Titi Vidal
Por Titi VidalLeia em 3 min.21/06/2017 

Astrologia sólida para amores líquidos

Em época de laços amorosos mais frágeis, Mapa Astral pode ajudar você a viver melhor suas relações

Amor e relacionamentos são temas universais, dos mais perguntados em qualquer consulta astrológica. Porém, a cada época, questões específicas vão surgindo e mudando a forma como nos relacionamos. Nesse momento, por exemplo, vivemos o que o sociólogo polonês Zygmunt Bauman denominou modernidade líquida, que gera também o que ele mesmo chamou de amor líquido. Um momento no qual os laços humanos são mais frágeis, o que gera inseguranças inspiradas nos desejos conflitantes entre estreitar laços e ao mesmo tempo mantê-los frouxos.

Um momento no qual os laços humanos são mais frágeis, o que gera inseguranças inspiradas nos desejos conflitantes entre estreitar laços e ao mesmo tempo mantê-los frouxos.

Também vivemos o intenso fenômeno das redes sociais e aplicativos de relacionamentos, que alteram a forma de conhecer pessoas e começar uma relação, reforçando essa fragilidade e a insegurança que vem junto dela.

A Astrologia, no entanto, pode ser uma grande aliada para compreender melhor o momento e o potencial para relacionamento existente em cada Mapa Astral. Esse potencial existe e está registrado em cada Mapa. A outra pessoa, com quem iremos nos relacionar, também está em nosso próprio Mapa. Por isso, a Astrologia permite respondermos perguntas sobre como criamos vínculos e como nos relacionamos. Ou seja, é uma ferramenta incrível para o autoconhecimento e para nos relacionarmos melhor.

O papel de cada planeta no seu Mapa Astral

Para tanto, é preciso uma análise detalhada no Mapa como um todo, com foco especial nos relacionamentos. É importante ressaltar que quando nos relacionamos, somos tudo que somos, ou seja, tudo que faz parte de nós mesmos e, portanto, o que está em nosso Mapa Astral precisa ser levado em consideração. Em outras palavras, amor e relacionamento estão muito além de Vênus e Marte.

Amor e relacionamento estão muito além de Vênus e Marte.

Ao buscar o tema relacionamento num Mapa, temos que levar em consideração a tônica por Elemento e cada um dos planetas, Casas e aspectos. Para saber como alguém cria vínculos, é fundamental conhecer seu Sol, que além de dizer quem é a pessoa em essência, vai mostrar sua capacidade de entrega e de criar vínculo.

A Lua também importa nesse sentido, pois nos diz o que e como alguém se sente e expressa tais sentimentos. Este astro também é o ponto de segurança emocional mais importante. Sol e Lua, portanto, e a relação entre eles fala muito sobre equilíbrio interno e predisposição a uma relação, bem como qualidade de vínculo.

Já Mercúrio tem a ver com a comunicação e sabemos que sem diálogo muitas relações fracassam, ainda que exista amor.

Vênus, que mostra como alguém se relaciona, o que deseja e o que dá prazer, é fundamental numa relação, bem como Marte, que além de dizer como a pessoa se afirma e lida com a energia agressiva, tem tudo a ver com sexo, o que de fato diferencia uma relação amorosa de qualquer outro relacionamento que temos na vida.

É com base no ascendente que você toma a decisão de sair com alguém

Também podemos analisar planetas sociais e geracionais, assim como vários outros pontos do Mapa para conhecer melhor a personalidade da pessoa, pontos fortes e desafios. Numa análise de Mapa com foco em relacionamento, as Casas astrológicas também são fundamentais. Elas têm a ver com assuntos nos quais colocamos mais energia, como vivemos e o que é de fato importante em nossa vida. O ascendente por exemplo, que corresponde à cúspide da Casa 1, mostra muito sobre quem somos. Interessante notar que ascendente e descendente são sempre opostos e o que mostramos nem sempre corresponde a como somos quando nos relacionamos. O ascendente, aliás, nos tempos modernos, torna-se ainda mais importante. Em um aplicativo para encontrar um amor, por exemplo, é com base nele que tomamos essa decisão de sair ou não com alguém.

Além do ascendente, todas as Casas são importantes, já que sabemos que temas como valores e dinheiro, família, criação, busca por prazer, rotina, crenças, trabalho, visão de mundo, amizades, filhos e tantas outras coisas interferem diretamente nos relacionamentos e podem ser decisivos no sucesso ou fracasso da relação. Aliás, muitas vezes são mais determinantes até mesmo do que o amor e a compatibilidade afetiva ou sexual.

Sinastria entre casais é fundamental para avaliar compatibilidade

A partir de uma análise individual bem detalhada, podemos comparar diferentes Mapas e, a partir daí, combiná-los, sabendo como interagem, como se inter-relacionam, qual a dinâmica de cada relação, o que um potencializa no outro, quais os pontos de afinidade, possíveis pontos de tensão, principais desafios, etc. Nesse momento, podemos saber se uma relação é mais baseada em atração e sexualidade, se tende a ser algo mais passageiro, ou se é uma relação mais baseada em durabilidade e que pode se tornar um compromisso mais sério, um namoro ou casamento. Fundamental, ainda, conhecer o momento de vida de cada um, saber o que busca e o que espera, o que tende a encontrar e que tipo de pessoa e relação tende a viver em cada fase de vida. Isso pode evitar ilusões e falsas expectativas e alinhar melhor o momento à realidade.

Podemos, ainda, pensar no momento coletivo. Por exemplo, essa liquidez das relações, os amores mais efêmeros, as redes sociais e a internet que conectam quem está longe, mas que muitas vezes afastam quem está perto. Muitas pessoas relatam uma dificuldade em se encontrar, em se conectar, mas seguem buscando relações mais profundas. Nesse sentido, a Astrologia pode ajudar muito, a começar pelo autoconhecimento, que traz num atendimento individual, ou na análise de cada Mapa, mas também percebendo o momento e a relação que se forma. Um conhecimento antigo e sólido o suficiente para auxiliar num momento mais líquido e ajudar a driblar os desafios modernos, para que as relações possam ser vividas da melhor forma possível.

Titi Vidal

Titi Vidal

Astróloga, taróloga, consteladora familiar e terapeuta. Atende e ministra palestras e cursos, autora de livros e colunista de sites, revistas e jornais. www.titividal.com.br | contato@titividal.com.br