Vanessa Tuleski
Por Vanessa TuleskiLeia em 2 min.19/10/2019 

Astrologia 2020: o que esperar para a sua vida

Segundo semestre não terá muitos períodos indicados para iniciativas e lançamentos

Preparados para o ano novo? As previsões astrológicas para 2020 indicam que vem aí um período em que devemos ter pés no chão e apertar o cinto. Se você é fã de entender o contexto coletivo geral, a Astrologia indica os bastidores e explica o que está acontecendo no mundo.

Temos um ano complexo e marcante pela frente (e tudo isso está explicado neste outro artigo que escrevi aqui), mas, além das previsões para 2020 coletivas, é importante entender certos aspectos relevantes para você. Por isso, vamos começar por estes três tópicos obrigatórios:

  • Saturno em Capricórnio está ocorrendo desde 2018 e fica ainda em 2020. Isso indica que é hora de trabalhar e ter os pés no chão.
  • Saturno está conjunto a Plutão. A tendência, com isso, é de reformulação de estruturas e “aperto no cinto”!
  • Júpiter entra em Capricórnio, o que sugere período de ambição e de trabalho.

Essa é a cara de 2020! A partir destes tópicos, vou te ajudar a entender que atitudes serão as melhores para se ter neste ano novo.

MAIO: mais relações e diversidade

Em novembro de 2018, o Nodo Norte ingressou em Câncer, prestigiando o eixo Câncer/Capricórnio. A grande motivação inconsciente de cada um de nós passou a ser vínculos, família e trabalho, com viés de grande emotividade e ênfase na vida privativa e particular.

Em maio de 2020, o Nodo Norte ingressa em Gêmeos, ficando no eixo Gêmeos/Sagitário até meados de janeiro de 2022. Você vai notar que, de uma motivação mais recolhida e privativa (estilo “pessoas próximas e casa” típica de Câncer/Capricórnio), as pessoas vão passar a se interessar por diversificar se relacionar, circular e aprender (Gêmeos). Isso vai ser especialmente marcante em 2021, com Júpiter e Saturno em Aquário, outro signo do elemento Ar.

Então, quase na metade de 2020, vai haver mudança significativa de motivação. Observe isso em você e em pessoas próximas! A tendência astrológica pede saída da casca e quebra da rotina, com um viés mais extrovertido. Aproveite!

Planetas retrógrados pedem cuidado com lançamentos, compras e vendas

Todo ano, os planetas de Júpiter a Saturno ficam retrógrados. Isso não é novidade. Mercúrio também fica retrógrado três vezes por ano, cerca de 20 dias a cada vez, desorganizando um pouco a rotina. Veja aqui tudo sobre Mercúrio Retrógrado e como se preparar para o período.

Mas a questão que trago aqui é sobre quando Vênus e Marte ficam retrógrados. Isso vai acontecer em 2020 e é importante que você saiba para se programar para os períodos.

Vênus retrógrado de 13 de maio a 25 de junho

Esse período vai ser muito mais delicado para compras, vendas, negociações e relacionamentos. Se já marcou o seu casamento para essa época, não se assuste! Só entenda que o período após a lua de mel pode exigir mais esforço da sua parte, pois a retrogradação implica em ajustes.

No caso de Vênus retrógrado, isso traz tendências diretas para as relações. Evite agendar cirurgias e procedimentos estéticos mais invasivos para essas datas, a menos que sejam de retorno (como, por exemplo, reparos em uma lipoaspiração que não ficou boa). Nas relações em geral, seja mais paciente e criterioso.

Se tem lançamentos que envolvam público, melhor aguardar a retrogradação passar, pois o público pode ficar mais exigente e menos receptivo durante Vênus retrógrado.

Marte vai ficar retrógrado de 9 de setembro a 13 de novembro

Marte é o planeta da energia, e seu simbolismo tem a ver com força e potência. Tem lançamentos importantes para fazer? Se possível, priorize os primeiros quatro meses de 2020. Por que? Porque lançar algo com Marte retrógrado é como lançar um foguete com menos propulsão do que seria necessário. Aquilo não decola tão bem, não acontece, empaca, demora. É melhor para rever linhas de ação do que para inovar.

Porém, algumas vezes Marte retrógrado empurra para ações necessárias, como uma reforma inadiável. Neste caso, vá em frente, mas se possível pegue garantias, pois algo pode ter se ser revisto depois. Outra coisa: nesse período podem acontecer grandes brigas e encrencas, por isso evite circunstâncias de potencial conflito, como convidar aquele parente com quem você já não se entende tão bem para ficar na sua casa.

Segundo semestre deve ser mais difícil, segundo previsões para 2020

Com essas datas em que Vênus e Marte ficarão retrógrados é muito fácil observar que o segundo semestre vai ser bem mais difícil para lançamentos do que o primeiro.

Julho e Agosto e de meados de novembro são os poucos meses que estão fora da retrogradação de Marte.

O primeiro semestre, por sua vez, tem a retrogradação de Vênus, de meados de maio até quase o final de junho, que é um tanto crítica para questões que envolvam público (e muitos negócios envolvem público). Então, sobram para lançamentos os primeiros quatro meses do ano, julho, agosto e meados de novembro em diante. Para lançamentos, observe também as fases da Lua, lembrando que a única fase não aconselhável é a minguante.

Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski

Vanessa Tuleski mora no RJ e dá consultas astrológica-terapêuticas pessoalmente ou à distância, focando no que o céu tem a dizer, mas também no que o livre arbítrio pode fazer.