “limpa” o acúmulo de sentimentos negativos, o óleo essencial de bergamota é considerado um excelente antidepressivo. A substância ajuda a amenizar as oscilações profundas de humor, comuns em quem sofre de transtorno bipolar, por exemplo.

Nesse tipo de distúrbio, a pessoa alterna estados de alegria e tristeza, podendo adotar comportamentos mais graves, como manias excessivas e até depressão. Quem tem síndrome do pânico pode usar a sinergia de bergamota e gerânio para ter mais coragem de enfrentar os medos.

Além de funcionar como antidepressivo, a bergamota é um óleo antisséptico e anti-inflamatório. Cítrica, a substância não deve ser exposta ao sol, pois é fotossensível. Vale lembrar que nenhum óleo essencial deve ser aplicado diretamente sobre a pele.

Óleo essencial de bergamota – algumas sinergias para utilizar

  • Impaciência e irritação: Bergamota + Pimenta + Lavanda
  • Transtornos de ansiedade: Bergamota + Lavanda + Manjerona
  • Para relaxar (bom para ser usado em massagens corporais): Bergamota + Lavanda

Para fazer a sinergia, basta utilizar duas gotas de cada essência em um aromatizador elétrico ou fazer um óleo corporal da seguinte forma: para cada 30 ml de óleo vegetal de semente de uva utilize 8 gotas de óleo essencial (podendo ser quatro gotas de óleo essencial de bergamota e duas gotas dos demais óleos das sinergias acima).

É importante ressaltar que nenhum tratamento médico deve ser abandonado. Em alguns casos, só a terapia natural, quando levada a sério, pode ajudar a diminuir quadros de ansiedade e depressão mais leve. No entanto, cada caso deve ser avaliado por um médico, junto ao paciente. E lembre-se: os óleos essenciais podem ser prejudiciais quando usado indevidamente. Por esse motivo, não deixe de consultar um aromaterapeuta para sua orientação.

Olá, essa matéria foi útil para você?
Solange Lima

Solange Lima

Terapeuta holística e numeróloga. Utiliza técnicas como Florais, Aromaterapia, Cromoterapia, Shiatsu, Reflexologia e Reiki. Realiza atendimentos em São Paulo. Saiba mais