Pesquisar
Loading...

Conheça os benefícios das terapias integrativas no tratamento de câncer

Práticas integrativas podem ajudar a melhorar o qualidade de vida de pacientes oncológicos. Saiba como funciona Yoga e acupuntura no tratamento de câncer

Ainda que a medicina esteja cada vez mais avançada, a evolução do câncer e nossa resposta aos tratamentos têm muitas questões envolvidas. Terapias integrativas no tratamento de câncer podem ser usadas para melhorar a qualidade de vida dos pacientes encológicos.

Claro que, quanto mais rápido o diagnóstico, mais eficaz é a resposta do nosso organismo. As terapias integrativas são complementares ao tratamento médico e podem ajudar em muitos aspectos, como o físico, emocional, mental e espiritual.

Principais práticas e terapias integrativas no tratamento de câncer

Dentre essas possibilidades, a acupuntura e a auriculoterapia estão entre as mais utilizadas – não apenas na busca por bem-estar, mas também para auxiliar na redução dos sintomas durante tratamentos como quimioterapia, cirurgia e radioterapia.

Pacientes que apresentam efeitos colaterais como enjoos, vômitos, dores de cabeça e no corpo costumam recorrer às práticas, que podem ser indicadas por médicos devido à pouca ou baixa contraindicação, aliada à alta eficácia.

Outras técnicas integrativas que ganham força são a aromaterapia, o uso de florais, a meditação e a yoga. Aqui você pode aprender mais sobre óleos essenciais no tratamento de câncer.

Ainda pouco exploradas, as práticas integrativas e complementares também podem auxiliar na reabilitação e reinserção de pacientes submetidos a procedimentos oncológicos.

Os benefícios das técnicas são importantes para essas pessoas lidarem com questões físicas, psicológicas, emocionais e espirituais, desafios enfrentados na luta até a remissão.

Não custa lembrar: para pacientes oncológicos, o autocuidado também tem relação com o uso mais frequente e orientado destas técnicas para colaborar com o bem-estar.

Algumas terapias integrativas trabalham para equilibrar a energia do corpo, acelerar a recuperação e prevenir pensamentos e emoções que podem atrapalhar o funcionamento corpo, como Pranic Healing que você pode conhecer melhor aqui.

Seu estilo de vida impacta no tratamento de câncer

Doenças como o câncer podem estimular a reflexão sobre o estilo de vida que você adota. Também fazem pensar sobre como você lida com o sono, o estresse, as emoções e, sobretudo, a alimentação.

O alimento é parte importante da nossa saúde. O autocuidado se faz em ação integral – e a alimentação faz parte disso. Veja dicas do que inserir no prato:

Brócolis

brocolis-câncer

De acordo com a medicina tradicional chinesa, o alimento é de natureza fria, amarga e picante. Atua no elemento madeira, que compõe o meridiano do fígado e vesícula.

Ele tem a função de suavizar a circulação do ki, qi, chi ou prana( energia vital), já que é o órgão mais importante para a preservação do sangue.

Falando nisso, aqui você pode ler mais sobre a relação entre a medicina chinesa e as estações do ano.

Vegetais crucíferos

Segundo uma revisão publicada no periódico médico Annals of Oncology, estudos indicam que vegetais na dieta diminuem o risco de câncer em até 32%.

Além disso, esse documento científico mostra que o aumento da ingestão de vegetais crucíferos durante os três primeiros anos após o diagnóstico de câncer de mama reduz o risco de mortalidade em até 62%.

Os vegetais crucíferos são chamados assim porque as pétalas de suas flores se assemelham a uma cruz. Além do brócolis, alimentos como repolho, couve-flor, couve chinesa, couve verde e couve-de-bruxelas integram a lista.

São ricos em vitaminas, fibras e minerais, nutrientes que ajudam a proteger contra alguns tipos de câncer. Também contêm compostos chamados indóis e isotiocianatos, que podem ajudar a reduzir a inflamação e evitar danos no DNA, dois fatores de risco para a doença.

Não deixe de inserir esses vegetais na sua dieta. O ideal é optar pelas versões no vapor ou cru para preservar seus benefícios.

Emocional e câncer

Emoções em desarmonia podem se tornar tóxicas, o que contribui para pontencializar as ações negativas do câncer.

Preocupações, melancolia, tristeza, amargura, raiva, frustração, ressentimento, ódio, raivas reprimidas e culpa são sentimentos e emoções que causam estagnação. Com isso, fígado e órgãos como o coração e os pulmões também podem ser acometidos.

Nestes casos, o floral Willow, dos florais de Bach, é extremamente indicado. É ele que ajuda a inverter a polaridade negativa em positiva, expulsando o cinzento (energia doente) e trazendo o dourado (energia de renovação) de suas flores para a vida.

Esse floral costuma ser usado para auxiliar quem só atrai o lado negativo da existência, no qual reagimos com melancolia, lamentações e tristezas. É a essência que devolve o amor a você, limpa o cinzento do coração, do pulmão e dos rins.

O paciente oncológico merece um olhar atento sobre diferentes aspectos de seu tratamento. A avaliação de um profissional capacitado pode ajudar a trilhar a cura.

Eric Flor

Eric Flor

Eric Flor Francisco é terapeuta integrativo do RJ formado em fisioterapia, acupunturista e mestre em Reiki. Faz atendimentos no Rio de Janeiro com Auriculoterapia, Ventosaterapia, Moxaterapia, Orgoniteterapia, Cristalterapia e PranicHealing para promoção de equilíbrio, vida saudável e bem-estar.

Saiba mais sobre mim