Logo Personare vertical
Pesquisar
Loading...

Como atrair relações saudáveis?

As relações saudáveis são essenciais em nossa vida. Entenda como você pode atrai-las.

Como atrair relações saudáveis?

Para que a nossa vida flua precisamos ter relações saudáveis. Primeiro de nós mesmas, com nosso corpo e a nossa saúde, depois com as pessoas a nossa volta. E para que a gente possa ter este tipo de relação, é necessário entender como funciona a dinâmica de troca no positivo.

Claro, que experimentamos várias situações de troca no negativo, elas fazem parte realmente da nossa experiência aqui na terra. No entanto, é necessário observar o padrão das suas relações para identificar a sua postura, curar e corrigir o que for necessário para que você experimente relações bonitas e de crescimento para todos os envolvidos. É possível, eu garanto.

Sinais de que você está em relacionamento saudável

Fique atenta com que tipo de pessoa você anda se relacionando em todas as áreas da sua vida: na família, no amor, no trabalho. Faça estas perguntas a seguir para entender se você está em um relacionamento saudável.

  • O que elas esperam de você?
  • Você quer se doar demais?
  • As pessoas querem tomar tudo o que você tem, nunca satisfeitas com o que você oferece?
  • Já se percebeu, talvez, também fazendo demais por estar carente?
  • As pessoas se afastam de você?

Todas essas perguntas vão trazer para você um alerta que algo está em desequilíbrio sistêmico.

As relações e a constelação familiar

Na constelação familiar sempre trazemos para luz que temos diversos vínculos que precisam ser incluídos para que nossas relações tenham futuro.

O primeiro vínculo que impacta se vamos ter relações baseadas no positivo é a concordância e alegria com a nossa mãe e nosso pai, porque foram através deles que chegamos aqui.

Entenda, ninguém precisa ser amigo dos pais para concordar com eles. Não precisa conhecê-los, nem eles precisam estar vivos. O que é preciso é concordar que eles são os pais certos para você, e foi através da união deles, com o preço que custou a eles e a você, que você está aqui. “Essa é a felicidade completa, quando se concorda com a realidade como ela é, com os nossos pais como são, com o nosso passado como foi, com o nosso parceiro como é, com o nosso filho como são, exatamente como são”, Bert Hellinger.

Além disso, é preciso também honrar nossos vínculos sexuais, nossos ex-parceiros e filhos.

Quem você precisa incluir na sua família parte 1

Quem você precisa incluir na sua família parte 2

Com todas estas pessoas sendo vistas, o processo de transformação nas relações já irá começar porque muitos dos desequilíbrios sistêmicos são pessoas excluídas das nossas vidas, que voltam nos relacionamentos como forma de lealdade sistêmica. Ou seja, uma vez que você não é capaz de honrar sua mãe, não será capaz de sustentar um relacionamento amoroso saudável. Entendeu?

Veja o post para entender o que é honrar pai e mãe.

O que é honrar pai e mãe?

O que não é honrar pai e mãe?

Então, como seria uma relação no positivo?

Eu dou a você algo de positivo e você me devolve algo no positivo. Queremos nos manter na relação e sempre estamos pensando em contribuir com o outro e o outro com a gente. A palavra chave é contribuição. 

As relações são como uma dança onde você dá algo e tem que voltar algo naturalmente para você, ou seja, você recebe da outra pessoa. E o ciclo se retorna como no infinito.

Esse é o objetivo, evoluir para relações que ambas as pessoas envolvidas estejam dispostas a crescer.

Eu sei que não estamos ainda nesse estágio na nossa evolução, mas ao saber que é para isso que devemos caminhar, já traz um direcionamento para nossas atitudes.

E uma relação desequilibrada?

Eu dou a você algo positivo e você não quer devolver nada. Só quer que eu continue dando, cobrança sem me oferecer nada em troca. Isso faz com que a pessoa que é doadora, cada vez mais, fique vazia, porque está dando mais do que tem muitas vezes.

Nesse lugar, podemos ter duas posturas: a pessoa que doa demais (carente) e a pessoa que quer tudo sem devolver (sanguessuga). Nos dois casos, o carente e o sanguessuga são carentes, a diferença é que um busca preencher doando, pois quer prender a outra pessoa, e a outra, quer se preencher tomando o que o outro tem e não tem.

Outra possibilidade é doar demais. E quem recebe assim, que sente que a pessoa quer agradar demais e com isso prender o outro nesta doação sem limites, foge, se afasta.

Podemos estar nessas posturas diferentes com pessoas diferentes, mas normalmente existe um padrão que se repete.

Veja este post e entenda qual postura você tem reproduzido:

Reconhecendo o seu padrão de relacionamento você poderá olhar as suas carências, feridas da sua criança interior e começar o seu processo de transformação.

Quer entender mais sobre Constelação Familiar? Então, acesse este link.

Olá, essa matéria foi útil para você?
Natália Torchio

Natália Torchio

Consteladora familiar e terapeuta holística . Já ajudou diversas pessoas a destravarem suas vidas com seus atendimentos, no momento somente online. Dá aulas gratuitas semanais no seu Instagram e também oferece curso online. Saiba mais