Marcelo Guerra
Por Marcelo GuerraLeia em 2 min.09/01/2019 

Enurese noturna: como ajudar as crianças com o xixi na cama

Entenda como a Homeopatia pode apoiar no tratamento da questão

Se tem um problema que causa situações de vergonha nas crianças é o xixi na cama. Dormir na casa de colegas e participar de festas do pijama são uma agonia para elas. Esse problema é bem mais comum do que você imagina. O nome científico para isso é Enurese Noturna e acontece com 1 em cada 10 crianças entre 6 e 10 anos, e com 1 em cada 20 com mais de 10 anos.

A causa da Enurese ainda é desconhecida, mas o que se sabe é que se um dos pais tiver passado por esse problema na sua infância, a probabilidade de que um filho também tenha é muito grande. É necessária avaliação médica para afastar a possibilidade de alguma causa anatômica que possa ser corrigida, ainda que isso seja muito raro.

Enurese noturna: tratamento homeopático

A maioria dos pais compreende que esse xixi na cama é totalmente involuntário, mas alguns insistem em atribuir culpa à criança, somando assim o medo à vergonha. Até os 15 anos, esse problema já terá sido superado por quase todos os adolescentes, sem nenhum tratamento. Mas devido ao impacto psicológico e social que causa na criança, o ideal é que seja tratado antes. Existem tratamentos alopáticos e homeopáticos para isso. O homeopático tem a vantagem de não oferecer efeitos colaterais. 

Alguns trabalhos científicos recentes têm reforçado a eficácia do tratamento homeopático para a enurese noturna. Há a mesma eficácia do tratamento alopático, com menor retorno dos sintomas após 6 meses.

Muito além do tratamento com remédios, sejam homeopáticos ou alopáticos, é preciso ter em mente que a criança que faz xixi na cama não escolheu isso. É algo que foge à sua vontade. Ela necessita do apoio daqueles que são responsáveis por seus cuidados.

A criança deposita uma confiança quase que absoluta em seus pais nessa idade e suas palavras deixam marcas permanentes, como se fossem tatuagens mentais. Essas marcas repercutem na vida adulta de forma inconsciente, afetando a autoimagem, a autoestima e  o valor próprio.

Se você fazia xixi na cama quando criança, provavelmente passou por situações de vergonha e deixou de fazer muitas coisas que desejava, mas tinha medo de passar por uma situação embaraçosa.

A enurese noturna geralmente é tratada como um segredo familiar. Na consulta, os pais costumam mencioná-lo com constrangimento: “a gente tem um probleminha à noite”. A reação habitual da criança diante dessa fala inicial é pedir para que não fale nada. É preciso encarar com mais naturalidade o problema do xixi na cama, e oferecer à criança apoio ao invés de críticas, além do tratamento médico adequado.

Marcelo Guerra

Marcelo Guerra

Médico graduado pela UFRJ. Começou a carreira como Psicanalista e depois enveredou pela Homeopatia e Acupuntura. Ministra oficinas e palestras em todo o Brasil e atende em consultório no RJ.